Nelson de Sá

Toda Mídia

 

Murdoch em apuros

O bilionário Rupert Murdoch, que já enfrenta ruidosa acusação criminal contra seus tabloides na Inglaterra, por grampo telefônico de políticos e celebridades, agora vê a Fox News acusada de atrapalhar uma investigação federal nos EUA.

Na notícia do "New York Times", "Chefe da Fox News instou funcionária a mentir, revelam documentos". Roger Ailes, que dirige o canal de notícias, teria sugerido que ela mentisse sobre o caso que tinha com um assessor de Rudolph Giuliani, para não prejudicar sua candidatura presidencial.

A coluna e o blog voltam na segunda-feira.

Escrito por Nelson de Sá às 11h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Da Globo para a Record

O jornalista Heródoto Barbeiro, da CBN, rádio de notícias da Globo, fechou com a Record e estreia em dois meses como âncora do canal de notícias Record News, informam UOL e Folha.com.

"Estará à frente de todo o processo de reformulação que a emissora pretende colocar em prática", escreve Flávio Ricco. "A saída da CBN não será nada fácil, uma vez que é um dos principais nomes da rádio", escreve Keila Jimenez. Ele estava na CBN desde antes da aquisição pela Globo e da mudança do nome, antes Excelsior.

Por outro lado, Lauro Jardim informa na Veja.com que hoje "será anunciada a rádio Estadão, na frequência ocupada pela Eldorado, tanto AM quanto FM", para "concorrer com CBN e BandNews".

PS - A rádio passa a se chamar Estadão ESPN, "fruto da parceria entre o grupo Estado e a ESPN Brasil", da americana Disney.

Escrito por Nelson de Sá às 11h05

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ameaça prender jornalista

Do blog de Ricardo Kotscho:

O grande jornalista paraense Lúcio Flávio Pinto, que há anos enfrenta os manda-chuvas do lugar, recebeu intimação do juiz Antonio Carlos Campelo, ordenando que deixe de publicar informações sobre o processo em que o Ministério Público Federal denuncia os donos de um grupo de comunicação por crime contra o sistema financeiro. Alegando que o processo corre em segredo, ameaça prender o jornalista caso volte a escrever.  

A reportagem "Jornalista do Pará é proibido de publicar reportagem" informa que "a Justiça confirmou o envio do documento, mas disse que não poderia confirmar seu conteúdo" e "não informou quem pediu".

Escrito por Nelson de Sá às 10h25

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O abjeto, o melífluo e a pessoa de idade avançada

De Fábio Koff, presidente do Clube dos 13, sobre Ricardo Teixeira, presidente da CBF, e Marcelo Campos Pinto, da Globo Esportes, em declarações ao colunista Juca Kfouri:

Esta ruptura do Clube dos 13 é coisa do Ricardo e do Marcelo. Eles são vizinhos de sítio e tramam tudo nos churrascos que fazem... Na hora de pensar no contrato do Brasileiro, fui ao Cade tratar do direito de preferência da Globo, que inviabilizava qualquer concorrência. Foi a vez de o Marcelo não me perdoar. Azar dele. Montamos uma comissão de negociação que fiz questão de dividir com dois eleitores que votaram em mim e dois que não votaram. O resultado do trabalho é precioso. Só me resta lutar até o fim. Se cair, cair de pé. 

Descreve Teixeira como "tão poderoso como abjeto". E Campos Pinto como alguém que "não está acostumado a ser contrariado" e responde a questionamentos "muito irritado" ou com "aquela coisa melíflua que ele faz sempre que é pego em flagrante".

Os dois "disseram que o fórum mais adequado para responder é a Justiça", mas o executivo da Globo "acabou por tecer comentários a respeito de Koff", em declarações a Eduardo Ohata, do Painel FC:

Somente posso atribuir o seu comportamento à atitude de uma pessoa de idade avançada, que nos últimos tempos vem dando demonstrações públicas de um total desequilíbrio.

Escrito por Nelson de Sá às 09h47

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Revolta ameaça mercados das empresas brasileiras

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 09h13

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sauditas buscam acalmar pânico do petróleo

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 08h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Do front

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Na edição digital, à pág. A10 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 08h45

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Técnico da seleção da Líbia volta para o Brasil

Escalada do "Jornal Nacional":

Cento e catorze brasileiros que trabalhavam ou moravam na Líbia foram levados para Malta. O técnico da seleção do país, Márcio Paquetá, voltou para o Brasil e conta o que viveu durante esses dias de protesto contra o governo de Muamar Gaddafi.
Um bombeiro atirou em dois bandidos e impediu que eles levassem o dinheiro de uma mulher que saía de um banco em São Paulo. Ela tinha acabado de sacar R$ 4 mil. Seria o quarto caso em apenas uma semana.
Você vai ver também:
Como foi a aprovação no Senado do valor do novo salário mínimo.
A terceira reportagem da série sobre o Oscar. Dois filmes tratam de um assunto que costuma mexer com os críticos e trazer bons resultados: a família.

Escrito por Nelson de Sá às 22h14

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Globo e CBF venceram

Da reportagem "Racha no Clube dos 13 ameaça Campeonato Brasileiro na TV", de Eduardo Ohata e Martín Fernandez:

A Globo e a CBF venceram este round. O C13 corre risco de ser extinto. A debandada se deu no dia em que preparou o edital que nortearia o contrato do Brasileiro. Para a negociação, não há mais a "cláusula de preferência" que permitia à Globo tomar conhecimento de outras propostas e igualar. A cláusula foi derrubada pelo Cade. Ontem, assim que Corinthians e os quatro do Rio saíram, a Globo afirmou que não faria proposta. "A emissora saiu de sua zona de conforto ao perder a cláusula de preferência", criticou Ataíde Gil Guerreiro, diretor-executivo do C13. "Não quer fazer a concorrência com a lisura e a transparência que queremos."

Deflagrou-se uma guerra de acusações. "Desde quando caiu a cláusula, a Globo passou a emprestar dinheiro para os clubes, como forma de pressioná-los", atacou Guerreiro. Extraoficialmente, a cúpula da emissora replicou que é uma prática do C13 -incentivar que os clubes se endividem para servir como avalista. A Globo afirmou que o montante que emprestou aos clubes "é ínfimo".

Escrito por Nelson de Sá às 09h46

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Guardian", "NYT" e a derrota de Assange

No alto do "Guardian", "Assange perde processo de extradição" e "terá de enfrentar acusações de estupro na Suécia".

E do "New York Times", "Tribunal ordena extradição de Assange para a Suécia", para "enfrentar acusações de abuso sexual".

Escrito por Nelson de Sá às 09h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Petróleo dispara. Arábia Saudita distribui benesses

 

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 08h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cai a influência da Arábia Saudita. E sobe a do Irã

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 08h14

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Prepare-se

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Na edição digital, à pág. A16 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 07h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Instabilidade mexe com a cotação do petróleo

Escalada do "Jornal Nacional":

A Líbia no centro do mundo. Oposicionistas avançam no controle de novas cidades. O presidente dos Estados Unidos diz que prepara todas as opções para combater a crise. A instabilidade mexe com a cotação internacional do petróleo. E nossos repórteres ouvem brasileiros que conseguiram deixar o país de Muamar Gaddafi.
O Senado vota o valor do novo salário mínimo.
E a Nova Zelândia procura sobreviventes do terremoto de ontem. 

E do "Jornal da Record":

O golpe da ''saidinha'' mais uma vez tem um fim trágico em São Paulo. Homem é baleado e morre ao sair do banco.
Seguranças confundem clientes com ladrões e humilham as vítimas.
Barraco no funk. Verônica Costa é suspeita de torturar o marido.
Bate-boca no Senado. É a votação do salário mínimo.
Revolta na Líbia. Militares desobedecem ordem de Gaddafi para atacar manifestantes. A fuga de brasileiros e portugueses do país.
No topo do mundo. Nossos repórteres convivem com tribos indígenas em comunidades remotas do Nepal.

Escrito por Nelson de Sá às 22h12

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Concorrência, não

Com a manchete acima, a Globo saúda que Vasco, Flamengo, Botafogo e Fluminense abandonaram a licitação do Clube dos 13.

E o "Corinthians também deve romper".

Escrito por Nelson de Sá às 11h14

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Record menos Universal

O Radar informa que, "sem alarde, desde segunda a Igreja Universal perdeu espaço na Record", à tarde, nas afiliadas de Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e outras. O motivo seria audiência baixa. Mas "a pregação continua firme nas madrugadas de toda a rede", a partir de 1h.

Escrito por Nelson de Sá às 10h40

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Entre a Globo e o Cade 2

O Clube dos 13 bem que tentou resistir à pressão da Globo para adotar, na licitação do Campeonato Brasileiro de 2012 a 2014, "valores intangíveis" como histórico de relacionamento ou audiência, informou ontem a coluna Mônica Bergamo. No dizer dos dirigentes:

A Globo sempre foi ótima, mas a concorrência é neutra, todas as emissoras têm que ser igualadas, todos têm que largar igual

Porém logo em seguida o Corinthians deixou o C13. E depois de levar a Taça das Bolinhas "o próximo passo da aliança entre Flamengo e CBF é a desfiliação do C13", acrescentou Bernardo Itri, do Painel FC.

Assim, segundo o blog de Juca Kfouri, "o Clube dos 13 acaba de decidir que haverá ágio a favor da Globo de 10% na TV aberta, ou seja, se a Globo oferecer R$ 500 milhões e a Record R$ 549 milhões, a Globo leva, em correta decisão sobre a intangibilidade da líder de audiência".

Como última instância, resta o Cade. Keila Jimenez, ecoada no Blue Bus:

O Ministério Público e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica prometem ficar de olho. Após longo processo, o Cade determinou a extinção da cláusula de preferência da Globo. O não cumprimento resultaria em multa de R$ 800 milhões. No Cade há o entendimento de que, se a licitação ferir a livre concorrência, o processo pode ser reaberto e a multa -hoje na casa dos R$ 2 bilhões- aplicada. 

Mais aqui.

Escrito por Nelson de Sá às 09h54

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Algo impensável até há pouco: Arábia Saudita

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 09h10

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Oriente Médio balança os mercados

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 08h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Do caos ao vácuo

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Na edição digital, à pág. A12 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 07h40

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Na Globo, São Paulo perde a Taça das Bolinhas

Escalada do "Jornal Nacional":

Aumenta a pressão internacional para a Líbia parar com a matança de opositores. O ditador ressurge na televisão e diz que não deixará o poder.
Nova Zelândia. Terremoto provoca destruição e deixa dezenas de mortos.
Rio de Janeiro. Presa a mãe do recém-nascido que foi jogado em um córrego.
Uma história emocionante. Nas enchentes na região serrana, uma adolescente grávida foi resgatada de helicóptero. Seis semanas depois, encontra o aposentado que mandou ajuda para o bebê.
A Justiça determina que o São Paulo Futebol Clube devolva a Taça das Bolinhas à Caixa Econômica Federal.
Os organizadores anunciam novidades no Rock in Rio 2011.
O JN no Ar mostra o medo no interior do Nordeste. Roubos de bancos com explosivos se multiplicam em vários Estados. 

E do "Jornal da Record":

Interferência de rádios clandestinas atrapalha pousos e decolagens no Rio.
O flagrante do acidente na hora do pouso. Pneu estoura e avião sai da pista em Belém.
No Recife, aeronave cai sobre carros.
Dia de herói. Ladrão leva carro com bebê de três meses, mãe pede ajuda a taxista e consegue salvar o filho.
Até a última gota de sangue. Gaddafi diz que nunca deixará o poder e vai morrer como mártir.
A terra treme na Nova Zelândia, soterra e mata dezenas de pessoas. Um brasileiro conta como foi.
Sabor da terra. Nossos repórteres revelam como os cardápios regionais fazem sucesso na merenda escolar.

Escrito por Nelson de Sá às 21h34

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Baidu, Panguso, Google não

A agência chinesa Xinhua lançou hoje, em conjunto com a também estatal China Mobile, o site Panguso, "uma ferramenta de buscas precisas por notícias, sites, fotos, vídeo e áudio", em mandarim. Estreia num mercado dominado pelo privado Baidu.

Para a agência americana Associated Press, o Panguso oferece uma "visão higienizada da internet, depois que o Google fechou sua ferramenta baseada na China no ano passado, por causa de censura".

Escrito por Nelson de Sá às 12h07

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Entre a Globo e o Cade

O Painel FC publica que o presidente do Corinthians, Andres Sanchez, "confirmará hoje sua desfiliação do Clube dos 13" e "disse ter sido pressionado na disputa entre Globo, Record e Rede TV!" pelos direitos do Campeonato Brasileiro de 2012 a 2014.

Ataíde Guerreiro, diretor-executivo do C13 e responsável pela licitação dos direitos de transmissão, reage lembrando que o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) "pode aplicar uma multa caso os clubes deixem a entidade".

No final do ano passado, sob ameaça de multa milionária, a Globo aceitou um "acordo" com o Cade, do Ministério da Justiça, para permitir a concorrência nos direitos de transmissão de futebol.

Do blog Outro Canal:

Fontes ligadas à Globo garantem que Corinthians e Flamengo já confirmaram à emissora que deixarão o C13, caso a Globo fique fora da transmissão. Juntos eles poderão formar uma nova entidade ou deixar que a CBF comercialize os direitos dos seus jogos.  

Mas hoje "a turma do marketing do Corinthians se reunirá com representantes da Record, a maior concorrente da Globo na licitação".

Escrito por Nelson de Sá às 10h56

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Diplomatas, militares e tribos desertam Gaddafi

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 09h10

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Desesperado, Gaddafi ataca com fúria

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 08h57

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

É o fim?

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Na edição digital, à pág. A10 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 07h03

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Governadores pedem a volta da CPMF

Escalada do "Jornal Nacional":

Mais de 40 anos de ditadura na Líbia. E o mundo acompanha o que pode ser o fim do regime de Gaddafi. Diplomatas líbios deixam seus cargos em protesto contra o aumento da repressão violenta aos manifestantes.
A instabilidade no Bahrein provoca suspensão da corrida de Fórmula 1.
Mais de cem baleias morrem encalhadas na Nova Zelândia.
As Nações Unidas apresentam uma fórmula para financiar a proteção mundial do meio ambiente.
A CBF reconhece o título do Flamengo no Brasileiro conquistado em 1987.
Nova medida tenta garantir a qualidade do café consumido no país.
Policiais caçam ladrões de banco que atacam nos Estados do Norte e Nordeste.
O próximo destino do JN no Ar. 

E do "SBT Brasil":

Dia de protestos pela morte de moradores no maior conjunto de favelas de Belo Horizonte.
No Rio, uma estudante morre ao cair do trio elétrico.
Temporal atinge São Paulo. E a temperatura cai 14 graus em duas horas.
Aviões militares disparam contra manifestantes na Líbia. 250 pessoas já morreram.
Presidente Dilma Rousseff cria o Ministério da Micro e Pequena Empresa.
Governadores do Nordeste pedem à presidente a volta da CPMF.
Lei que obriga agências a usar divisórias para evitar crimes na saída dos bancos é aprovada em São Paulo.
CBF reconhece que o Flamengo foi campeão brasileiro em 87 e esquenta a briga com o São Paulo por causa da Taça das Bolinhas.

Escrito por Nelson de Sá às 22h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"NYT" e a explosão de opinião

Com eco por Romenesko, Cutline e Playbook, o editor-chefe e o editor de opinião do "New York Times", Bill Keller e Andrew Rosenthal, anunciaram um novo caderno de domingo, em substituição ao "Week in Review". Será dirigido por Rosenthal, mas "parte da equipe será ancorada na redação".

Reunirá editoriais, colunistas, análises da redação, "artigos clássicos de Op-Ed" e seção de leitores "muito ampliada". E o projeto será seguido de "grande expansão da opinião on-line", com "ainda mais vozes, vídeos, gráficos, arte, mais interação social, mais tudo". Afinal:

A opinião está explodindo on-line... É uma área que temos liderado há muito tempo e que vamos continuar a liderar no futuro.

Escrito por Nelson de Sá às 12h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Folha, 90

No "M&M", entrevista com o presidente do Grupo Folha, Luís Frias.

Escrito por Nelson de Sá às 11h04

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Globo & Andres Sanchez

Bernardo Itri, do Painel FC, informa que a Globo tenta contornar a concorrência do Clube dos 13, para o Campeonato Brasileiro de 2012 a 2014, e "negociar diretamente com os clubes".

O presidente do Corinthians, Andres Sanchez, cujo mandato vai só até o final de 2011, anuncia que já estuda "meios para a desfiliação do C13". Mas o presidente do Atlético de Minas, Alexandre Kalil, reage:

Isso vai causar um prejuízo ao futebol que não se recupera em 20 anos... Caso o Corinthians não assine com todos, é simples: quando vier jogar com o Atlético, a emissora deles não transmite. 

Ao fundo, o diretor de marketing do Corinthians, Luiz Paulo Rosenberg, candidato a vice na chapa da situação, prevê que a definição dos "naming rights" do novo estádio sai em 2012, em negociação que ele pretende comandar. Prevê obter R$ 30 milhões anuais do patrocinador:

Se a Globo falar o nome do estádio, eu consigo. E a Globo é parceira do Corinthians há muito tempo. 

De sua parte, a Record reage com entrevista de ataque a Andres Sanchez no "Esporte Fantástico", no último sábado.

Escrito por Nelson de Sá às 09h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ditadura líbia ameaça com "guerra civil"

 

 

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, OG e ESP. Para os sites, FSP, VEOG e ESP.

Escrito por Nelson de Sá às 09h24

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

China pisca no G20, mas diz manter ritmo no câmbio

 

 

Para as edições, NYT, CD, WSJ Asia e FT. Para os sites, NYT, CD, WSJ e FT.

Devido ao feriado, o WSJ não sai hoje nos EUA.

Escrito por Nelson de Sá às 08h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Benghazi, Trípoli e a China

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Na edição digital, à pág. A12 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 07h46

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nelson de Sá Nelson de Sá é articulista da Folha de S.Paulo.
RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.