Nelson de Sá

Toda Mídia

 

Aos navegantes

Saio de férias. A coluna e o blog voltam no dia 24 de janeiro.

Escrito por Nelson de Sá às 12h40

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bradley Manning

Julian Assange foi libertado, sob condições, e ainda é alvo do Departamento de Estado e do Departamento de Justiça dos EUA.

Mas a atenção se volta agora para Bradley Manning, analista de inteligência acusado de vazar os documentos e que está preso há sete meses em cela solitária pelo Departamento de Defesa.

Segundo o "Guardian", sua saúde "mental e física" está decaindo. Não é mais o jovem "brilhante que foi, apesar dos esforços para mantê-lo intelectualmente ativo". Não tem liberdade para se exercitar ou ver TV, não tem direito sequer a um travesseiro. Amigos seus têm sido seguidos e assediados _e um relata ter recebido oferta de suborno.

Escrito por Nelson de Sá às 12h02

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

R$ 1 bilhão

Nas manchetes dos sites de propaganda, "Yole Mendonça assume publicidade do governo". Ela já era "a segunda na hierarquia" havia três anos, com função de "coordenar o planejamento de investimentos em mídia e gerenciar o cadastro de veículos habilitados a receber inserções".

Agora será a secretária-executiva da futura ministra Helena Chagas, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência. Antes da Secom, Mendonça foi gerente de ações institucionais do Banco do Brasil. Antes ainda, foi gerente de marketing e comunicação da Previ, o fundo de pensão dos funcionários do banco. Agora:

Será responsável por um orçamento anual de R$ 1 bilhão. 

Ao lado de Ottoni Fernandes Jr., que vai substituir, ela implementou a "descentralização dos recursos publicitários", uma das principais ações do governo Lula no setor, segundo balanço de Venício Lima, da UnB.

Escrito por Nelson de Sá às 11h08

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Modernização e os três fantasmas

De Mariana Mazza, no site Teletime, sob o título "Fantasmas ainda assombram debate sobre novo marco legal das comunicações":

O Senado promoveu debate sobre o projeto com representantes dos diversos segmentos. Mesmo sob aparente consenso de que a modernização é necessária, os "fantasmas" que rondam o novo marco voltaram a aparecer. A metáfora foi citada por praticamente todos os debatedores, pró ou contra. O senador Roberto Cavalcanti (PRB) resumiu as assombrações em uma tríade: a "jamanta", o temor de que as teles acabem massacrando a radiodifusão com seu poder financeiro; a internet, que acabaria com o modelo de negócios usado pelas empresas de mídia; e os atentados à liberdade de imprensa, argumento das empresas de comunicação que temem que a regulação seja apenas uma forma de censura.

A Associação Nacional de Jornais e a Associação Brasileira das Emissoras de Rádio e Televisão foram claras ao expressar suas preocupações. O representante da ANJ, Paulo Tonet, pediu maior atenção à internet e à necessidade de preservar os direitos autorais do material jornalístico. O alvo da Abert, representada por Luis Antonik, também foi a internet, mas a mera proposta de uma regulação foi criticada. "Não podemos abrir mão do princípio da menor interferência do governo na iniciativa privada." Mas os grandes grupos não estão completamente alinhados. A Associação Brasileira de Radiodifusores defendeu debater a modernização das regras e sugeriu que o PLC 116 -que trata de TV paga e audiovisual- seja incorporado. "Podemos preservar um modelo de sucesso com relação à radiodifusão, mas também conseguir avanços", afirmou Kalled Adib, da Abra. "Com relação ao medo de censura, me desculpem, mas acho que já passamos dessa fase."

Para o professor Murilo Ramos, da UnB, a discussão de um novo marco é sadia não apenas para a comunicação em si, mas para reordenar todo o setor frente aos avanços tecnológicos. "Mesmo a Lei Geral de Telecomunicações, que tem apenas 13 anos, precisa ser revisitada, porque foi feita com uma base de universalização da telefonia fixa. E o STFC (Serviço Telefônico Fixo Comutado) é um serviço evanescente. Não podemos adiar mais essa reforma. Espero que ocorra já no primeiro ano da presidente Dilma."

Escrito por Nelson de Sá às 10h06

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Brasileiros comem mais e pior, revela IBGE

 

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, ESP e BE. Para os sites, FSP, VE, ESP e BE.

Escrito por Nelson de Sá às 09h46

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Contra hipocrisia, Cabral defende legalizar jogo

Para as edições, OG e OD. Para os sites, OG e OD.

Escrito por Nelson de Sá às 09h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

China e Índia acertam comércio e contato político

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h20

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

87%

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Na edição digital, à pág. A15 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 08h18

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Fundador do WikiLeaks deixa a prisão

Escalada do "Jornal Nacional":

Vai para a cadeia um suspeito de encomendar o assassinato do prefeito de Jandira. É o secretário municipal de Habitação.
Preso em Brasília o fundador da empresa aérea Gol, Nenê Constantino.
Uma pesquisa mostra por que tanta gente não está conseguindo pagar suas dívidas em dia.
Agência Nacional de Energia Elétrica decide não devolver o que foi cobrado a mais de conta de luz.
O IBGE apura que os brasileiros estão consumindo mais açúcar e gordura e comendo menos em casa.
Fundador do WikiLeaks deixa a prisão em Londres.
Votos em candidatos barrados pela Lei da Ficha Limpa serão anulados.
Aprovação do governo Lula bate mais um recorde.
Carro desgovernado invade um bar e mata uma pessoa em São Paulo.
Mundial de Natação em piscina curta. Dois brasileiros conquistam medalha no segundo dia de competição. 

Do "Jornal da Record":

Fatalidade no centro de São Paulo. Carro invade bar e atinge duas pessoas, uma morre.
Exclusivo. Na última entrevista dias antes de morrer, o líder dos camelôs de São Paulo denunciou corrupção.
Crime em família. Fundador da Gol é preso sob acusação de encomendar a morte de seu ex-genro.
A Justiça solta o criador do site que divulgou documentos secretos do governo americano.
Traficante é preso 18 dias depois de fugir do Complexo do Alemão, no Rio.
Fim de ano de 2010 oferece mais empregos temporários que nos anos anteriores.
Na Argentina, o que o turista não vê. Nossos repórteres encontram uma cracolândia.
O "Jornal da Record" na 25 de Março. Como começa e termina o dia dos sacoleiros profissionais. 

E do "SBT Brasil":

O Ministério Público denuncia humilhação de soldados em treinamento da Aeronáutica.
Nenê Constantino, um dos empresários mais ricos do país, é preso por suspeita de matar o genro.
O fundador do site WikiLeaks paga fiança e sai da cadeia.
A Justiça Federal diz que o exame de ordem da OAB é inconstitucional.
Escutas telefônicas levantam a suspeita de compra de votos da eleição do governador de Roraima.
Mais da metade dos alunos do ensino fundamental e médio já experimentaram drogas.
Tecnologia e artesanato na cidade que tem a decoração de Natal mais famosa do mundo.

Escrito por Nelson de Sá às 21h15

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Liberdade

O juiz inglês proibiu "tweets" na sala de audiência, mas confirmou a liberdade sob fiança para Julian Assange. Ele sai da cadeia em algumas horas ou talvez amanhã, informa o "Guardian", com a foto.

Mas o governo americano não desiste. Segundo o "New York Times", o Departamento de Justiça "está buscando provas de conspiração nos primeiros contatos de Assange com o analista de inteligência suspeito de vazar os documentos". Quer descobrir "se encorajou ou até ajudou o analista", o que permitiria processar Assange por espionagem, com base em lei de 1917 que prevê a pena de morte.

Escrito por Nelson de Sá às 12h04

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Globo vs. teles

O projeto de lei que cria novas regras para TV paga, informa o Teletime, "fica mesmo para a próxima legislatura". Foi o que disse o líder do governo no Senado, Romero Jucá, justificando não ter chegado a acordo com a oposição de Demóstenes Torres, do DEM.

Segundo o blog de Daniel Castro no R7, "apesar de oficialmente a favor do PLC 116, a Globo fez nos últimos dias uma discreta, porém intensa, campanha de bastidores contra a aprovação". As novas regras eliminam limitações ao capital estrangeiro e criam cotas de conteúdo nacional:

A Globo é oficialmente a favor porque tem acordo com a Telmex para a venda de sua participação na Net. Mas vem trabalhando contra porque teme que o crescimento da TV paga prejudique a TV aberta. A campanha está sendo coordenada por Evandro Guimarães, vice de assuntos institucionais da Globo. Ele tem falado com senadores e principalmente com afiliadas, controladas por políticos ou que têm grande influência sobre políticos. Estava pedindo para não votarem o projeto, adiando sua aprovação, que parece inevitável. 

Para a próxima legislatura, segundo o blog de Paulo Henrique Amorim, também da Record, "encolheu a bancada da Globo" no Senado.

A Telefónica informou ao "Meio & Mensagem" e ao "Valor" que, "caso o projeto seja aprovado, tem interesse em adquirir a fatia da TVA que ainda não possui", do grupo Abril. A TV paga será prioridade da tele espanhola, diz o presidente do Grupo Telefônica Brasil, Antonio Carlos Valente:

2011 será o ano da massificação da TV. 

"Embora não admita", segundo o "M&M", outra prioridade é ampliar a rede de fibra ótica, "por conta da entrada da GVT na cidade de São Paulo, com ofertas agressivas de voz e banda larga já no primeiro semestre".

Escrito por Nelson de Sá às 11h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Juntos, Brics passam a ter poder de veto no FMI

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, ESP e BE. Para os sites, FSP, VE, ESP e BE.

Escrito por Nelson de Sá às 10h08

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

R$ 26.723,13 por mês, para cada um

Para as edições, OG e OD. Para os sites, OG e OD.

Escrito por Nelson de Sá às 09h59

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

EUA não sabem o que fazer no Afeganistão

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O balanço dele

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Na edição digital, à pág. A12 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 09h22

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Aumento para eles. E o balanço do governo dele

Escalada do "Jornal Nacional":

Os números da insegurança pública. Quase metade da população brasileira não se sente protegida na cidade onde vive.
A polícia de São Paulo prende os suspeitos do assassinato de um casal, a filha e o genro das vítimas.
Mais de nove mil alunos refazem provas do Enem em 17 Estados.
Deputados e senadores aprovam aumento para eles, para o presidente e para os ministros.
Nos Estados Unidos, novo ataque de um atirador acaba em morte em uma escola.
Confirmados nomes de mais quatro ministros do governo Dilma.
O presidente Lula apresenta o balanço do governo dele.
Oscar Niemeyer comemora o aniversário inaugurando projeto.
Cientistas anunciam um jeito surpreendente de enganar o apetite para comer menos. 

E do "Jornal da Record":

Exclusivo. O momento em que a filha do casal assassinado na Grande São Paulo é presa. Ela e o marido são apontados como autores do crime.
Mulher fica quatro meses com um pedado de maçaneta na cabeça.
Dilma anuncia novos ministros. E deputados aprovam salário de quase R$ 27 mil para parlamentares e todo o primeiro escalão do governo.
Sangue e fogo. É a violência de mais um protesto na Grécia.
Vinho e carne. É a paixão argentina que conquista os turistas brasileiros.
O "Jornal da Record" na 25 de Março. A dez dias do Natal, a muvuca no maior centro de comércio popular do Brasil.

Escrito por Nelson de Sá às 21h01

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Por mudar nossas vidas"

Da "Time":

Por conectar mais de meio bilhão de pessoas e mapear as relações sociais entre elas; por criar um novo sistema de troca de informações que se tornou indispensável e às vezes assustador; e finalmente por mudar a maneira como todos nós vivemos nossas vidas de maneiras que são inovadoras e até otimistas, Mark Elliot Zuckerberg é a pessoa do ano da "Time".

 

 

 

Escrito por Nelson de Sá às 12h05

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

WikiLeaks e os negócios por aqui

Da coluna Mônica Bergamo, sob o título acima:

Clifford Sobel, ex-embaixador e autor de telegramas enviados daqui para os EUA e divulgados pelo WikiLeaks, jantava anteontem com amigos no Fasano. Além de comprar um apartamento em São Paulo, quer fazer negócios por aqui. Sobel fez fortuna como CEO de empresas de tecnologia de Nova Jersey, entre elas a Net2Phone, que fornece programa para ligações telefônicas via internet. 

Foi Sobel quem, entre outros despachos já divulgados, relatou a conversa de que o caça da Boeing "era o melhor" na visão da FAB, em 2009.

Em uma primeira avaliação sobre "o que prometem os papéis", Janio de Freitas destacou eventuais revelações sobre a "conciliação" entre a embaixadora em 2002, Donna Hrinak, e José Dirceu:

Muito hábil, Hrinak compôs com Dirceu os termos de um acordo em torno do ex-presidente do BankBoston. Recém-chegado de sua longa vida nos EUA, Henrique Meirelles, como pessoa de confiança do governo americano e do sistema financeiro, conduziria a política monetária com dois privilégios sem precedente: seria indemissível e com poderes de plena autonomia no BC. Acordo cumprido.

Alguns telegramas de Hrinak, sobre a interlocução em 2002 e a viagem de Dirceu aos EUA para "contatos com investidores",  já foram noticiados pelo "Valor" há dois anos.

Folha e outros também já noticiaram que, após deixar a embaixada em 2004, Hrinak intermediou encontros da Kroll Inc. com Dirceu e outros _em meio às denúncias de que a "empresa de consultoria de risco" teria investigado autoridades brasileiras a mando do Opportunity.

Hoje ela trabalha para a "consultoria estratégica" McLarty Associates, do ex-chefe de gabinete de Bill Clinton, Mack McLarty. É também diretora de "Assuntos Governamentais da América Latina" na PepsiCo e de "Assuntos Corporativos para América Latina" da Kraft Foods.

Escrito por Nelson de Sá às 11h09

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Legalização dos bingos é rejeitada

 

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, ESP e BE. Para os sites, FSP, VE, ESP e BE.

Escrito por Nelson de Sá às 10h23

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cabral defende mudar legislação do aborto

Para as edições, OG e OD. Para os sites, OG e OD.

Escrito por Nelson de Sá às 10h15

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Crescem os imigrantes nos subúrbios americanos

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Apartheid

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Na edição digital, à pág. A11 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 09h31

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Internacional perde para time africano

Escalada do "Jornal Nacional":

Vende-se uma instituição habilitada para receber dinheiro público. A Controladoria Geral da União investiga a suspeita de fraude.
A Polícia Rodoviária Federal apreende remédios à venda para caminhoneiros que precisam se manter acordados nas estradas.
Um problema a mais para São Paulo na chuva. Árvores caídas param o trânsito na cidade que precisa de verde.
O comércio comemora outra alta nas vendas.
Sobe o preço do seguro obrigatório de veículos.
Impostos pagos pelos brasileiros batem novo recorde.
Primeiro-ministro da Itália escapa de perder o cargo.
César Cielo se apronta para mais um desafio internacional em piscinas curtas.
O Internacional é derrotado na semifinal do mundial da Fifa. 

Do "Jornal da Record":

Polícia resgata bebê de sete meses que tinha sido roubado.
Notícias da saúde do brasileiro. Cai a mortalidade entre grávidas. Tem menos criança passando fome, mas a obesidade dispara.
Dilma Rousseff faz 63 anos e é homenageada em Porto Alegre.
Vitória política de Berlusconi provoca manifestação violenta em Roma.
O "Jornal da Record" na 25 de Março. Os camelôs no principal comércio popular do Brasil.
Na reportagem especial, turistas brasileiros invadem a Argentina atrás de bons preços.
Zebra histórica. Internacional perde para time africano e está fora do mundial de clubes. 

E do "SBT Brasil":

Adeus ao título. Internacional perde para time africano e está fora do mundial interclubes.
As crianças brasileiras estão menos desnutridas, e os adultos se tornando obesos.
O deputado que comparou uma militante de direitos humanos a uma nazista.
Inglaterra liberta fundador da WikiLeaks, mas a Suécia recorre.
Italianos querem Silvio Berlusconi fora do governo.
Depois de cinco anos de silêncio, sinos de catedral de São Paulo voltam a bater.

Escrito por Nelson de Sá às 21h08

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Assange e os instrumentos dos EUA

De Julian Assange, do WikiLeaks, em nota:

Continuo firme nos ideais que expressei. As circunstâncias não irão abalá-los... Sabemos agora que Visa, Mastercard, Paypal e outras são instrumentos da política externa dos EUA. Não é algo que sabíamos antes... Estou pedindo ao mundo para que proteja meu trabalho e minha equipe desses ataques ilegais e imorais. 

O "Guardian" segue ao vivo a audiência em Londres, também via Twitter de Heather Brooke, com permissão inédita do juiz. Acima, foto de Assange no carro da polícia, ao chegar à corte, tirada por Carl Court, da AFP.

PS 13h30 - Assange foi libertado sob fiança, com condicionantes.

Escrito por Nelson de Sá às 11h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Big Oil", José Serra & Globo

Em destaque nos blogs de Luis Nassif e Luiz Carlos Azenha, a omissão pelas Globos da relação do tucano com Chevron e Exxon, no lobby contra as novas regras do pré-sal, revelado pelo WikiLeaks.

Escrito por Nelson de Sá às 10h17

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lei que libera bingo favorece crime organizado

Para as edições, FSP/índice, VE/índice, ESP e BE. Para os sites, FSP, VE, ESP e BE.

Escrito por Nelson de Sá às 09h54

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bradesco terá agências em dez morros

Para as edições, OG e OD. Para os sites, OG e OD.

Escrito por Nelson de Sá às 09h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Juiz rejeita o centro da reforma na saúde de Obama

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h35

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A transformação

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje, com links (assinantes Folha e UOL). Na edição digital, à pág. A8 (assinantes Folha).

Escrito por Nelson de Sá às 09h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Alagamentos na capital paulista

Escalada do "Jornal Nacional":

Nove dias para o verão. No Sul e no Centro-Oeste, os brasileiros são surpreendidos pela queda brusca de temperatura. Além do frio, o vento. E além do vento, a chuva. Árvores derrubadas e ruas alagadas levam transtornos a milhares de pessoas na segunda-feira.
Volume de dívidas em atraso dá um salto em novembro.
Impostos desestimulam o consumo de alimentos saudáveis no Brasil.
Anunciadas as regras para a declaração do ano que vem.
Um dos maiores projetos do governo Obama sofre uma derrota na Justiça.
A oposição pede o afastamento da relatora do Oorçamento do Congresso.
Presos mais cinco suspeitos de espancar um torcedor até a morte em Minas.
Desenhados os grupos de clubes da Libertadores 2011.
O Internacional tem o primeiro desafio do mundial da Fifa.
A decisão da CBF sobre os títulos brasileiros anteriores a 1971. 

Do "Jornal da Record":

Presos no Rio médicos que vendiam e usavam medicamentos sem registro.
Mais torcedores acusados de espancar e matar jovem cruzeirense vão para a cadeia.
Reportagens exclusivas:
Trechos inéditos da entrevista do presidente Lula.
Desaparecido da ditadura pode estar enterrado em cemitério na Bahia.
Imposto de Renda. Declaração agora só eletrônica e homossexuais poderão incluir parceiros.
Flagrantes no mundo:
Adolescente invade jardim de infância e faz crianças reféns.
Carro fica entalado entre paredes.
Teto de estádio desaba por causa do peso da neve.
"Jornal da Record" na 25 de Março. Nossos repórteres se mudam para o maior comércio popular do país.
Na reportagem especial, como o brasileiros estão transformando a Argentina em um país verde e amarelo.

E do "SBT Brasil":

98% das cidades brasileiras têm viciados em crack.
Número das pessoas que não pagam dívidas é o mais alto dos últimos cinco anos.
Mais de um milhão de contribuintes ficarão livres da declaração de renda.
Quatro médicos presos no Rio por suspeita de falsificação de remédios.
Depois de 140 dias foragido, acusado de aplicar o golpe da pirâmide se entrega à polícia.
Um paraplégico entra em coma ao ser jogado da cadeira de rodas no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.
A chuva causa alagamentos na capital paulista.
Pela terceira vez, Adriano é considerado o pior jogador da Itália.

Escrito por Nelson de Sá às 20h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nelson de Sá Nelson de Sá é articulista da Folha de S.Paulo.
RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.