Nelson de Sá

Toda Mídia

 

Procuradora acusada de torturar fala às três TVs

Escalada do "Jornal Nacional" de 21.5:

O IBGE mostra como anda a assistência social aos brasileiros nas nossas cidades.
Crianças de dois a cinco anos incompletos serão vacinadas contra a gripe H1N1.
Uma das funcionárias fantasmas do senador Efraim Moras diz que teve o nome indevidamente usado na restituição do Imposto de Renda.
Uma agência de notícias afirma que Barack Obama incentivou o presidente Lula a fechar acordo com o Irã.
A procuradora acusada de torturar a menina que pretendia adotar admite que errou ao gritar com ela, mas nega as agressões.
A Polícia Federal prende fazendeiros, empresários e funcionários públicos de Mato Grosso por crime ambiental.
Cientistas explicam por que a criação de um genoma artificial sacudiu o meio científico internacional.
O cantor Bono, do U2, passa por uma cirurgia de emergência na Alemanha.
Uma ponte balança assustadoramente na Rússia.
Dois clubes brasileiros vão se enfrentar na semifinal da Libertadores.
A seleção brasileira se reúne em Curitiba para a Copa do Mundo. 

Do "Jornal da Record":

Reportagem especial revela o mundo animal da corrupção. Construtor é acusado de pagar propina a autoridades que se disfarçavam com nomes de bichos. "A Polícia Federal investigava a remessa ilegal de dólares para o exterior."
Pelos ares. Explosão de botijão de gás destrói casas e fere dez pessoas.
Inimigo dentro de casa. Filho mata pai para ficar com a herança. Adolescente ajuda namorado a assassinar o pai.
Governo amplia prazo da vacinação contra a gripe A.
Nossos repórteres entrevistam a procuradora acusa de torturar criança que ia adotar.
Penetra na Casa Branca. Rato aparece na coletiva de Barack Obama.
Balança mas não cai. Governo russo fecha ponte que sacode e assusta motoristas.
Craques sem bola. No primeiro dia da seleção em Curitiba, só exames médicos.
Os meninos da Vila levam castigo depois da balada.
A modelo que venceu sem sofrer com a balança. Você vai conhecer a Gisele Bündchen tamanho G. 

E do "SBT Brasil":

A procuradora aposentada presa por torturar uma menina de dois anos fala de dentro da cadeia.
Aos doze anos, um menino já é procurado por tráfico de drogas no interior de São Paulo.
Você viu ontem que dois vizinhos em São Paulo se mataram por causa do lixo. Na Paraíba, dois policiais fizeram o mesmo em uma briga de trânsito.
De novo em São Paulo, um segurança foi morto na porta de uma boate por clientes que não queriam pagar a conta.
A tremedeira em uma das pontes mais longas da Europa assustou os motoristas.
Ministério da Saúde chama crianças de dois a cinco anos incompletos para tomar a vacina da gripe suína e avisa que quem tomou a vacina pode ter resultado de falso positivo para o vírus da Aids.
O milionário que ganhou na loteria perdeu tudo e voltará a ser lixeiro.
O rato que roubou a cena do presidente dos Estados Unidos.
A máquina que tira o raio-x do asfalto previne buracos e surpresas no meio do caminho.
No primeiro dia de treinos para a Copa, a boa notícia do médico da seleção brasileira. "O Kaká realmente não tem absolutamente nada."

A coluna e o blog voltam na segunda-feira.

Escrito por Nelson de Sá às 00h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Google na sala

O Google se aliou a Sony, Logitech, Intel, Dish Network, Best Buy e Adobe, como destacaram "NYT", "WSJ" e "FT", para a aguardada "fusão do mundo previsível da programação de TV com a expansão mais caótica da web", ainda este ano, nas telinhas da sala de estar do mundo:

Escrito por Nelson de Sá às 12h00

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jornalismo de massas, crítico e independente

Do diretor de Redação da Folha, Otavio Frias Filho, em entrevista ao site Jornalistas & Cia. sobre a mudança no jornal e "o futuro da mídia":

Diferentemente do que acontece com sapatos ou casas, a capacidade de absorver informação é muito elástica. Creio que haverá espaço para várias plataformas e vários tipos de veículos. Pessoalmente, o que me interessa é contribuir para viabilizar um jornalismo de massas com qualidade, crítico e independente, no futuro.

Escrito por Nelson de Sá às 11h14

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Quem é Dilma?

Ruy Castro, biógrafo de Nelson Rodrigues e Mané Garrincha, encerrando a coluna Rio, intitulada "Dilma, vida e obra":

Tudo isso é para advertir os biógrafos de Dilma Rousseff, que não demorarão a pulular. Em sua obra pré-eleitoral, ela às vezes é Norma Bengell; em outras, Nelson Mandela. De manhã, é católica; à tarde, evangélica; à noite, macumbeira. Seu currículo inclui diplomas de faculdades que não frequentou. Tudo que diz lhe é soprado ao ouvido. Qual é a vida, qual é a obra? Hoje nem Dilma deve saber. 

E Janio de Freitas, na coluna "Atores e seus papéis":

Os escorregões de Dilma parecem resultar de ansiedade. Não de salto alto, mas em termos, porque a briga de Dilma com seu papel é, digamos, a parte de figurinos no script de sua marquetagem. A marquetagem vestiu-a como se a toda hora fosse para um casamento ricaço em São Paulo. Não é muito certo que apenas tangenciasse o ridículo. Deu uma simplificada. Agora, para contatos públicos, parece apenas que vai jantar em restaurante caro. Da São Paulo de novos ricos, claro. Mas a pretendida candidata dos eleitores movidos a trocados do Bolsa Família, candidata do presidente "operário", que está aprendendo a trocar o tecnocratês pelo português, deve mesmo chamar a Brasília cabeleireiro de dondoca, para fazer corte estilo sei quê? E cobrir-se de maquiagens óbvias como se trabalhasse na Globo? Cada qual com suas razões, Dilma Rousseff e José Serra são candidatos que pretendem tomar Lula como modelo. Cada qual, um dos Lulas, o da campanha e o do governo. Nenhum dos dois está bem no seu papel.

Escrito por Nelson de Sá às 10h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

EUA criam vida artificial

 

Para as edições, FSP (índice), VE (índice), ESP e OG. Para sites, FSP, VE, ESP e OG.

Escrito por Nelson de Sá às 09h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Reforma financeira avança nos EUA

 

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h40

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Facebook em novas (e assustadoras) formas

 

Para as edições, Time e Economist. Para sites, Time e Economist.

Escrito por Nelson de Sá às 09h30

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Voando alto demais?

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A9.

Escrito por Nelson de Sá às 09h24

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lula pode autorizar o reajuste para os aposentados

Escalada do "Jornal Nacional":

O futuro do subjuntivo. A forma de conjugar um verbo põe em risco a lei que barra candidatos com a ficha suja.
Uma quinta-feira de prejuízos mundiais. Bolsas de Valores voltam a despencar.
Nossos repórteres apresentam um problema sul-africano bem conhecido no Brasil.
O jogador da seleção que reconhece o assobio do pai no estádio.
Presidente Lula defende o acordo com o Irã e critica as potências mundiais que debatem sanções na ONU.
Uma acusação da Coreia do Sul aos vizinhos do Norte eleva o clima de tensão na península.
A ciência mundial se espanta com o anúncio de uma conquista. 

E do "SBT Brasil":

Presidente Lula pode autorizar o reajuste para os aposentados aprovado pelo Senado.
Briga de vizinhos por causa de lixo na calçada termina com duas mortes.
O policial que matou um pai de família ao confundir uma furadeira com uma arma vai ficar em liberdade.
Policiais militares presos em São Paulo acusados de integrar uma quadrilha de assaltantes.
Os ladrões de gado que levavam bois no porta-malas.
O motorista de ônibus que viu e freou antes de atropelar um bebê no meio da rua.
Dono de um laticínio preso porque vendia leite com água oxigenada para uma creche.
Para a seleção brasileira, a Copa do Mundo começa amanhã. Você vai ver o primeiro jogador a se apresentar para o Mundial na África.

Escrito por Nelson de Sá às 21h34

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

José Serra, irritado

De um lado, na Folha de hoje:

José Serra ficou irritado e discutiu com jornalistas na 13ª Marcha dos Municípios. Um repórter da Rádio Nacional, estatal, perguntou se acabaria com o Bolsa Família. Serra reagiu de forma ríspida. "Por que a pergunta? Porque disseram para você que eu vou acabar? Então eu gostaria de saber a fonte. Isso é uma mentira total." No debate com os prefeitos, o tucano manteve o bom humor, mas mudou o tom na entrevista coletiva após o ato. Em outro momento de irritação, não quis detalhar sua posição referente à divisão dos royalties do pré-sal. "Não vou ficar repetindo." Assessores procuraram repórteres para pedir desculpas pelo tom do tucano.

E de outro:

Devido à pressão exercida pela campanha de Dilma Rousseff, a marcha desistiu de exibir uma animação em que um prefeito percorre ministérios com um pires na mão e, no final, acaba preso por ter direcionado outros recursos para cobrir o buraco deixado pelo governo federal. No final do vídeo há uma lista de operações da Polícia Federal que atingiram prefeitos, entre elas a da máfia dos sanguessugas. Na sabatina com os três principais pré-candidatos, José Serra desaprovou a atitude do PT. "Cadê o vídeo? Ele mostra o calvário de um prefeito, presumo, para liberar recurso. Foi tirado provavelmente a pedidos", alfinetou Serra.

Escrito por Nelson de Sá às 10h20

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Ficha suja" ou "limpa" passa, mas com brechas

 

Para as edições, FSP (índice), VE (índice), ESP e OG. Para sites, FSP, VE, ESP e OG.

Escrito por Nelson de Sá às 09h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bancoc em chamas, após repressão militar

 

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h30

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mundo dividido

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A10.

Escrito por Nelson de Sá às 09h24

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

PM confunde furadeira com metralhadora e fuzila

Escalada do "Jornal Nacional":

A sociedade brasileira pressiona e o Senado aprova o projeto ficha limpa. Só falta a sanção do presidente Lula.
Rio de Janeiro. Um homem é assassinado por PM que confundiu uma furadeira com metralhadora.
Santa Catarina. As chuvas de outono voltam a provocar inundações.
A crise econômica na Europa derruba de novo as Bolsas de Valores.
Os governos do Brasil e da Turquia mandam carta para a ONU tentando evitar novas sanções ao Irã.
O jogador da seleção que já sentiu vergonha de ser convocado.
A África do Sul com mais cara de Copa do Mundo. 

Do "Jornal da Record":

Morto por engano. Trabalhador com furadeira na mão é confundido com bandido e leva tiros de fuzil da polícia.
A confissão de um crime. Homem admite que matou a ex-mulher e escondeu o corpo numa mala. "Foi um ato de fúria, foi um ato de raiva."
Depois da denúncia do "Jornal da Record", polícia prende quadrilha que roubava apostadores de caça-níqueis.
Por alguns metros, bebê escapa de ser atropelado.
Chuva de granizo com pedras do tamanho de bolas de golfe.
Aumenta violência na Tailândia, com mais mortes e incêndios.
Dilma, Serra e Marina se encontram em Brasília.
Senado aprova projeto "ficha limpa".
Record, a emissora dos Jogos Olímpicos. Integrantes do COI visitam os estúdios no Rio de Janeiro.
Uma cirurgia inédita e exclusiva para mulheres.
Na série especial, os segredos das atrizes para manter a forma. 

E do "SBT Brasil":

Um policial confunde uma furadeira com uma arma. Ele disparou o fuzil e matou funcionários de um supermercado. "O policial atingiu o alvo a cerca de 40 metros de distância."
Dezoito dias depois do julgamento, um dos condenados por mandar matar a freira Dorothy Stang já saiu da cadeia.
A chuva mais forte em 90 anos fecha uma estrada na Grande Florianópolis. No litoral gaúcho, também choveu e deu para pescar no meio da rua.
Índios protestam e brigam com seguranças no Congresso Nacional.
Tailandeses queimam a Bolsa de Valores e dezenas de prédios em manifestação contra o governo.
Preso no Iraque terrorista que queria matar jogadores da Holanda e da Dinamarca na Copa do Mundo.
O Senado aprova projeto que impede condenados pela Justiça de disputar eleições.
Um macaco que quer morar em um condomínio em Belo Horizonte.

Escrito por Nelson de Sá às 21h38

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ano de eleição, ano de Copa

Do Radar de Lauro Jardim, na "Veja":

É, a Globo ficará meio tensa com sua novela das oito por algum tempo: ontem, "Passione" alcançou 33 pontos –quatro abaixo da fraca estreia. É um número que aumenta o volume de cabelos brancos e de rugas em toda a cúpula.

Como informou a coluna Ooops de Ricardo Feltrin no UOL, o "Jornal Nacional", que depende das novelas das sete e das oito, caiu da faixa dos trinta pontos neste ano de eleição. Está com média de 28,8.

E o blog de Daniel Castro no R7 já avisa que a "audiência faz Globo antecipar final" da novela das sete, "Tempos Modernos", que tem 23,2 de média. "Sua sucessora só não estreia antes por causa da Copa."

Escrito por Nelson de Sá às 11h14

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Teles e o Estado privatizado

Elvira Lobato, na manchete da Folha:

As companhias telefônicas temem perder R$ 20 bilhões anuais com a Telebrás. A cifra equivale aos contratos com a administração pública, 20% do faturamento líquido das teles fixas e celulares em 2009 (R$ 97,8 bilhões). Segundo a Folha apurou, a resistência das teles ao PNBL (Plano Nacional de Banda Larga) vem do receio de perder as contas do governo _e não da atuação da estatal na oferta de acesso à internet em locais remotos ou pobres, onde só consideram viável o atendimento com subsídio do governo. As teles alegam que o atendimento à administração pública foi item determinante em seus planos de negócios, quando participaram do leilão de privatização do Sistema Telebrás em 1998, e que reativação da estatal seria um rompimento de compromisso por parte do governo.

Escrito por Nelson de Sá às 11h01

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

EUA ignoram acordo e lançam proposta para sanções

 

Para as edições, FSP (índice), VE (índice), ESP e OG. Para sites, FSP, VE, ESP e OG.

Escrito por Nelson de Sá às 10h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

EUA viram a mesa, Rússia e China apoiam

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 10h35

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lula contra "as cinco maiores potências do planeta"

Escalada do "Jornal Nacional":

Primeiro a desconfiança, depois a decisão. No dia seguinte ao anúncio do acordo nuclear negociado pelo Brasil e pela Turquia com o Irã, as cinco maiores potências do planeta debatem novas sanções contra o país de Ahmadinejad.
O governo federal bate um recorde na arrecadação de impostos.
O número de linhas celulares se aproxima do limite em São Paulo.
O PMDB indica Michel Temer a candidato a vice-presidente na chapa com Dilma Rousseff.
A Fifa decide restringir a paradinha nas cobranças de pênalti.
No país da Copa, o apelo para economizar energia e a dificuldade de quem precisa de transporte público. 

Do "Jornal da Record":

Na hora errada, no lugar errado. O técnico de TV a cabo diz que foi preso por engano. Polícia alega que funcionário cortou os fios para facilitar o assalto.
Bandido de luxo. Traficante que tinha mansão e 40 carros vai para a cadeia, mas ladrão que roubou joalheria mais chique do Brasil conta por que foi escolhido para o assalto. Ele tinha uma metralhadora.
Pouca educação. Protesto por mudanças no ensino vira pancadaria no meio da rua.
Uma parada na paradinha. Fifa proíbe truque na pênalti.
De volta ao Brasil, Kaká está confiante pra Copa.
Baseado em quê? Uso medicinal da maconha divide pacientes e pesquisadores.
Perder sete quilos em duas semanas. Daqui a pouco nós mostramos que dieta é essa. 

E do "SBT Brasil":

Juiz manda soltar presos em Minas alegando excesso de trabalho.
Dono de cavalos mata um menino de 13 anos que foi brincar com os animais.
Candidata a Miss Curitiba é presa com um dos maiores traficantes do Paraná.
A polícia prende o primeiro ladrão da quadrilha que assaltou um dos shoppings mais chiques do país.
A embaixadora do Brasil chega a sair da reunião do Conselho de Segurança da ONU que discute sanções contra o programa nuclear do Irã.
O PMDB aprova Michel Temer como vice na chapa de Dilma Rousseff na eleição para presidente.
Crise sem fim. O técnico do Palmeiras é demitido depois de discutir com atacante.
A Fifa proíbe o paradão no estilo Neymar na cobrança de pênalti. Kaká e Luis Fabiano, machucados, chegam ao Brasil para se recuperar.
O mercado da moda começa a valorizar as modelos com uns quilinhos a mais.

Escrito por Nelson de Sá às 21h36

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

iPad entre nós

"Shoppings e sites já vendem iPad no Brasil", informa o Adnews:

E não é preciso muito esforço para encontrar o tablet de Steve Jobs, uma vez que grandes shoppings de São Paulo já possuem o gadget, mesmo sem licença para vendê-lo. Para ser comercializado, um aparelho precisa da homologação da Anatel que, por sua vez, não pode fazê-lo sem o lançamento oficial pela empresa, no caso, a Apple. Mas mesmo sem a oficialização o iPad pode comprado facilmente através de sites como Mercado Livre ou lojas como a rede Micro Plus, nos shoppings Villa-Lobos, Eldorado e no Conjunto Nacional. Os preços estão entre R$ 2,799 e R$ 3.199, de acordo com o modelo, de 16GB e 64GB, e os aparelhos já contam com Wi-Fi.

Escrito por Nelson de Sá às 11h56

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Canadenses nos portões

O grupo canadense Thomson Reuters comprou a Revista dos Tribunais, informam sites no exterior, "Valor Econômico", "Consultor Jurídico". Criada em 1912 em São Paulo, era uma editora familiar, concorrente da Saraiva. Justifica o grupo, que tem a maior agência de notícias do mundo, Reuters:

A incorporação da Revista dos Tribunais representa uma oportunidade estratégica de assumir a liderança como provedor de informação avançada e serviços online do mercado de informação jurídico brasileiro. É uma marca forte no Brasil, com conteúdo de alto valor e possui um profundo relacionamento com seus clientes, fatores que nos ajudarão a construir nosso negócio online no Brasil.

E o Radar anota que "o grupo português Ongoing avança em São Paulo" com versões de "dois jornais populares cariocas, o diário 'Meia Hora' e o esportivo 'Campeão', filhotes de 'O Dia', que os portugueses acabaram de comprar" no Rio. O grupo já publica aqui o "Brasil Econômico".

Escrito por Nelson de Sá às 11h16

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pesquisas

Da coluna Mônica Bergamo, na Folha:

O PSDB contratou pesquisa do Ibope que mostra Dilma crescendo e encostando em Serra. A diferença na última, em abril, era de sete pontos. E agora recuou para empate técnico -com Serra pouco à frente. A sondagem, feita na semana passada para consumo interno, não será divulgada. O resultado explica a cautela do PSDB em relação às pesquisas Vox Populi e Sensus, divulgadas nos últimos dias, que mostraram empate, com ligeira vantagem para Dilma.

E do Radar de Lauro Jardim, na "Veja":

Depois do Vox Populi e do Sensus, agora é a vez do Datafolha ir às ruas para nova pesquisa. Entre quinta e sexta-feira, vai entrevistar 2.650 eleitores em 163 cidades país afora. O resultado será publicado no fim de semana na Folha. É enorme a expectativa entre os políticos da oposição, já que tanto a pesquisa Vox quanto a Sensus foram feitas em meio à ofensiva de publicidade de Dilma. Ontem, tiveram início as inserções de Serra na televisão.

Escrito por Nelson de Sá às 10h38

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O maior investimento direto da China no Brasil

 

Para as edições, FSP (índice), VE (índice), ESP e OG. Para sites, FSP, VE, ESP e OG.

Escrito por Nelson de Sá às 09h46

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Obama está cético e teme acordo nuclear no Irã

 

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Obama reluta

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A10.

Escrito por Nelson de Sá às 09h16

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

EUA desconfiam e acham positivo

Escalada do "Jornal Nacional":

Comemoração em Teerã, desconfiança nos Estados Unidos e na Europa. O presidente Lula, o iraniano Ahmadinejad e o primeiro-ministro turco anunciam acordo nuclear. O Irã mandará mais de uma tonelada de urânio para fora do país, mas avisa que continuará enriquecendo o material nuclear também em casa.
Pesquisadores recolhem restos do incêndio no Instituto Butantan.
PMs de São Paulo que espancaram um motoboy até a morte são denunciados por três crimes.
Ex-secretário denuncia negligência da prefeitura de Niterói no morro que soterrou dezenas de pessoas.
O vulcão islandês volta a tumultuar viagens aéreas.
Cientistas ligam pesticidas agrícolas a problemas de hipertensão em crianças e adolescentes.
O jogador da seleção que a família apelidou de vampiro. 

Do "Jornal da Record":

O crack invade a linha do trem. Viciados consomem droga nos trilhos e são presos.
Ministério Público quer processar PMs acusados de espancar motoboy até a morte.
Padre é solto depois de uma noite na prisão. Ele dirigia bêbado e nu.
Motivos banais e violência exagerada. Vereador agride porteiro por causa do volume da música. Motorista mata por causa de um acidente de trânsito.
Vitória da diplomacia. Estados Unidos acham positivo o acordo nuclear do Irã mediado pelo presidente Lula.
Vitória da ciência. Depois de incêndio, pesquisadores conseguiram recuperar parte do maior acervo de pesquisas sobre cobras do país.
Corrida eleitoral. Nova pesquisa mostra empate técnico entre Dilma e Serra.
Na nova série, a busca pela dieta ideal. Nossos repórteres mostram a fila de quem precisa emagrecer. 

E do "SBT Brasil":

O presidente Lula comemora o acordo nuclear com o Irã e fala em vitória da diplomacia, mas Estados Unidos e Europa reagem com desconfiança.
Depois de incêndio que destruiu uma das maiores coleções de cobras mortas do mundo, o fogo voltou a assustar no Instituto Butantan.
Quando a comemoração vira motivo de briga. Duas festas do barulho terminaram em pancadaria.
A mesma delegacia em que uma mulher foi assaltada agora foi arrombada por bandidos.
A quadrilha que levou de postos de saúde R$ 8 milhões em remédios contra o câncer.
Duas pesquisas eleitorais mostram Dilma Rousseff à frente de José Serra.
A disputa judicial pelo Canecão, uma das casas de show mais famosas do país.
O capitão da Alemanha está machucado e fora da Copa. O goleiro Gomes conta como reagiu dentro do avião quando soube da convocação para a seleção brasileira. "Eu só não gritei lá dentro para não assustar os passageiros."

Escrito por Nelson de Sá às 21h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Inferno astral

Da home page do Huffington Post nos EUA ao Blue Bus por aqui, avança o movimento que marcou o dia 31 de maio para o "êxodo em massa" do Facebook, em resposta ao crescente desrespeito à privacidade dos usuários pela maior rede social no mundo. Mais em QuitFacebookDay.com.

Escrito por Nelson de Sá às 12h24

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Dilma à frente"

Na manchete do UOL, neste momento, "Pesquisa indica empate técnico de Dilma e Serra". Na terceira chamada do G1, da Globo, "Dilma aparece com 35,7% e Serra, 33,2%, em pesquisa CNT/Sensus".

E na manchete do Terra, "Dilma passa à frente de Serra".

Escrito por Nelson de Sá às 12h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Rousseff ahead"

No enunciado da Associated Press, inclusive no site do "New York Times", "Sucessora preferida por Lula ganha terreno". Da Xinhua, inclusive no site do "Diário do Povo", "Candidata do partido do governo lidera pesquisa". Da Reuters, já no sábado, "Rousseff à frente na corrida presidencial". Da Bloomberg, "Rousseff supera Serra".

Na Folha, "PT comemora pesquisa com cautela". Para o seu presidente, José Eduardo Dutra, indica que quanto mais Dilma se torna conhecida mais cresce. Porém "a campanha nem começou" e pesquisa é "referência, mas ninguém ganha subindo no salto alto". Já o senador Álvaro Dias disse que o PSDB "tem que receber com tranquilidade os resultados da Vox, até ver se serão confirmados pelo Ibope e pelo Datafolha".

A coluna Mônica Bergamo informa que, "nem bem fechou a pesquisa, o Instituto Vox Populi começou outra _que deve capturar se houve ou não efeito do programa em que Lula passou cinco minutos elogiando Dilma".

Do Painel, de Renata Lo Prete:

A expressão "abuso dos meios de comunicação", usada por Marco Aurélio Mello no julgamento que multou Dilma por campanha antecipada no programa de dezembro, deixou aliados e adversários de orelha em pé. Para tal infração, a pena é clara: cassação do registro. Ninguém espera que o TSE chegue a tanto, mas o comando petista sabe que se expôs ao risco com o programa de quinta. A oposição tenta calcular até onde poderá esticar a corda nos programas do DEM e do PSDB que servirão de veículo para Serra. 

E do "Estado", na reportagem "Oposição evita recurso contra Dilma para também usar TV em favor de Serra":

Após o PT ter apresentado programa considerado pela oposição mais um episódio de "grave desrespeito à lei eleitoral", o PSDB tinha dúvidas se recorreria ao TSE. Já o aliado DEM decidiu não ingressar com recurso, considerando que a campanha entrou em nova fase.

Escrito por Nelson de Sá às 10h38

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Temos um acordo", diz Celso Amorim

 

 

Para as edições, FSP (índice), VE (índice), ESP e OG. Para sites, FSP, VE, ESP e OG.

Escrito por Nelson de Sá às 09h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Um primeiro avanço no combate ao vazamento

 

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para sites, NYT, WSJ, CD e FT.

Escrito por Nelson de Sá às 09h30

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Você ainda vai comprar uma casa

 

 

Para as edições, Veja, Época e IstoÉ. Para sites, Veja, Carta, Época e IstoÉ.

Escrito por Nelson de Sá às 09h22

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Selou?

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A10.

Escrito por Nelson de Sá às 09h14

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nelson de Sá Nelson de Sá é articulista da Folha de S.Paulo.
RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.