Nelson de Sá

Toda Mídia

 

Após 30 anos, OAB quer reabrir inquérito do atentado

Escalada do "Jornal Nacional":

A quebra de sigilo de pessoas ligadas ao PSDB. A Receita vê indícios de compra e venda ilegal de dados fiscais, e declara que a investigação não terminará antes das eleições.
A OAB decide pedir reabertura de inquérito do atentado que matou Lyda Monteiro da Silva há 30 anos.
Suspensa a proibição de piadas com políticos em programas com humor.
Avança a identificação de vítimas da chacina do México, até agora sem nenhum brasileiro.
Divulgadas imagens dos chilenos presos em um buraco.
JN no Ar apresenta Pontaporã, no Mato Grosso do Sul. 

Do "Jornal da Record":

Oficiais corruptos e sem folga. Capitães são acusados de roubar todo dia cabos de telefone.
Via do terror. Bandidos bloqueiam trânsito e fazem arrastão.
Trinta assaltantes invadem supermercado, saqueiam lojas, roubam caixas eletrônicos e fogem sem disparar um tiro.
Parece o deserto Há 65 anos São Paulo não enfrentava um período tão longo de ar seco. Incêndios se multiplicam.
Epidemia infantil. Uma em cada três crianças brasileiras está acima do peso.
Imagens revelam como vivem trabalhadores presos em mina do Chile.
Na série Jogo Proibido, a vida dura de quem não pode errar. Juízes precisam de coragem e sangue frio para aguentar pressão de todo lado. 

E do "SBT Brasil":

Chilenos assistem na televisão como vivem os mineiros que esperam resgate debaixo da terra.
São Paulo tem o dia mais seco e poluído do ano e está perto de decretar estado de emergência.
A polícia do México confirma que um brasileiro está entre as vítimas do massacre com 72 mortos.
A Receita Federal admite que funcionários receberam propina para violar sigilo fiscal de aliados de José Serra.
Cada vez mais pesado. Quase metade dos brasileiros adultos está com alguns quilos a mais.
Abertura da Copa do Mundo em São Paulo no novo estádio do Corinthians. Não existe estádio nem decisão oficial, mas pode ser. 

A coluna e o blog voltam na segunda-feira.

Escrito por Nelson de Sá às 20h30

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

No novo "USA Today", "anéis de conteúdo"

A Associated Press noticia que o "USA Today", segundo jornal em circulação nos EUA, realizará "a mais dramática" reforma de seus 28 anos, "tirando ênfase da edição impressa e ampliando o esforço de buscar leitores e anunciantes em aparelhos móveis".

Serão 130 demissões, 9% dos funcionários. E o jornalismo vai mudar:

Na primeira onda de mudança, o "USA Today" não terá mais editores para os cadernos News, Money, Sports e Life. A redação será quebrada em "anéis de conteúdo" chefiados por editores a serem indicados até o fim do ano. O grupo de conteúdo será supervisionado por Susan Weiss, que editava Life. Como editora-executiva de conteúdo, ela vai se reportar ao editor John Hillkirk.

Em suma, segundo apresentação feita aos funcionários:

Vamos focar menos no impresso e mais na produção de conteúdo para todas as plataformas (internet, celular, iPad e outros formatos).

A reforma "bastante radical", na avaliação do publisher, David L. Hunke, "nos deixa prontos para o próximo quarto de século".

Escrito por Nelson de Sá às 13h20

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Começa o PNBL

Ontem nas manchetes de UOL e G1, saiu a lista das cem primeiras cidades a serem atendidas pelo Plano Nacional de Banda Larga. Segundo o site Teletime, a "Telebrás corre contra o tempo":

A proposta é conectar as cem cidades até 31 de dezembro de 2010, mas a longa jornada de revitalização da Telebrás, seleção das localidades e discussão de objetivos deixou o governo com pouco tempo para as compras necessárias para ligar a rede pública e iniciar o plano de massificação da banda larga ainda neste ano. 

E as "teles reclamam da inclusão de cidades de alto poder aquisitivo na lista da Telebrás", através do patronal SinditeleBrasil.

Já no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o chamado Conselhão de Lula, Demi Getschko (NIC.Br), Antônio Valente (Telefônica) e Silvio Meira (UFPE) apontam "virtudes e problemas" no PNBL.

Escrito por Nelson de Sá às 11h52

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma sob controle

Ana Flor informa que, com os 20 pontos de vantagem, a campanha "decidiu reduzir as aparições de Dilma para blindá-la de imprevistos".

A agenda será "menos intensa" a partir do fim de semana, com apenas um compromisso diário "para garantir a TV" e passando a se concentrar nas gravações para o horário eleitoral.

Por outro lado, Dilma falou a Raymond Colitt, da Reuters, para responder à ansiedade dos investidores externos que, segundo o correspondente, "estão à procura de pistas" sobre política econômica no eventual governo Dilma. Dela, sobre cortes:

Você tem que ter disciplina fiscal. Disciplina fiscal é algo que você tem que adaptar sistematicamente. Ajuste fiscal é outra coisa no Brasil, é um corte brutal nas despesas e aumento de impostos. 

Lauro Jardim relata que uma consultoria brasileira, em dez reuniões com bancos e fundos em Nova York, foi questionada ao detalhe, buscando antecipar composição da equipe econômica, papel do BNDES etc.

Escrito por Nelson de Sá às 11h04

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma pode começar privatizando usinas nucleares

Para as edições, FSP (índice), VE (índice), ESP e BE. Para sites, FSP, VE, ESP e BE.

Escrito por Nelson de Sá às 10h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Grupo do DOI-Codi teria atacado Riocentro e OAB

Para as edições, OG e OD. Para os sites, OG e OD.

Escrito por Nelson de Sá às 10h20

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Futuro incerto no Iraque pós-retirada dos EUA

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 10h12

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

No Iraque, os limites do poder americano

Para as edições, Time e Economist. Para sites, Time e Economist.

Escrito por Nelson de Sá às 10h04

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A revolução

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A10.

Escrito por Nelson de Sá às 09h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma 20 pontos à frente

Escalada do "Jornal Nacional":

Partidos da oposição pedem investigação da quebra de sigilo fiscal de pessoas ligadas ao PSDB.
O Datafolha divulga uma nova pesquisa da intenção de votos dos eleitores na disputa da Presidência.
Diplomatas brasileiros vão acompanhar a identificação das vítimas da chacina no México.
Números de julho. A economia do governo para pagar juros da dívida tem o pior resultado desde 2001.
Desemprego medido pelo IBGE tem o menor índice desde 2003.
Uma lesão tira dos campos por seis meses o jogador Paulo Henrique Ganso.
Rubens Barrichello é homenageado como recordista de corridas da Fórmula 1.
Você vai conhecer o próximo destino do JN no Ar. 

Do "Jornal da Record":

Tiros, perseguição e pânico em bairro nobre em São Paulo. Bandidos enfrentam a polícia, e motorista é baleada no meio da rua.
A encomenda do crime. Carregamento de armas que ia para traficantes do Rio de Janeiro é apreendido na estrada.
Quarenta dias de sofrimento, e pai recupera o filho que tinha sido levado pela mãe.
Diplomatas estão no México para identificar brasileiros mortos na chacina.
A reação dos candidatos à pesquisa que indica vantagem de 20 pontos de Dilma sobre Serra.
São Paulo e Rio de Janeiro sofrem com incêndios.
Quanto custa o vício? Campanha combate o fumo pelo bolso.
Como nasce um craque? Na série especial, o caminho dos meninos pobres até a elite do futebol. 

E do "SBT Brasil":

Três aposentados são feitos reféns em perseguição a suspeitos de matarem delegado no Paraná.
Desemprego medido em julho foi o mais baixo em oito anos.
Morte de peixes-boi por envenenamento em aquário no Recife é investigada.
Nova pesquisa mostra Dilma Rousseff 20 pontos à frente de José Serra.
Tempo seco já é responsável por aumento no preço da carne.
Jogador Bruno e o amigo Macarrão participam de audiência no Rio.
Se dirigir, não fale. Deputados querem dobrar a multa para quem fala ao telefone enquanto dirige.

Escrito por Nelson de Sá às 21h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A mídia reage

No "Meio & Mensagem", "Faturamento da mídia cresce 30% no primeiro semestre", com R$ 12,5 bilhões arrecadados na venda de espaços comerciais, contra R$ 9,6 bilhões do mesmo período no ano passado.

Com a Copa do Mundo, a TV aberta saltou 37,6%, para R$ 8 bilhões, ampliando sua participação no bolo publicitário para 63,9%.

Os jornais cresceram 8,2%, para R$ 1,6 bilhão.

Para revistas, 23,2%, R$ 858 milhões. Internet, 36,7%, R$ 539 milhões. Rádio, 18,8%, R$ 524 milhões. TV paga, 36,8%, R$ 448 milhões.

Escrito por Nelson de Sá às 11h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Tempo há

De Janio de Freitas:

Menos pela excitação quase esportiva das pesquisas do que pelas atitudes de José Serra e do PSDB diante delas, a disputa eleitoral reduz-se a uma pergunta: o que dizer ainda a seu respeito? É verdade que a Polícia Federal, até agora, não entrou em cena, como fez nas últimas campanhas com insuspeitada vocação eleitoral. Tempo há, mas seria impróprio atribuir a essa expectativa as atitudes de Serra e do PSDB diante da sua performance no skate em ladeira. Serra e o PSDB adotam atitudes incompatíveis com a evidência de que, por ora, sua recuperação para chegar ao segundo turno não é tão problemática. E, mesmo sem a contribuição de delegados (se faltar, de fato), o segundo turno é também jogo, e jogo em aberto. O PSDB é mesmo difícil de entender. 

E de Vinicius Torres Freire:

Além de enfrentarem o sucesso popular do governo Lula, Serra e a oposição pagam a conta de oito anos de inércia política e intelectual, de inanidade programática e de descaso com bases partidárias e sociais, para não dizer mesmo demofobia, ojeriza ao povo. Pela tendência da pesquisa e pela generalização dos reveses em quase todas as classes e regiões, a situação parece muito difícil, mesmo faltando um mês para votação, mesmo que um talho de cinco pontos nos votos de Dilma ainda leve a eleição para o segundo turno.

Escrito por Nelson de Sá às 10h22

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

49% a 29%. E Serra já perde em SP, PR e RS

 

Para as edições, FSP (índice), VE (índice), ESP e BE. Para sites, FSP, VE, ESP e BE.

Escrito por Nelson de Sá às 10h04

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Quatro tucanos tiveram dados abertos

 

Para as edições, OG e OD. Para os sites, OG e OD.

Escrito por Nelson de Sá às 09h56

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

China vê "pouso prematuro" e paralisa voos

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h46

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Corpos na fronteira

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A9.

Escrito por Nelson de Sá às 09h40

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Chacina no México. Quatro brasileiros mortos

Escalada do "Jornal Nacional":

Chacina no Norte do México. Autoridades dizem que 72 pessoas foram assassinadas, e há brasileiros entre as vítimas.
Em São Paulo, um bebê de 20 dias sobrevive ao ser arremessado de um carro em alta velocidade.
Mais três pessoas tiveram sigilo fiscal quebrado na Receita Federal além do vice-presidente do PSDB.
CPI pede indiciamento de 22 pelo mensalão do DEM de Brasília.
Veja também.
A decisão do STJ sobre ações de clientes de bancos por causa dos planos econômicos antigos.
O sorteio do próximo destino do JN no Ar. O retrato de Almirante Tamandaré, no Paraná. 

Do "Jornal da Record":

Massacre no México. Soldados encontram 72 corpos em um rancho perto da fronteira. Pelo menos quatro brasileiros foram mortos.
Violência no meio da rua. No Paraná, o flagrante de um empresário baleado por criminosos. Em São Paulo, comerciante leva quatro tiros, carro capota e filha recém-nascida é arremessada a 20 metros de distância.
Acidentes pelo mundo. Caminhão invade casa e mata uma família nos Estados Unidos. Tremor assusta trabalhadores confinados em mina no Chile.
Na série especial, a história dos adolescentes milionários. Eles são vendidos para o futebol europeu antes de se tornarem profissionais.
Choro de campeão. Davi Lourenço ganha ouro no boxe dos Jogos de Cingapura.
Estilo 007. Nossos repórteres mostram os carrões de luxo que fazem sucesso no cinema e nas ruas de São Paulo. 

E do "SBT Brasil":

Corregedoria da Receita Federal confirma que, além do vice-presidente do PSDB, houve acesso a dados sigilosos de mais três tucanos. Dois fizeram parte do governo Fernando Henrique.
Bandidos atiram e perseguem uma família até o carro capotar. Um bebê de apenas 20 dias foi lançado do carro durante o capotamento e sobreviveu com apenas algumas escoriações.
O tempo seco, incêndios e queimadas pioram a qualidade do ar em boa parte do país.
Quatro brasileiros entre as vítimas de tiroteio que deixou mais de 70 mortos no México.
Milhares de espanhóis participam da maior guerra de tomates do mundo.
Fazer exercícios ajuda gordinhos a perder o apetite.

Escrito por Nelson de Sá às 21h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Projeto brasileiro

Erenice Guerra, chefe da Casa Civil de Lula e cotada para continuar no cargo se Dilma Rousseff vencer, abriu os três dias de Fórum Brasil Conectado, que visa "debater com os diversos setores da sociedade as diretrizes que nortearão o Plano Nacional de Banda Banda Larga".

Da ministra, dando "boas-vindas às entidades", segundo o Teletime:

Construiremos nos próximos dias um pacto das telecomunicações brasileiras, um pacto para a próxima década... Sempre se falou no "Brasil, país do futuro". Esse tempo é agora. Juntos, o presidente Lula e a sociedade brasileira construíram esse novo Brasil, porque construíram um novo presente. O futuro é agora. O pobre deixou de ser estorvo e passou a ser mercado consumidor. Por isso precisamos agora atender às expectativas desse novo mercado consumidor... Gostaríamos muito de falar em banda larga de 100 Mbps, como outros países, mas somos obrigados a ficar com os nossos 512 kbps, por enquanto. Até porque hoje há quem não tenha velocidade nenhuma. Depois da inclusão, aí é hora de sermos ambiciosos... Não podemos fugir da realidade do fazendeiro que precisa da internet para vender sua produção, do jovem que mora na cidade e quer falar com sua mãe no interior. O nosso processo de desenvolvimento não é mais americano ou europeu. Nosso projeto é ser brasileiro.

Escrito por Nelson de Sá às 11h08

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Diz o "Financial Times"

Em post no qual pergunta se já está "tudo acabado" na eleição, o correspondente do "Financial Times", Jonathan Wheatley, descreve a campanha de José Serra em desordem, "in disarray", por exemplo, priorizando coisas que "nada têm a ver com seu programa de governo _aliás, é difícil ver o que é seu programa":

Ele ocupou espaços valiosos de cobertura acusando Evo Morales de vender cocaína ao Brasil, acusando o PT de ligações com as Farc e acusando o governo de censurar a imprensa brasileira _certamente uma das menos censuradas no mundo.

"Apanhando de todos os lados", o marqueteiro tucano, Luiz Gonzalez, saiu falando para Sonia Racy e Lauro Jardim:

Traçamos uma linha e estamos nos mantendo nela. Mesmo porque há um tempo para que se atinja uma maturação do processo... Lula, entrando com o peso da sua popularidade, é injeção na veia. Já os sucessos administrativos de Serra funcionam como comprimidos. E demoram mais tempo para fazer efeito... Minha previsão é que só começarão a fazer efeito a partir do dia 8 de setembro.

PS - Mas a audiência só faz cair, avisa o Radar:

Ontem, no horário eleitoral, a audiência somada de Globo, Record, Band, SBT e RedeTV! foi de 29 pontos em SP, segundo o Ibope. Há uma semana, quando a campanha estreou, a audiência somada foi de 45. Trata-se de uma queda de 35% em apenas uma semana.

Escrito por Nelson de Sá às 10h34

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Em SP, demonstração de força contra Dilma

Para as edições, FSP (índice), VE (índice), ESP e BE. Para sites, FSP, VE, ESP e BE.

Escrito por Nelson de Sá às 10h03

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Garotinho é condenado por proteger caça-níqueis

Para as edições, OG e OD. Para os sites, OG e OD.

Escrito por Nelson de Sá às 09h40

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mercado habitacional derruba Wall Street

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h30

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cai Embraer

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A12.

Escrito por Nelson de Sá às 09h14

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Umidade chega a níveis de deserto

Escalada do "Jornal Nacional":

Clima seco, e a fumaça das queimadas atinge cidades distantes dos incêndios. Umidade baixa e os problemas de saúde põem a cidade de São Paulo em alerta.
A Polícia Federal faz o raio-x da corrupção no "mensalão" do DEM de Brasília.
A Justiça Federal condena o ex-governador do Rio, Anthony Garotinho, a prestar serviços comunitários.
43 pessoas morrem na queda de um avião da Embraer na China.
São Paulo. A Copa do Mundo do Brasil tem a primeira simulação antiterror.
Rio Grande do Sul. Termina com sucesso a operação de salvamento de uma baleia encalhada.
Pernambuco. A visita da equipe do JN no Ar à cidade de Igarassu. O sorteio do próximo destino, no Paraná. 

Do "Jornal da Record":

Diante do terror, calma. Motorista fica na mira de um revólver, chama a polícia e ajuda a prender o assaltante.
Na hora do confronto, desespero. Comerciantes amarram bombas ao corpo para impedir demolição de barraca de praia.
Demolição no fundo da terra. Sobreviventes confinados em mina cantam o hino do Chile e emocionam o país.
Liberdade no mar. Biólogos conseguem desencalhar baleia de 25 toneladas.
Avião fabricado pela Embraer cai na China e mais de 40 pessoas morrem.
No Brasil, a baixa umidade do ar chega a níveis de deserto.
Em nova pesquisa, vantagem de Dilma sobre Serra é de 18 pontos.
Na série Jogo Proibido, como erros fora de campo mancham o passado de glória do clube.
No alvo. Brasil conquista prata no tiro com pistola em Cingapura.
Sem rumo. Carro desgovernado bate em viaduto a 160 quilômetros por hora. 

E do "SBT Brasil":

O ex-governador Anthony Garotinho e o ex-chefe da polícia do Rio de Janeiro são condenados por ajudar a máfia dos caça-níqueis.
Ladrões cavam um túnel para entrar em condomínio e roubar a casa de um prefeito na Grande São Paulo.
Como será possível 33 mineiros chilenos sobreviverem quatro meses no escuro, à espera de salvamento.
Sem estádio para Copa, São Paulo ensaia combate ao terrorismo com robô e helicóptero.
Um avião da Embraer cai na China com 91 passageiros. A metade sobreviveu.
O Rio enfrenta o dia mais quente do ano em pleno inverno. Com a seca, até a cidade que produz água mineral tem que racionar.

Escrito por Nelson de Sá às 21h46

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Real Jabor

Abaixo, "teaser" do primeiro longa de Arnaldo Jabor em 24 anos, "A Suprema Felicidade", sobre o Rio de sua juventude, postado ontem. Ontem também, realjabor renasceu no Twitter.

Escrito por Nelson de Sá às 11h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mais Cultura

Artistas de hip hop, que marcaram protesto para as 19h de hoje na Assembleia Legislativa, gravaram vídeos contra a extinção do programa "Manos e Minas", decidida pelo novo presidente da Fundação Padre Anchieta. Diz Ale Youssef:

O "Manos e Minas" é o principal exemplo de um programa de televisão que retrata a cultura de baixo para cima. Importante, periférica e rica, que nunca é valorizada.

Abaixo, também via blog de Daniel Castro, o líder dos Racionais:

PS - Cultura recua e anuncia retorno de "Manos e Minas".

Escrito por Nelson de Sá às 11h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lula e o destino do PSDB

Na Folha, "cúpula tucana se reúne amanhã em SP para discutir o destino do partido". Participam o presidente Sérgio Guerra, Aécio Neves e FHC. "Serra deve estar no Rio Grande do Norte."

E Guerra declara, após reunião com o marqueteiro Luiz Gonzalez:

A presença do presidente Lula não mudou nada. Não teve nenhum impacto. Não valeu nada. E por isso não deve se repetir. 

De Janio de Freitas:

É contraditório que a Justiça Eleitoral proíba imagem de Lula em apoio a Marcelo Crivella e autorize no programa de Serra. Mas o que está faltando é um pronunciamento esclarecedor do TSE sobre o uso geral de imagens. Mesmo comentaristas profissionais têm dito absurdos. Na estreia dos programas, para citar caso exemplar, um comentarista de jornal, TV e rádio dizia que a aparição de Lula no programa de Dilma foi "completamente ilegal". Não foi, mas para muitos espectadores passou a ser. E não é claro, por ora, que a exibição de Serra na companhia de Lula seja legal ou ilegal, nem a mesma ação por Crivella. É a confusão armada pelo TSE.

Escrito por Nelson de Sá às 09h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Serra, "pro-life"

Na Folha, "Serra usou o debate de ontem à noite na TV católica Canção Nova para atacar Dilma". Questionado sobre aborto, ele se declarou contra e "aproveitou o tema para falar que Dilma 'não quer se mostrar'".

No site da Canção Nova, ligada à Renovação Carismática, a avaliação do debate apontou "duas ausências incômodas: Dilma e a Rede Vida". A católica Rede Vida deve transmitir o debate a ser promovido pela CNBB.

Padre Joãozinho avalia que, "se Dilma vencer no primeiro turno, será um embrião de ditadora". E se pergunta "em quem votar?":

É três contra um. Plínio, Marina e Dilma são areia do mesmo saco. Serra tem uma cor diferente... Votar em Marina é aumentar a chance de Dilma ganhar no primeiro turno e se sentir toda-poderosa. Plínio nem pensar. Então sobra o Serra. Quem quiser segundo turno para forçar um debate não tem outra opção. Vota em Serra. 

Já a campanha de Dilma, informa hoje o Painel, "mandou imprimir 1 milhão de exemplares do informativo 'Ao Povo de Deus', que inclui a carta na qual ela declara ser do Congresso a prerrogativa de tratar de temas como aborto". E Lula voltou a falar de Deus.

 

 

 

Escrito por Nelson de Sá às 09h20

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Tucanos buscam "sobrevivência"

 

Para as edições, FSP (índice), VE (índice), ESP e BE. Para sites, FSP, VE, ESP e BE.

Escrito por Nelson de Sá às 09h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Da Rocinha para prisão federal em Porto Velho

 

Para as edições, OG e OD. Para os sites, OG e OD.

Escrito por Nelson de Sá às 08h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Juiz emperra pesquisa com célula-tronco nos EUA

 

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 08h34

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pró-mercado

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A12.

Escrito por Nelson de Sá às 08h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

As investigações da invasão do hotel de luxo no Rio

Escalada do "Jornal Nacional":

As cidades brasileiras em retratos instantâneos. O "Jornal Nacional" estreia o projeto JN no Ar. A bordo de um jatinho, a equipe do repórter Ernesto Paglia vai viajar para mostrar conquistas e desafios das nossas cidades. O destino de cada missão será sorteado aqui, ao vivo.
Veja também as investigações do tiroteio que levou bandidos a invadirem um hotel no Rio. 

Do "Jornal da Record":

Ladrões se passam por policiais e roubam cem toneladas de carne.
Depois do bonde do tráfico, moradores de bairro nobre do Rio tentam voltar à rotina. Polícia vai usar imagens do circuito interno do hotel para identificar criminosos.
Leilão da inocência. Adolescente vende virgindade de amiga de 14 anos em uma festa, e menina é obrigada usar drogas antes do estupro.
Quase um milhão de hectares em chamas. Ilha do Bananal, no Tocantins, é devastada pelas queimadas.
Sequestro de ônibus nas Filipinas termina com pelo menos oito mortos.
Sobrevivência. A 700 metros de profundidade, operários de minas presos há 18 dias resistem.
Jogos do futuro. Cingapura revela quem deve brilhar na próxima Olimpíada.
Futuro em jogo. Na reportagem especial, as relações perigosas entre jogadores, garotas de programa e o mundo das drogas. 

E do "SBT Brasil":

Bandidos que fizeram reféns em hotel de luxo do Rio de Janeiro queriam garantir a fuga do chefe do tráfico da Rocinha. Morador que gravou o tiroteio protesta. O governo do Rio diz que vai recuperar o poder em 80% das favelas em dois anos.
Oito turistas morrem no sequestro de um ônibus nas Filipinas.
O resgate de chilenos presos há 18 dias em uma mina pode durar quatro meses.
Barca fora de controle bate nas pedras e deixa 18 feridos em Niterói.
Respirar em São Paulo é mais perigoso do que nos municípios atingidos por incêndios florestais.
Presidente Lula não vai impedir uso da imagem dele por José Serra na propaganda eleitoral.
Aumenta a contratação de mão de obra estrangeira no país.
Turistas brasileiros gastam a maior quantidade de dinheiro no exterior em 63 anos.
Esta é uma eleição que dá gosto. A do melhor pastel de feira de São Paulo.

Escrito por Nelson de Sá às 22h04

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

No fim do túnel

Na "Veja", "Projeto de Palocci deve liberar biografias não autorizadas".

Sob o título "Uma luz no fim do túnel", saúda que, "aos poucos, avança o projeto que libera as biografias, apresentado em 2008 pelo deputado federal pelo PT e ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci". Diz a revista":

É imperativo que os deputados aprovem quanto antes. Seria uma demonstração de que eles se importam com a democracia.

Escrito por Nelson de Sá às 11h54

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O dia seguinte

De Janio de Freitas:

Não seria justo deduzir que a situação de Dilma é obra exclusiva de Lula. Mais do que contrariar a expectativa da oposição de que suas aparições de campanha seriam desastrosas, Dilma tem se saído bem, sobretudo se considerado que sua estreia eleitoral ocorre já em disputa para a Presidência. Nos espantosos 17 pontos de vantagem que o Datafolha lhe confere, Dilma tem a sua quota de conquista.

De Fernando Rodrigues:

O PSDB não está apenas prestes a perder a chance de governar o Brasil, mas de ficar sem dois Estados emblemáticos: Rio Grande do Sul e Minas. Se as pesquisas se confirmarem, o PSDB passará a ter como homem forte Geraldo Alckmin. É o representante principal das forças conservadoras no tucanato. É a direita da oposição. Com Alckmin, as chances podem ser razoáveis em São Paulo. Mas no restante PSDB e DEM terão de se reinventar. A percepção de que predomina um paulicentrismo conservador nas forças anti-PT só piora as coisas para quem deseja um dia tirar os petistas do Planalto. 

E do Painel de Renata Lo Prete:

A perspectiva de transformação do Estado de São Paulo numa espécie de enclave azul no país vermelho alimenta especulações sobre a eleição para prefeito em 2012. Há quem veja o próprio José Serra concorrendo ao posto que ocupou de 2005 a 2006, mas aliados próximos acham difícil que considere a hipótese... Sem prejuízo de desentendimentos que tiveram no passado, Serra não tem reparos a fazer ao comportamento de Alckmin diante das dificuldades que enfrenta na campanha presidencial. Pelo contrário.

Escrito por Nelson de Sá às 10h38

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma dá sinais ao mercado

 

Para as edições, FSP (índice), VE (índice), ESP e BE. Para sites, FSP, VE, ESP e BE.

Escrito por Nelson de Sá às 10h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Hóspedes festejaram a chegada do Bope

  

Para as edições, OG e OD. Para os sites, OG e OD.

Escrito por Nelson de Sá às 09h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Enchentes chegam à China

Para as edições, NYT, WSJ, CD e GT. Para os sites, NYT, WSJ, CD e GT.

Não foi possível reproduzir a capa do FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h40

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A classe C vai ao paraíso

  

  

Para as edições, Carta, Época e IstoÉ. Para os sites, Veja, Carta, Época e IstoÉ.

Escrito por Nelson de Sá às 09h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Santos vem aí

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A14.

Escrito por Nelson de Sá às 09h12

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nelson de Sá Nelson de Sá é articulista da Folha de S.Paulo.
RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.