Nelson de Sá

Toda Mídia

 

O fim do intervalo

Na manchete da Folha.com, a Polícia Civil de São Paulo "realiza operação contra suspeitos de fraude em Campinas" e "o vice-prefeito Demetrio Vilagra (PT) é considerado foragido pela polícia".

E Breno Costa informa que, "em meio à crise gerada por reportagens da Folha que mostraram crescimento patrimonial do ministro Antonio Palocci, Franklin Martins encontra Dilma". O ministro da Comunicação Social de Lula era o "responsável por traçar as estratégias de comunicação".

Na avaliação de Eliane Cantanhêde, o caso marca o "fim da lua de mel" e da "boa vontade" com o governo Dilma.

A coluna e o blog voltam na segunda.

Escrito por Nelson de Sá às 12h30

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Gentili, Adnet, Rafinha e "os limites aceitáveis"

Citando "a alta direção da Bandeirantes", Flávio Ricco posta que "os acontecimentos que envolveram mais recentemente" o comediante Danilo Gentili indicam que "não é o momento oportuno" para seu talk show.

De Maurício Stycer, "Em defesa do humor sem limites", também sobre os comediantes Marcelo Adnet, desautorizado pela MTV porque "ultrapassou os limites aceitáveis do humor", e Rafinha Bastos:

Estabelecer o que pode ou não ser dito, quais temas não podem ser objeto de piada, me parece antidemocrático. Posso imaginar a dor de um pai autista, de uma vítima de estupro ou de um sobrevivente do Holocausto, mas calar a boca de quem faz piadas não vai resolver.

Escrito por Nelson de Sá às 11h08

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Globo e a nova ordem

Segundo Lauro Jardim, no post "Operação classe C", a Globo estuda "ressuscitar 'Linha Direta' e 'Você Decide', com pegada mais popularesca".

Do diretor geral Octávio Florisbal, em entrevista a Maurício Stycer, sobre "pesquisa de classe C" feita pela Globo:

A divisão de que 80% do público é das classes C, D e E continua, mas eles têm mais presença, mais opinião. Eles ascenderam. Você tem que atendê-los melhor. Eles têm que estar mais bem representados e identificados na dramaturgia, no jornalismo. 

Segundo Ricardo Feltrin, "nos últimos sete anos o 'Fantástico' perdeu 42% em audiência, período em que passou a sofrer concorrência do 'Domingo Espetacular', da Record". Os dois "duelam pelo mesmo público".

Também segundo Feltrin, na terça, "pela primeira vez, a Record derrotou a Globo em todos os programas matinais".

Escrito por Nelson de Sá às 10h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Receita saltou em 2010. Palocci "não confirma"

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 09h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Obama busca fim do beco sem saída em Israel

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 08h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O FMI visto dos EUA

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Ou na edição facsimilar, à pág. A12 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 08h34

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Estudante é morto na maior universidade do país

Escalada do "Jornal Nacional":

Duas escolas no mesmo município e dois extremos detectados pelo JN no Ar. A blitz da educação visita Goiânia, no Centro-Oeste do país. Nós vamos sortear um destino na região Norte.
Nossos repórteres mostram o que pode mudar com a criação de um cadastro de brasileiros bons pagadores.
Em discurso voltado para o Oriente Médio, Barack Obama propõe caminho para israelenses e palestinos.
A Justiça de Nova York indicia o ex-diretor do FMI acusado de crimes sexuais.
Economistas dizem que inflação está mais difícil de ser combatida este ano.
A economia japonesa mergulha de novo em recessão.
Técnico Mano Menezes convoca a seleção para dois amistosos. Os jogadores têm maiores chances de disputar a Copa América. 

E do "Jornal da Record":

Crime na maior universidade do Brasil. Estudante é morto com um tiro na cabeça. Polícia procura dois suspeitos.
Mais agressivo que o crack. Óxi avança pelo Brasil e é vendido no meio da rua.
Rota de fuga. Túnel levaria traficantes da prisão direto para o morro.
Ferro-velho do crime. Quadrilha do desmanche tinha depósito no meio da mata.
Susto no ar. Avião cai durante decolagem e pega fogo.
Bancadas religiosas exigem mudanças na cartilha sobre homossexualismo que será entregue às escolas.
Discurso da paz. Barack Obama apoia criação de Estado palestino.
Discurso da guerra. Al Qaeda divulga última mensagem de Bin Laden.
Chorinho no subterrâneo de Nova York. É a seleção para escolher os músicos de metrô.

Escrito por Nelson de Sá às 21h22

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lula e o engarrafamento dos bilionários

Do blog de Guilherme Barros:

O 9º encontro dos empresários da América Latina, em Comandatuba, na Bahia, provocou um engarrafamento de jatinhos no minúsculo aeroporto de Una. Com uma pista apenas, tiveram que ficar esperando no ar sua vez para aterrissar. Um voo previsto para as 18h só aterrissou por volta das 22h. E Lula, principal palestrante da noite, levou meia hora para conseguir decolar de volta a São Paulo.

Em sua palestra, Lula "deu ênfase à economia, com muitos números, e evitou falar sobre Antonio Palocci".

Na plateia de "patriarcas, filhos e netos", entre muitas outras, "as famílias Slim, Cisneros e Marinho", que comandam as comunicações no México, na Venezula e no Brasil, respectivamente.

Um dia antes, em São Paulo, Marcelo de Carvalho, da Rede TV!, deu jantar em homenagem a Adriana Cisneros, filha de Gustavo Cisneros, informa Mônica Bergamo, na nota "Minha casa, sua casa".

Escrito por Nelson de Sá às 11h53

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Continua ganhando...

Do "Meio & Mensagem", com o título "Vida longa ao Orkut", sobre a rede social que acaba de estrear novo logo:

Ele já foi o assunto dominante entre os internautas brasileiros. No último ano, com o crescimento do Facebook e a chegada de outros, o Orkut parecia, segundo alguns especialistas, ter seus dias contados. Apenas parecia. Pesquisa realizada pela F/Nazca em parceria com o Datafolha, com o objetivo de mapear o consumo de mídia no Brasil, mostra que a rede não apenas sobrevive como continua ganhando, esmagadoramente: 80% dos internautas acessam o Orkut. Para comparação, o Facebook é acessado por apenas 14%. O estudo foi realizado com 2.203 pessoas, de 146 municípios, em novembro. 

No celular, "o Orkut só perde para o MSN, de mensagens instantâneas".

Escrito por Nelson de Sá às 10h42

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Volta atrás, na Cultura

No site Tele.Síntese, "MinC volta atrás e admite supervisionar Ecad":

O Ministério da Cultura poderá supervisionar o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição, mas sem intervencionismo, afirmou o coordenador de regulação em direitos autorais da pasta, Cristiano Lopes, na Câmara. Ele disse que a preocupação da ministra Ana de Hollanda é de ordem técnica, de que forma é possível fazer esse controle. Mas admitiu que o Ecad é alvo constante de denúncias e vê problema especialmente na arrecadação. Já no Senado, foi aprovada na terça uma CPI para apurar denúncias contra o Ecad.

E da ex-ministra do Ecad, Ana de Hollanda, ontem no Rio, à Folha:

Não estou mais preocupada com essa questão das turbulências que foram muito forjadas também. Agora, a imprensa já está compreendendo que houve uma turbulência meio provocada por motivos que não têm nada a ver com a questão cultural, e o importante é que a gente está trabalhando. O MinC está muito ativo.

Sobre a questão cultural, a coluna Mônica Bergamo informa que "só 7% dos brasileiros foram ao teatro em 2010", segundo pesquisa com mil pessoas em todo o país, da Fecomércio-RJ. E "não é o preço que afasta o público, mas a falta de hábito, citada por 42%".

Escrito por Nelson de Sá às 09h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Perto de anistia, desmatadores avançam

 

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 09h12

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Strauss-Kahn se demite após pressão dos EUA

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 08h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O melhor dos mundos?

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Ou na edição facsimilar, à pág. A10 (assinantes Folha).

 

Escrito por Nelson de Sá às 02h28

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Aumenta o desmatamento na Amazônia

Escalada do "Jornal Nacional":

As diferenças e os contrastes na educação brasileira. O JN no Ar mostra duas escolas de uma cidade do Nordeste. Ao vivo, vamos sortear o próximo destino da blitz da educação na região Centro-Oeste.
Divulgadas as datas para as inscrições em mais um Enem.
Novos dados apontam para um aumento surpreendente no desmatamento da Amazônia.
A Câmara rejeita convocação do ministro Palocci.
Aprovado cadastro nacional dos bons pagadores.
Franceses dizem que os corpos resgatados do voo 447 podem ser identificados. 
O governo americano bloqueia os bens do presidente da Síria nos Estados Unidos. 

E do "Jornal da Record":

Adolescência em perigo. Jovem de 15 anos mata namorada de 13 por causa de suposta gravidez.
Infância ameaçada. Governo pede ajuda da sociedade para combater abusos contra as crianças.
Reviravolta. Chefe do FMI acusado de estupro pode deixar a cadeia amanhã.
Parlamentares das bancadas religiosas vão avaliar cartilhas sobre homossexualismo. Ministro da Educação admite mudanças.
Amazônia devastada. Ministro anuncia gabinete de crise contra desmatamento.
Travessia ilegal. Caminhões superlotados de imigrantes são barrados nos Estados Unidos.
Batalha urbana. Desocupação de terreno termina em conflito.
Guerra na selva. Apesar dos esforços, conflito entre Farc e governo ainda não acabou.

Escrito por Nelson de Sá às 22h17

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

E tome iPad

"Para esta semana", o governo edita medida enquadrando tablets como computadores e portaria aprovando seu processo produtivo, o que vai trazer queda de 36% no preço, diz o ministro Paulo Bernardo, na Folha.

Ecoou na Bloomberg, anotando que é para "assegurar o investimento da Foxconn, fabricante do iPad da Apple, na maior economia da América Latina", mas também beneficia Positivo, Motorola e Samsung.

E os 100 mil empregos que a Foxconn anunciou que pretende criar no país, nos próximos cinco anos, "serão ocupados por brasileiros", garante Aloizio Mercadante no Terra, que registra, citando o ministro:

Outras duas chinesas estão aumentando investimentos. A ZTE monta fábrica de US$ 200 milhões em Hortolândia. A Huawei anunciou centro tecnológico de US$ 300 milhões em Campinas. 

Nos EUA, o All Things Digital informa que a "Apple ganhou algumas das grandes editoras de revistas, para que vendam assinaturas via iTunes" para o iPad, mas não "exclusividade" _e elas já começam a vender aplicativos para os tablets do sistema Android, do Google.

A partir de hoje, apps de sete revistas podem ser comprados no Galaxy, da Samsung, "via Next Issue Media, consórcio de cinco grandes editoras". Entre outros títulos, "Time" e "Fortune", da Time Warner, "The New Yorker", da Condé Nast, e "Esquire", da Hearst.

Escrito por Nelson de Sá às 12h03

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

De Slim e Marinho ao Foro de São Paulo

Lula faz palestra hoje à noite para "bilionários latino-americanos e seus herdeiros na ilha de Comandatuba, na Bahia". É o 9º Encontro de Empresários da América Latina - Pais e Filhos, realizado pelo mexicano Carlos Slim, dono da Net e da Claro.

Na plateia do ex-presidente, que vai receber R$ 250 mil, segundo o Radar, Roberto Irineu Marinho, da Globo, mais Eike Batista, Abílio Diniz, Joseph Safra, Pedro Moreira Salles, "acompanhados dos seus herdeiros".

Na sexta, ele faz nova palestra paga para "empresários, executivos e investidores", agora no Panamá.

Antes, na Nicarágua, Lula "faz palestra de graça" amanhã no 17º encontro anual do Foro de São Paulo, que ajudou a fundar e reúne os maiores partidos de esquerda da América Latina. É seu "único evento não remunerado", no dizer do "Estado".

Anteontem, encontrou-se com os presidentes de PT, PSB, PDT e PCdoB, que decidiram "institucionalizar" o grupo dos partidos de esquerda. Segundo o Panorama Político, a primeira das "reuniões periódicas" será realizada em Recife, daqui a 60 dias.

Escrito por Nelson de Sá às 10h19

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Edir Macedo mostra as garras

Ontem, a coluna Mônica Bergamo noticiou encontro de Marcelo Crivella, bispo da Igreja Universal e sobrinho de Edir Macedo, com outros senadores "para discutir texto alternativo ao projeto que criminaliza a homofobia" e que, dizem eles, "não tem chance".

E o Radar de Lauro Jardim destacou que o blog de Edir Macedo, dono da Record, publicou o post "Meus filhos não vão virar gays!", contra as cartilhas que o Ministério da Educação vai distribuir no segundo semestre, para debater a questão homossexual. Do suposto "obreiro anônimo":

É meu, somente meu, o direito de não desejar um filho gay! A Constituição me garante. Imagine esta cena: Seu filho chega à escola e, em plena sala de aula, a professora inicia uma nova lição que é debater um vídeo em que duas lésbicas falam sobre como é bom ser homossexual. E mais: nos livros didáticos, a professora lê, com seu filho, histórias com famílias gays, histórias de homens e mulheres bissexuais, transexuais e travestis. 

À noite, a escalada de manchetes do "Jornal da Record" destacou que "Pais reclamam de cartilha do Ministério da Educação. Eles acham que o material incentiva a homossexualidade entre adolescentes".

A apresentadora Janine Borba fala em "pais indignados, psicólogos preocupados e muita reclamação nas ruas do Brasil". Segundo o apresentador Celso Freitas, "é o que o Ministério da Educação conseguiu desde que anunciou a distribuição de cartilhas nas escolas".

E a repórter Renata Varandas anuncia "o medo de que esse material incentive crianças e adolescentes a adotarem uma postura homossexual".

Ricardo Feltrin informou que, "pela primeira vez desde que começou a medição de audiência, a Record derrotou a Globo em todos os programas matinais e fechou a manhã, das 6h à 12h, em primeiro lugar", ontem.

Por outro lado, Keila Jimenez informa que a novela "Insensato Coração", da Globo, "bateu recorde anteontem", com 41 pontos de audiência.

Escrito por Nelson de Sá às 09h26

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Palocci cita ex-ministros e tucanos em defesa

 

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 08h35

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

GE falhou em Fukushima e pode falhar nos EUA

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 08h03

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os seis emergentes

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Ou na edição facsimiliar, à pág. A8 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 07h06

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Record contra o "incentivo à homossexualidade"

Escalada do "Jornal Nacional":

A blitz da educação. A nova missão do JN no Ar. Nossos repórteres e um especialista mostram escolas de uma capital do Sudeste. Vamos sortear uma cidade nordestina que será visitada amanhã.
Promotora suspeita de simular desequilíbrio mental tem salários cortados em Brasília.
Vereadores do Rio compraram mais carros de luxo do que tinham informado.
Obras adicionais aumentam o custo da reforma do Maracanã para quase R$ 1 bilhão.
Procurador-geral da República declara que não há elementos suficientes para que se abra uma investigação sobre o aumento de patrimônio do ministro Palocci. Oposição insiste em explicações.
Rainha Elizabeth faz uma visita histórica à Irlanda.
Diretor do FMI passa noite isolado num presídio americano.
Investigadores franceses desmentem que já saibam as causas do acidente com o voo 447.
A levantadora Fernanda Venturini decide voltar às quadras de vôlei depois da aposentadoria. 

E do "Jornal da Record":

Manobra errada. A 15 metros de altura, carro com três pessoas despenca de um prédio.
UTIs em crise. Nossos repórteres encontram muitos doentes e poucas vagas.
Pais reclamam de cartilha do Ministério da Educação. Eles acham que o material incentiva a homossexualidade entre adolescentes.
Recompensa de R$ 11 mil e nenhuma pista. A polícia procura viúva acusada de planejar a morte de cinco ex-maridos.
A última imagem. Vídeo revela empresário chegando em motel. Loira que confessou o crime é transferida para presídio.
Os últimos passos. O "Jornal da Record" refaz o caminho dos brasileiros que entraram para as Farc e desapareceram na selva colombiana.

Escrito por Nelson de Sá às 22h41

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Blog, cidadão de segunda classe

O Google anunciou "expansão do Google News atrás de mais variedade". Diz já ser possível nos EUA ampliar a leitura dos posts para além do título, sem entrar no link de origem, e "personalizar" os resultados.

Mas o Search Engine Land acionou o alarme, "Atenção, blogs: o Google News ganha opção de tirar os blogs das buscas":

Agora, os blogs definitivamente se tornam cidadãos de segunda classe dentro do Google News, com uma opção para filtrá-los inteiramente. Chegou a hora de parar de ser blog?

Diz que a classificação como "blog", que é feita pelo próprio Google, não segue regra clara. E sugere caminhos para a reclassificação.

Escrito por Nelson de Sá às 11h47

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Heródoto e a representatividade

Do âncora Heródoto Barbeiro, no Meio & Mensagem e no Adnews, sobre o "Jornal da Record News", que estreia na próxima segunda:

Queremos acabar com a ideia do pensamento único e mostrar os fatos por diferentes ângulos. Eu quero ajudar a marca a ter a representatividade que ela merece. 

Vai dividir a bancada com Thalita Oliveira e dez colunistas, Adib Jatene, Beth Goulart, Bruno Motta, Cosme Rímoli, David Uip, Daniel Castro, Nirlando Beirão, Ricardo Kotscho, Roberto Macedo e Rubens Ewald Filho.

Além do telejornal, informa o "Estado", o âncora vai comandar o "Fórum", programa semanal descrito como "um 'Roda Viva' com espaço reservado a blogueiros", na plateia, e dois convidados.

Escrito por Nelson de Sá às 10h09

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

PT não defende Palocci

No "Valor", "Defesa tímida de Palocci expõe insatisfação do PT":

Reflete a insatisfação crescente com a condução da Casa Civil. Há queixas de falta de acesso, de não haver contato para discussão de projetos e de centralização das demandas, que precisam ser encaminhadas a Luiz Sérgio, visto cada vez mais sem função. 

A coluna de Ilimar Franco no "Globo" abre dizendo que "lideranças do PT consideravam ontem insuficientes as explicações dadas por Palocci".

E a coluna de Claudio Humberto fala em "fogo amigo", vê "petistas de SP particularmente felizes" e José Dirceu "também muito sorridente".

Por outro lado, informa o Painel de Renata Lo Prete, "cheio de contas a acertar e sabedor dos sentimentos que Palocci desperta em seu partido, o PMDB resolveu sair na frente na defesa do chefe da Casa Civil".

De Janio de Freitas:

As lavanderias que dão maiores lucros não lavam roupas. Lavam dinheiro. E não usam o nome lavanderia. Chamam-se consultorias. Contrabandistas e congêneres adotam sistemas próprios. Consultorias são preferidas e eficazes para quem precisa lavar dinheiro recebido de modo ilícito no exercício de função pública. 

Aliás:

Dizem até que também uma atividade muito protegida por si mesma, chamada imprensa ou jornalismo, tem exemplos na matéria.

Escrito por Nelson de Sá às 09h35

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma e Serra defendem Palocci

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 08h36

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Juíza nega fiança a Strauss-Kahn

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 08h21

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Começa a batalha

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Ou na edição facsimiliar, à pág. A8 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 07h30

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Oposição quer mais esclarecimentos de Palocci

Escalada do "Jornal Nacional":

Nova missão do JN no Ar. Investigar como estão as escolas municipais do Brasil. Em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, duas deles recebem a visita dos nossos repórteres e de um especialista. Ao vivo, vamos sortear o próximo destino da equipe na blitz da educação.
Anunciada uma nova regra para os bancos antes de devolver um cheque sem fundos.
O ônibus espacial Endeavour parte para a última missão.
Comissão de Ética Pública da Presidência diz que não há o que apurar sobre o patrimônio do chefe da Casa Civil, Antônio Palocci. Oposição insiste em mais esclarecimentos.
Vaticano divulga procedimentos para combater a pedofilia na igreja.
Franceses dizem que as caixas-pretas do voo 447 estão legíveis.
Japoneses retiram moradores num raio ainda maior em torno de Fukushima.
Negado pedido de liberdade por pagamento de fiança para o diretor do FMI, suspeito de violência sexual.
Presa no Rio a jovem que confessou ter estrangulado o amante no motel. 

E do "Jornal da Record":

Bonita, loira e de olhos verdes. Jovem de 18 anos confessa que estrangulou empresário em motel. Advogado diz que ela é doente.
Profissão, perigo. O drama de quem trabalha com medo do próximo assalto.
Polícia identifica mais um bandido em arrastão no Rio.
Chumbinho na cachaça. Moradores de rua tomam bebida envenenada e vão parar no hospital.
Escândalo sexual. Justiça nega pedido de liberdade para o chefe do FMI. Ele é suspeito de abusar de uma camareira.
Ovos e pontapés. Torcedores atacam carros dos jogadores do São Paulo.
A notícia comentada. Vem aí o novo "Jornal da Record News", com Heródoto Barbeiro.
Na reportagem exclusiva, a história dos brasileiros que vão lutar na guerrilha colombiana e nunca mais voltam. Nossos repórteres viajam ao país vizinho e revelam como é a guerra na selva.

Escrito por Nelson de Sá às 21h16

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

PNBL Acelerado

Na capa do "Valor":

A Telebrás assinou com a Petrobras para usar a malha de fibra óptica que percorre gasodutos no Plano Nacional de Banda Larga para o Sudeste. A malha alcança SP, Rio, Brasília e Belo Horizonte. Outros acordos deverão ser assinados em breve para Nordeste e Sul.

Do presidente da Telebrás, Rogério Santanna:

Agora estamos prontos para dar as primeiras ordens de serviço. As instalações iniciais de equipamento devem ocorrer em 30 dias. 

E no site Tele.Síntese:

O governo aposta na parceria entre Telebrás e operadoras privadas como forma de assegurar o avanço do PNBL este ano. Segundo o secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Cezar Alvarez, TIM/Intelig e GVT já manifestaram interesse em investir na implantação de rede onde não há fibras de Eletrobras ou Petrobras. 

Alvarez, que rebatizou o plano de PNBL Acelerado, diz que "avançar nessa área" é "recomendação expressa da presidente Dilma".

Escrito por Nelson de Sá às 10h53

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jornais pegam fogo no Brasil, na Índia

Do Media Shift, da PBS:

Se você gastar muito tempo nas redações americanas, pode contrair um caso sério de melancolia e perdição. Mas seria um erro acreditar que é assim no resto do mundo. Na realidade, em algumas regiões a indústria de jornais vive um boom

Destaca a América Latina, onde a circulação de jornais "cresce fortemente no Brasil (29%) e modestamente na Argentina e na Bolívia" e se mantém estável na Colômbia e no Chile, enquanto cai "mais de 12% nos EUA".

O "Globe and Mail" acrescenta que na Índia "o mercado de jornais está pegando fogo", ressaltando que o "NaiDunia" viu sua circulação saltar de 500 mil para 800 mil em dois anos.

Escrito por Nelson de Sá às 09h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Como é possível?

De Janio de Freitas, do Rio:

Negá-lo, ou fingir que não percebe, não altera a evidência: com a elevação de Lula acima de limites estaduais, Gilberto Kassab, senhoras e senhores, é o político mais importante de São Paulo. Não será isso um apelo bastante forte para os paulistas ilustrados e os nem tanto se entregarem, afinal, à reflexão que devem há tanto tempo, sobre si mesmos e sua relação com o Estado e o país? Nem uma só frase sua, nem uma só ideia sua o nome dessa eminência política, com tantos anos de trânsito na vida pública, traz à lembrança. E não é em algum lugar subalterno que Kassab se sobrepõe aos circunstantes. É no Estado das grandes universidades, do poder financeiro e econômico, da imprensa predominante em influência nacional. Como é possível que seja ele o relevo?

Escrito por Nelson de Sá às 08h13

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Não-assunto"

De Álvaro Pereira Jr. no Folhateen, sobre o metrô em Higienópolis:

Se não morasse tanto jornalista no bairro, esse não-assunto jamais teria destaque.

Escrito por Nelson de Sá às 08h03

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Polícia paulista procura morto em 1968

 

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 07h45

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Soldados israelenses atiram e matam palestinos

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 07h33

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Nakba

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Ou na edição facsimiliar, à pág. A8 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 06h15

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nelson de Sá Nelson de Sá é articulista da Folha de S.Paulo.
RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.