Nelson de Sá

Toda Mídia

 

"Mail" pode passar "NYT", no mundo em inglês

O presidente da empresa do "Daily Mail", ao divulgar relatório sobre o primeiro semestre, afirmou que o site do tabloide conservador inglês "pode passar" o do "New York Times" em número de visitantes únicos em maio _e se tornar o maior site de notícias em inglês, no mundo.

Há dois meses, segundo a Comscore, o Mail Online já deixou para trás o Huffington Post, como segundo site. Segundo o Pew, 30% de seu tráfego vem de links do Drudge Report.

Em papel, o "Mail" tem a segunda tiragem na Inglaterra, atrás do "Sun". Populista, chegou a apoiar o fascismo, nos anos 30.

A coluna e o blog voltam na segunda.

Escrito por Nelson de Sá às 11h36

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Satélite passa cabo, no Brasil

O site Teletime informa que, em abril, a TV paga por satélite ultrapassou pela primeira vez a TV a cabo, somando 5,24 milhões de assinantes contra 5,12 milhões:

Desde o começo do ano, a TV paga por satélite cresceu 769,3 mil assinantes, contra 145,5 mil das operadoras de TV a cabo. Somente em abril, foram 238,3 mil.

Escrito por Nelson de Sá às 10h35

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

São Paulo perde mais uma, na Copa

Italo Nogueira e Sergio Rangel informam que o Rio "está próximo" de sediar o International Broadcast Center, centro internacional de mídia, da Copa de 2014. A proposta carioca já "foi selecionada pela Fifa na Suíça". Do prefeito Eduardo Paes, do PMDB:

Em 48 horas, o Rio vai receber uma boa notícia que vai demonstrar o seu protagonismo na Copa. 

PS - A Fifa confirma.

Escrito por Nelson de Sá às 10h01

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Procuradoria investiga enriquecimento de Palocci

 

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 09h28

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Chefes da internet alertam G8 contra regulação

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h18

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma e as opções

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Ou na edição facsimilar, à pág. A10 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 02h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma veta "propaganda de opções sexuais"

Escalada do "Jornal Nacional":

Um problema para os maiores municípios brasileiros. O que fazer com crianças e adolescentes que consomem crack nas ruas. O Rio de Janeiro decidiu interná-los para tratamento.
Pernambuco. Numa cidade devastada pelas enchentes, surge uma solução para construir casas dia e noite sem parar.
Deputados renovam uma cobrança que ajuda a dobrar o preço da energia na conta de luz.
São Paulo adota padrões mais rigorosos de controle da qualidade do ar.
Preso na Sérvia um dos criminosos de guerra mais procurados do mundo.
No Norte da França, os oito países mais poderosos do mundo avaliam as revoltas em países árabes.
A presidente Dilma fala de temas que têm provocado desgaste ao governo.
Coritiba e Vasco se classificam para a final da Copa do Brasil. 

E do "Jornal da Record":

Depois de suspender a cartilha sobre homossexualismo, a presidente Dilma declara que não será permitido a nenhum órgão do governo fazer propaganda de opções sexuais.
Senhor genocídio. Preso o homem mais procurado da Europa. Ele é acusado de exterminar quase oito mil mulçumanos.
Na reportagem especial, o medo de atentados afasta turistas do Afeganistão. Produto nosso que faz sucesso no país: 50% do açúcar consumido no Afeganistão sai do Brasil.
A seca no Nordeste. Como o desperdício ameaça o abastecimento de água para milhões de brasileiros.

Escrito por Nelson de Sá às 21h34

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mais Facebook vs. Google

Sobre o fiasco da contratação da Burson-Marsteller pelo Facebook, para estimular ataques ao Google na imprensa americana, o brasileiro Conselho Federal de Profissionais de Relações Públicas postou que, "acolhendo manifestações de profissionais de todo o país":

Recomenda ao Conselho Regional de Profissionais de Relações Públicas sediado na cidade de São Paulo que apure os fatos apresentados... Cuide de manter contato com as empresas envolvidas e que têm representação no território brasileiro para delas colher, formalmente, testemunho do que de fato ocorreu. 

Via Sousaphone.

Escrito por Nelson de Sá às 11h38

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Facebook & democratas & republicanos

Mark Zuckerberg se encontra hoje com Obama novamente, agora no G8, na França. E o Facebook anunciou a contratação de Joel Kaplan para dirigir seu lobby em Washington. Do anúncio, via Playbook:

Ele vai orientar e coordenar a estratégica e as interações de política pública com as autoridades. Vai chefiar nosso escritório em Washington e liderar os esforços lá para educar e construir apoio entre públicos-chave para nossos projetos, produtos e políticas. 

Kaplan foi subchefe de gabinete da Casa Branca, no governo Bush, e "vai se reportar a Marne Levine", que foi chefe de gabinete de Lawrence Summers, no governo Obama.

Escrito por Nelson de Sá às 10h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Olfato e calúnia

No Painel, citando "um PhD em Lula":

Ele tem olfato.

E da coluna Janio de Freitas:

O Lula que reaparece para "assumir a defesa" de Antonio Palocci, o qual já precisou afastar por atitude delinquente, é um dos piores Lulas: o que faz calúnias fáceis e desumanas. "A imprensa" a que volta a atribuir má-fé, com as notícias sobre o enriquecimento peculiar de Palocci, é uma forma verbal que se presta à dispensa cômoda de referir-se aos jornalistas. As revelações, antes de o serem da imprensa, que as veicula, o são dos jornalistas. A atribuição de segundas e outras intenções é caluniosa para com profissionais que se esforçam por um jornalismo honesto. Nunca estive nem perto das linhas de frente dos defensores da imprensa. Mas o golpe da calúnia se tornou hábito.

Escrito por Nelson de Sá às 09h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma veta kit anti-homofobia e recorre a Lula

 

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 08h38

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sistema de saúde vira arma eleitoral democrata

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 08h20

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ocidente vs. Brics

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Ou na edição facsimilar, à pág. A16 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 07h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O assassino Pimenta Neves

Escalada do "Jornal Nacional":

Onze anos desde o crime, cinco anos depois da condenação, o assassino Pimenta Neves é removido para uma penitenciária. Mas pode não ser por muito tempo.
A Polícia Federal investiga a morte do casal que tinha denunciado a extração ilegal de madeira no Pará.
Em Brasília, nossos repórteres mostram a reação do governo ao Código Florestal aprovado na madrugada de hoje.
A presidente Dilma cancela a distribuição de livros contra homofobia em escolas.
O senador Itamar Franco é internado para combater uma leucemia.
Tornados voltam a provocar mortes nos Estados Unidos.
Barack Obama diz que China e Brasil não ameaçam o poder dos Estados Unidos e da Europa.
Egito decide abrir a fronteira com a Faixa de Gaza.
Mulher com dois úteros dá à luz duas crianças em Minas Gerais.   

E do "Jornal da Record":

Depois de uma década de impunidade, jornalista Pimenta Neves vai passar a primeira noite em penitenciária do interior de São Paulo.
Presidente Dilma manda cancelar a distribuição de cartilhas sobre o homossexualismo.
Bullying português. Cena de garota espancada por colegas choca o país.
Morte macabra. Marido mata mulher e enterra o corpo na sala de casa.
Dia sem imposto. Carros fazem fila para abastecer com gasolina mais barata.
Itamar Franco é internado para tratar um câncer.
Nos Estados Unidos, tornado faz caminhão voar.
Afeganistão, a vida em uma casa de pedra. A história de Fátima, a menina que vive em uma caverna, mas quer ser engenheira.

Escrito por Nelson de Sá às 21h50

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

iPad não salva

No ReadWriteWeb, via Romenesko, uma pesquisa sobre os recém-completados 500 mil aplicativos para iPad mostra que "apenas 3% são da categoria notícias". Entre 20 categorias, ficou em 12º lugar.

As maiores são games (15%), livros (14%) e entretenimento (11%).

Escrito por Nelson de Sá às 12h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

G8 & Facebook, Google etc.

O "Financial Times" noticia que, após o jantar com Obama há dois meses, agora os "chefes da internet vão falar na cúpula do G8", que reúne os países ricos no balneário francês de Deauville.

Mark Zuckerberg, do Facebook, Eric Schmidt, do Google, Stéphane Richard, da France Telecom, e outros conversam amanhã com Obama, Nicolas Sarkozy e outros por uma hora, "para dar suas visões sobre o futuro da internet e como os governos podem ajudar a promover crescimento e inovação".

Escrito por Nelson de Sá às 11h37

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma deixa o silêncio

De Fernando Rodrigues, sob o título "Dilma na web":

Depois de longo silêncio, a presidente voltou ontem à internet. Seu site, o dilma.com.br, disparou mais de 2 milhões de e-mails para militantes da campanha. A ação visa recadastrar simpatizantes. Mas o e-mail mostra que ainda está distante da linguagem apropriada para se conectar com o mundo virtual. Embora a mensagem tenha foto, o tom é impessoal. Inexiste indicação de que ela tenha redigido. A petista tem sido até agora a presidente que menos fala em público em décadas. Na sua reentrada na web, despediu-se com um "muito obrigado e até breve". Depois de eleita, falou a mesma coisa e acabou ficando mais de seis meses sem dar o ar da graça. 

Vera Magalhães informou que a "estratégia copia o que Obama fez depois de eleito" e, mantido pelo PT, o site investe em interatividade.

Escrito por Nelson de Sá às 10h34

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

PMDB derrota governo na Câmara

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 09h52

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Europa pressiona Grécia por privatizações

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os três trabalhos de Dilma

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Ou na edição facsimilar, à pág. A10 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 02h56

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Líder é assassinado no Pará

Escalada do "Jornal Nacional":

Onze anos de impunidade. E a Justiça finalmente manda prender o assassino Antônio Pimenta Neves. O jornalista que confessou ter matado a ex-namorada colega de trabalho.
Deputados, ministros e até a presidente Dilma passam o dia negociando a votação do Código Florestal.
Estudo comprova a falta de instituições voltadas para os idosos no Brasil.
Greves simultâneas de serviços públicos levam transtornos à população do Rio Grande do Norte.
Muda a cobrança de imposto sobre dívidas do cheque especial.
A Justiça trabalhista unifica decisões para acelerar processos.
Morre no Rio o ativista político e ex-senador Abdias Nascimento. 
Primeiro-ministro israelense discursa no Congresso americano e diz que aceita compromissos dolorosos para a paz com os palestinos, mas impõe condições.
Em uma série especial de reportagens, o "Jornal Nacional" homenageia os jogadores que precisam de mais fôlego no futebol. 

E do "Jornal da Record":

Subterrâneo do crime. Traficantes enterram quase duas toneladas de drogas.
A floresta de luto. Casal que denunciava desmatamento ilegal é assassinado no Pará. Líder seringueiro estava jurado de morte.
O Congresso pode votar a qualquer momento o Código Florestal.
Supremo manda de volta para a cadeia o jornalista Pimenta Neves e ele se entrega.
Polícia descobre por que um homem planejou matar uma família inteira. Ele devia R$ 75 mil.
Sem escola, sem transporte e sem polícia. Greves ameaçam paralisar a capital brasileira.
Denúncia de corrupção atinge o presidente da CBF.
Na série sobre o Afeganistão, a nova arma dos terroristas.

Escrito por Nelson de Sá às 21h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"NYT" e "o colunista gay"

O "New York Times" anunciou novo colunista ontem, dizendo:

Mr. Bruni, 46, é o primeiro colunista de Op-Ed abertamente gay na história de 160 anos do "Times". 

Frank Bruni reagiu, no Huffington Post:

Quando os editores de opinião e eu começamos a falar sobre a coluna, há bem pouco tempo, nenhum de nós jamais abordou orientação sexual, e eu não tenho certeza se qualquer um de nós pensou muito sobre qualquer tipo de marco. Eu certamente não vou para isso, na minha própria cabeça, como um colunista gay, assim como não me via como um crítico gastronômico gay.

Escrito por Nelson de Sá às 12h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mais Ecad

O "Valor" noticia que a Secretaria de Direito Econômico, do Ministério da Justiça, "deverá pedir a condenação do Ecad por prática de cartel", devido à "fixação arbitrária de percentuais de direitos autorais pelo escritório e pelas associações filiadas".

Suspeita que "o dinheiro vai mais para as associações" que compõem o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição "que para os músicos".

Já o "Ecad cria site para rebater acusações de fraude". Na apresentação, relaciona denúncias a "poderosos conglomerados de comunicação".

Mais Ecad, aqui.

Escrito por Nelson de Sá às 11h06

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Heródoto Barbeiro estreia

Escalada do "Jornal da Record News", ontem:

E na segunda que vem estreia o novo "SBT Brasil", com Joseval Peixoto, "tradição e credibilidade", e Rachel Sheherazade.

Escrito por Nelson de Sá às 10h32

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Proliferação

Na submanchete do "Globo", "Fernando Pimentel às voltas com a Justiça" em Minas. O ministro "foi acusado pelo Ministério Público estadual de improbidade quando era prefeito de Belo Horizonte, e a Justiça de Minas aceitou a denúncia na semana passada".

Na submanchete do "Estado", "Ministério Público estadual liga amigo de Lula a 'mensalinho' de Campinas". A "investigação sobre suposto esquema de corrupção na Prefeitura de Campinas tem como um dos alvos empresário" ligado ao ex-presidente.

Por outro lado, no blog de Luis Nassif, ontem:

A proliferação das escandalizações, a abordagem seletiva, a tentativa de inviabilizar candidatos para as eleições de São Paulo... tudo isso fica mais evidente a cada dia. 

Sobre o caso Palocci, de Eliane Cantanhêde:

Os petistas, que subiram na vida apontando o dedo na cara dos outros, cuidam de fechar as brechas. A estratégia vai dando certo: bate pé na versão de "jogo político", enquanto distrai a plateia com o antidebate da regulamentação do lobby. Cortinas de fumaça.

Escrito por Nelson de Sá às 09h40

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Governadores e ministros defendem Palocci

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 09h26

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Eurocontágio atinge mercados. Temor pela Espanha

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h13

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Brics em campanha

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Ou na edição facsimilar, à pág. A9 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 08h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Quatro mortos em naufrágio do lago Paranoá

Escalada do "Jornal Nacional":

116 mortos no caminho do monstro. É como os americanos tratam o tornado que devastou um pedaço do Estado de Missouri.
Em Brasília, quatro mortos são confirmados no naufrágio do lago Paranoá.
Segundo acidente em 48 horas. E cinco operários da Braskem ficam feridos em Maceió.
Dez ex-ministros do Meio Ambiente criticam o Código Florestal na véspera da votação da Câmara.
Exumado no Chile o corpo do presidente deposto Salvador Allende.
Dificuldades de alunos levam a Universidade Federal de Minas a exigir mais conhecimento de língua portuguesa no vestibular.
Municípios de DDD igual em regiões metropolitanas pagarão tarifa de ligação local entre telefones fixos.
Numa série especial de reportagens, uma homenagem do "Jornal Nacional" aos protagonistas do maior campeonato de futebol do planeta. 

E do "Jornal da Record":

Tragédia em Brasília. Superlotação e rachadura no casco podem ter provocado naufrágio no Paranoá. Bombeiros procuram pessoas desaparecidas no fundo do lago, mas ninguém sabe quantas são.
Uma professora resumiu a situação crítica do ensino no país e virou celebridade na internet.
Covardia. Guarda é espancado por cinco homens. Mãe agride crianças que teriam praticado bullying com o filho dela.
Falta de cuidado no preparo dos alimentos e sujeira. Teste de higiene reprova restaurantes por quilo.
Segunda-feira pelo mundo:
Tornado mata e destrói cidades americanas.
Na Islândia, cinzas de vulcão fecham um aeroporto.
A cracolândia do Afeganistão.
O mundo com medo dos talebãs. Ameaça do terror está em nova série exclusiva do "Jornal da Record".

Escrito por Nelson de Sá às 21h10

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Quatro mortos em naufrágio do lago Paranoá

Escalada do "Jornal Nacional":

116 mortos no caminho do monstro. É como os americanos tratam o tornado que devastou um pedaço do Estado de Missouri.
Em Brasília, quatro mortos são confirmados no naufrágio do lago Paranoá.
Segundo acidente em 48 horas. E cinco operários da Braskem ficam feridos em Maceió.
Dez ex-ministros do Meio Ambiente criticam o Código Florestal na véspera da votação da Câmara.
Exumado no Chile o corpo do presidente deposto Salvador Allende.
Dificuldades de alunos levam a Universidade Federal de Minas a exigir mais conhecimento de língua portuguesa no vestibular.
Municípios de DDD igual em regiões metropolitanas pagarão tarifa de ligação local entre telefones fixos.
Numa série especial de reportagens, uma homenagem do "Jornal Nacional" aos protagonistas do maior campeonato de futebol do planeta. 

E do "Jornal da Record":

Tragédia em Brasília. Superlotação e rachadura no casco podem ter provocado naufrágio no Paranoá. Bombeiros procuram pessoas desaparecidas no fundo do lago, mas ninguém sabe quantas são.
Uma professora resumiu a situação crítica do ensino no país e virou celebridade na internet.
Covardia. Guarda é espancado por cinco homens. Mãe agride crianças que teriam praticado bullying com o filho dela.
Falta de cuidado no preparo dos alimentos e sujeira. Teste de higiene reprova restaurantes por quilo.
Segunda-feira pelo mundo:
Tornado mata e destrói cidades americanas.
Na Islândia, cinzas de vulcão fecham um aeroporto.
A cracolândia do Afeganistão.
O mundo com medo dos talebãs. Ameaça do terror está em nova série exclusiva do "Jornal da Record".

Escrito por Nelson de Sá às 21h10

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

No mercado de livros didáticos

Na semana passada, os ataques ao Ministério da Educação pelo livro didático "Por uma Vida Melhor", da organização Ação Educativa, terminaram com uma ação da Assembleia Legislativa do Rio contra a brasileira Editora Global, que publica a obra, dizendo que:

É inaceitável que um fornecedor de material ligado à educação imponha a modificação da língua oficial. 

E no final da semana passada o "Valor" noticiou que a editora "Pearson estreia em livro didático no Brasil". O grupo inglês, dono do "Financial Times" e que comprou o COC no ano passado, "aproveitará o conteúdo de suas obras usadas em outros países". Conta seu presidente:

Já conseguimos aprovar um livro de física e as obras das outras disciplinas estão em análise pelo FNDE [órgão do MEC que adquire livros didáticos]. Mas, independentemente da aprovação, vamos entrar no mercado de escolas privadas a partir do próximo ano.

Escrito por Nelson de Sá às 12h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Globo evangélica

Do Radar de Lauro Jardim:

A Globo vai tentar melhorar sua presença entre evangélicos. Amauri Soares, diretor de eventos, bolou um festival de música envagélica, o Promessa. Nele se apresentarão campeões de vendagem como a banda Diante do Trono. Será em dezembro, no Rio, com transmissão da Globo e produção da Geo, empresa de eventos da emissora. 

Ao fundo, a disputa com a Record. E a operação classe C.

Por outro lado, a Record estreia hoje o "Jornal da Record News", de Heródoto Barbeiro, que foi precedido por chamadas "com recado aos assinantes de Net e Sky", relata Flávio Ricco.

Na locução dos comerciais, "apesar dos esforços realizados pelo Grupo Record", ele não será acessível aos assinantes das operadoras, porque ambas, "por suas ligações com as Organizações Globo", se negam a inserir o sinal do canal de notícias Record News.

Escrito por Nelson de Sá às 11h26

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A volta de Franklin Martins

Do Painel de Renata Lo Prete:

A conversa entre Dilma e Franklin Martins estava nos planos havia tempos. A pneumonia acabou postergando o encontro no qual sondaria Franklin sobre voltar ao governo. Entre as opções está a Anatel. O mandato do atual presidente expira em novembro.

E o ex-ministro da Comunicação Social foi ao encontro "disposto a sondá-la sobre o andamento do marco regulatório das comunicações".

Escrito por Nelson de Sá às 10h51

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ana de Hollanda recua mais. Ecad perde

Mônica Bergamo informa que, "bombardeada pela retirada do selo Creative Commons do site do Ministério da Cultura, Ana de Hollanda vai propor um sistema público de licenciamento para a internet". Ela agora quer "oferecer um meio de os autores disponibilizarem suas obras".

E depois do coordenador de regulação em direitos autorais do MinC, Cristiano Lopes, ontem foi a vez de Márcia Regina Barbosa, diretora de diretos intelectuais, defender no G1 a "supervisão estatal" do Ecad, para "monitorar a atuação sem, no entanto, interferir na gestão".

Barbosa ocupou há três meses o cargo de Marcos Souza, que defendia prosseguir com a reforma da lei do direito autoral e foi demitido pela ministra. Barbosa, segundo "O Globo", teria sido indicada por Hildebrando Pontes Neto, "advogado em mais de cem processos para o Ecad".

Na manchete do "Globo", no sábado, "Fraudes e descontrole no Ecad prejudicam músicos". A "caixa-preta do Ecad" será alvo de CPI.

Escrito por Nelson de Sá às 10h26

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Oficiais da PM paulista recebem acima da lei

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 09h59

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Obama pressiona Israel a fazer "escolhas difíceis"

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h35

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A laranja, a sardinha

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Ou na edição facsimilar, à pág. A10 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 02h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nelson de Sá Nelson de Sá é articulista da Folha de S.Paulo.
RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.