Nelson de Sá

Toda Mídia

 

Demo suspeito de pagar deputados

Escalada do "Jornal Nacional":

Governo de José Roberto Arruda é alvo de investigação no Distrito Federal. O governador do Democratas é suspeito de pagar a aliados na Câmara Distrital. A Polícia Federal realiza buscas no escritório de equipe dele e de empresários.
Apagão carioca. A falta de luz em bairros do Rio completa cinco dias de prejuízo.
Estudo mostra que existem mais ex-fumantes do que fumantes no Brasil.
Surgem novas mutações do vírus da nova gripe no México e na França.
ONU condena programa nuclear do Irã, mas o Brasil se abstém de votar.
Operários terminam preparativos de estrutura gigantesca do Natal.
Pesquisadores medem o perigo que um chefe mau representa para a saúde de um subordinado.
Felipe Massa reencontra as pistas em competição com Schumacher e Rubens Barrichello.
A ginasta Jade Barbosa volta às competições depois da lesão no punho.

E do "Jornal da Record":

Inocente é preso no lugar do irmão.
Morte em condomínio. Filho de morador atropela bebê de porteiro.
Homem tenta forjar o roubo do próprio carro, mas é flagrado pelas câmeras do shopping.
Polícia Federal investiga o governador de Brasília. Ele é suspeito de repassar recursos a deputados aliados.
A crise em Honduras. País vai às urnas.
Má notícia. Jovens começam a fumar mais cedo.
Boa notícia. Número de ex-fumantes já é maior que o de fumantes.
Pendurado no cartão? Cancela primeiro e negocia depois.
Na série especial sobre o Butão, o que os butanês precisa para ser feliz.

A coluna e o blog voltam na segunda-feira.

Escrito por Nelson de Sá às 22h32

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Record vs. Ibope

Depois do segundo apagão do Ibope e da reação da Record, as novelas "Poder Paralelo" e "Bela, a Feia" tiveram "seus melhores índices de audiência desde que estrearam", deu anteontem o Radar, com o Ibope.

Mas não teve jeito e a coluna de Ricardo Feltrin reproduzia, ontem no fim do dia no UOL, um e-mail interno da Record:

Por determinação do vice-presidente, estão suspensas divulgações de índices de audiência de nossa programação.

A assessoria da Record se recusou a responder "se o boicote teria relação com o fato de, no fim de semana, a medição ter ficado fora do ar (por problemas técnicos, segundo o instituto)".

O blog de Flávio Ricco acrescentou que "uma fonte garante que faltou muito pouco para a Record cortar a assinatura do Ibope".

No portal R7, da Record, Daniel Castro reproduz "uma das perguntas mais repetidas nos bastidores das redes nos últimos dias, por causa do apagão que o serviço de audiência sofreu no último domingo, justamente no horário mais competitivo da TV brasileira":

Você conhece alguém que tenha em casa um peoplemeter, o aparelhinho que o Ibope usa para medir audiência de TV?

O jornalista dá o outro lado, na voz do diretor-geral do Ibope:

Impressionante a tendência generalizada à concepção de teorias de conspiração dos comentaristas. O Daniel, que já conhece o Ibope, sabe que é uma multinacional brasileira totalmente independente (leia-se, para o caso, sem vínculo societário com canais de TV).

Em meio ao conflito, ontem também, o site Imprensa "teve acesso aos números do Ibope para internet" e postou o título "Em seu primeiro mês, audiência do portal R7 não impressiona".

PS 14h - E a luta continua. No Radar de Lauro Jardim, "o dia de ontem foi atípico: nenhum programa da Record chegou aos dois dígitos de audiência, segundo o Ibope. As três principais atrações, 'Poder Paralelo', 'Bela, a Feia' e 'A Fazenda', registraram nove pontos".

Escrito por Nelson de Sá às 11h56

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Camargo Corrêa pagou "mesada" para políticos

Para as edições, Folha em texto ou digital, Valor, Estado e Globo. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao e Globo Online. Mais PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Crise no Golfo deixa mercados em tumulto

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CDFT. Também no NewsStand, no PressDisplay e no Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h38

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A década do inferno (a próxima será melhor)

Para as edições, "Time" e "Economist".

Escrito por Nelson de Sá às 09h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

China voluntária

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A12.

Escrito por Nelson de Sá às 09h24

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Parecia uma ilha de prosperidade

Escalada do "Jornal Nacional":

R$ 100 milhões em motocicletas compradas para salvar vidas, mas pouquíssimas estão mesmo rodando nas ruas brasileiras. Resultado da falta de planejamento.
Bolsas de Valores em um dia de medo. E o motivo é um país árabe que parecia uma ilha de prosperidade.
Barack Obama mudou o discurso ontem. Hoje foi a vez da China apresentar um plano de redução de emissão de gases que aquecem o planeta.
As divergências entre Brasil e Estados Unidos por causa de Honduras repercutem na imprensa internacional.
Nossos repórteres mostram como problemas de transportes públicos alimentam o surgimento de favelas nas nossas maiores cidades.
Rio Grande do Sul. Sobe o número de cidades em situação de emergência por causa das chuvas.
Insegurança total. Os americanos querem saber como um casal jantou na Casa Branca sem serem convidados. 

E do "Jornal da Record":

Sertão sem lei. Dois juízes de Pernambuco são acusados de pedofilia. Um deles pode ter mandado matar as testemunhas.
O apagão carioca. Falta de energia espalha prejuízo e a população se vira no escuro.
Ladrões roubam uma casa inteira.
Desemprego em outubro foi o menor do ano. Veja como está a vida do trabalhador em seis grandes cidades.
Aids diminui nas capitais, mas avança no interior.
São Paulo bate recorde mundial de doação de órgãos.
Na série especial, as mulheres de Butão.

Escrito por Nelson de Sá às 21h12

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Campeonato Brasileiro Petrobras

Também do Radar de Lauro Jardim:

O Brasileirão pode mudar de nome em 2010, pelo menos na tela da Globo. A Petrobras está negociando com a emissora um patrocínio para que o torneio passe a ser chamado de Campeonato Brasileiro Petrobras. Se fechar, a estatal vai pagar R$ 15 milhões pelo negócio.

Escrito por Nelson de Sá às 12h06

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Em campanha, pelas pesquisas

No Terra, Antônio Lavareda, que foi estrategista de FHC, diz que "Dilma já começou sua campanha e está agindo certo", pois "desconhecidos só podem crescer nas pesquisas depois de serem conhecidos". No entanto, "no caso de Serra, ele já é conhecido e teria pouco a se beneficiar".

Mas a notícia é que, para além dos comerciais do PSDB e da Sabesp, "Serra faz maratona em programas populares, entrevistado nos últimos 40 dias por José Luiz Datena, Silvio Santos, Ronnie Von e Ratinho", informa Cristiane Agostine hoje no "Valor". Dele para Ratinho, terça:

Não vou tirar o Bolsa Família. De jeito nenhum. Vou reforçá-lo.

Ele foi até ao "Superpop" de Luciana Gimenez na Rede TV!, informa Julia Duailibi hoje no "Estado".

Segundo o Radar, "o Ibope sai a campo duas vezes em dezembro para medir a temperatura da corrida presidencial, uma no início, encomendada por 'O Globo', outra na segunda quinzena, patrocinada pela CNI".

Escrito por Nelson de Sá às 11h56

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Empresários e a Confecom

De Elvira Lobato, hoje na Folha:

A Confecom juntará as propostas mais polêmicas já produzidas nos meios sindical e acadêmico, da volta da Embrafilme a mecanismos para controle sobre a mídia. Custará R$ 8 milhões à União. O objetivo é formular propostas, mas a representatividade ficou comprometida após 6 das 8 entidades empresariais abandonarem a organização.

Do lado empresarial, permanecem as companhias telefônicas e os grupos Bandeirantes e RedeTV!. Depois que 6 associações deixaram a conferência, coube à Telebrasil (teles) e à Abra (Band e Rede TV!) preencher a cota empresarial, indicando cerca de 600 delegados. As teles vão defender a mudança da lei que as impede de oferecer TV a cabo e a redução de impostos. Flávio Lara Resende, diretor da Abra, diz que é contrário a várias teses defendidas por ONGs e entidades sindicais, como o controle sobre a mídia, mas vê espaço para diálogo. A Abert não quis se manifestar sobre o impacto que as propostas teriam sobre o setor. Diz que fará um encontro depois da Confecom para se posicionar em relação ao que for aprovado.

Escrito por Nelson de Sá às 11h06

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sob sigilo

De Alencar Izidoro na Folha e na página "+ lida" da Folha Online, hoje:

Dois trens do Metrô de São Paulo bateram na madrugada de quarta entre as estações Ana Rosa e Vila Mariana. O acidente ocorreu após a operação, quando circulavam sem passageiros, mas provocou ferimentos em pelo menos um dos operadores. O acidente foi mantido sob sigilo pela companhia ao longo do dia, mas confirmado após questionamento da reportagem à noite. A colisão preocupa funcionários, porque os sistemas de segurança são redundantes para evitar riscos -quando um falha o outro entra em operação. Mais de 2,5 milhões de pessoas usam o Metrô todo dia.

Escrito por Nelson de Sá às 10h26

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Vem aí a internacionalização dos bancos e fundos

 

Para as edições, Folha em texto ou digital, Valor, Estado e Globo. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao e Globo Online. Mais PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 10h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dubai para de pagar dívida. Vietnã desvaloriza

Para as edições, NYT, WSJ Asia, CD e FT Asia. Para os sites, NYT, WSJ, CDFT. Mais NewsStand, PressDisplay e Newseum.

"WSJ" e "FT" não circulam nos EUA no feriado de Ação de Graças.

Escrito por Nelson de Sá às 09h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

De maneira adequada

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A10.

Escrito por Nelson de Sá às 09h38

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os peixes da Amazônia

Escalada do "Jornal Nacional":

Calor demais e água de menos. A mortandade de peixes atinge proporções desastrosas no Amazonas.
O governo dos Estados Unidos anuncia uma meta de redução de emissão de gases.
Nossos repórteres mostram o prejuízo causado ao meio ambiente pelo trânsito ruim.
Cientistas americanos anunciam resultado animador de remédio novo contra o câncer.
Programa de computador dá mais independência a tetraplégicos. Caso de belga que passou mais de 20 anos em silêncio gera polêmica.
Governo corta o imposto para empurrar a indústria de móveis.
No Japão, a maior feira de robôs do país que é louco por eles. 

E do "Jornal da Record":

Novas armas contra o tráfico. Pá, picareta e betoneiras.
Ex-vereador executado recusou proteção da polícia.
Fogo na selva de pedras. Incêndios assustam moradores de São Paulo.
Depois do carro e da geladeira, é a vez dos móveis ganharem redução do IPI.
Punição para infrações de trânsito pode ficar mais rigorosa e mais cara.
Medicina do crime. Falsos médicos aplicavam golpes em pacientes e empresas. O advogado deles também era falso.
Na reportagem especial, o monastério que flutua nas águas do Butão.

Escrito por Nelson de Sá às 21h46

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O "Washington Post" entrega os pontos

Howard Kurtz, colunista de mídia do próprio "Washington Post", noticiou ontem que o jornal, "em corte significativo", está fechando as três  últimas sucursais americanas, em Nova York, Los Angeles e Chicago. Antes já havia fechado Miami e outras.

É a amostra mais clara até agora da redução nos horizontes do jornal, em uma era de recursos limitados.

Comenta o "Financial Times":

A casa que um dia foi de Bob Woodward e Carl Bernstein, cujas reportagens sobre o escândalo Watergate aceleraram a renúncia de Richard Nixon, admite tacitamente que não vai mais competir com os poucos títulos americanos que tentam ser jornais nacionais.

O jornalista James Fallows, ao voltar de três anos na China, escreveu em agosto na "Atlantic" sobre a retomada do ritual de folhear jornais:

O que percebo é a mudança nos jornais que lia antes. O "NYT", com todos os percalços, ainda é uma versão reconhecível da publicação que eu conhecia. Personalidade, profundidade, visão global, tom. O pobre "Post" não é. Demitir tantos que sabiam tanto sobre suas áreas teve impacto maior do que eu imaginaria. E o jornal resultante parece desesperado em tentar qualquer coisa que chame a atenção nesta nova era. Eu pensei no "Post" como meu jornal por anos e sinto que voltei para encontrar um membro da família muito doente.

Escrito por Nelson de Sá às 12h00

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Tele vs. tele vs. tele

Mais do "Brasil Econômico", pág. 22, "Net vai às compras para enfrentar Vivendi". Além de ameaçar a espanhola Telefônica na telefonia paulista, a francesa Vivendi (GVT) promete investir em TV paga e banda larga pelo país, em "confronto direto" com a mexicana Telmex (Net).

Questionado sobre a nova concorrente, o presidente da Net, José Felix, diz buscar "oportunidades por meio de expansões", comprando serviços menores, como fez com Vivax e outras. Está "tentando adquirir novas cidades no Nordeste", "melhorar a posição no Nordeste", pois hoje a Net é "muito concentrada no Sul, Sudeste". De todo modo:

Não ouvi da Vivendi qualquer estratégia em relação ao país. Não sei se trará TV nem qual TV ou programação. Sei apenas que conhece pouco do mercado brasileiro. Então, terá de suar um pouco a camisa.

Escrito por Nelson de Sá às 11h04

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lula negocia com Silvio Santos

Na manchete do "Brasil Econômico", o concorrente do "Valor Econômico", a Caixa Econômica Federal "acerta a compra do Banco Panamericano, nos moldes da transação entre o Banco do Brasil e o Banco Votorantim, envolvendo a aquisição de 49,9% do capital votante".

Segundo o jornal, "as ações do banco de Silvio Santos dispararam 40% em novembro, com os rumores sobre a venda", que agora "está selada".

Escrito por Nelson de Sá às 10h20

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lula ataca política de Obama na América Latina

Para as edições, Folha em texto ou digital, Valor, Estado e Globo. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao e Globo Online. Mais PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 10h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Obama vai ampliar a guerra no Afeganistão

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CDFT. Também no NewsStand, no PressDisplay e no Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Instabilidade

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A15.

Escrito por Nelson de Sá às 09h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cai a contaminação por Aids, mas ainda preocupa

Escalada do "Jornal Nacional":

Boa notícia. Número de infectados pelo vírus da AIDS caiu no mundo inteiro.
Vinte e três anos em silêncio. Médicos descobrem que um homem que parecia em coma estava consciente.
Dobra o número de vítimas de uma chacina registrada nas Filipinas.
A novela "Caminho das Índias", de Gloria Perez, ganha o Emmy internacional. É o prêmio mais importante do mundo da televisão.
Clima esquenta em Brasília na discussão de regras para explorar o petróleo do pré-sal.
O governo prorroga a redução do IPI para carros flex.
Jornalistas, jogadores e técnicos indicam os destaques do Brasilerão 2009.
Especialistas calculam o prejuízo do transporte ruim para sua qualidade de vida e para o seu bolso também. 

E do "Jornal da Record":

A Aids no mundo. Total de contaminações diminui, mas ainda preocupa especialistas.
O câncer de pele no Brasil. Medidas simples combatem a doença que afeta meio milhão de pessoas.
Pesquisa comprova: educação, saúde e emprego reduzem a violência que atinge mais os jovens.
Menino sofre abuso dentro de escola. Professora não deu atenção a denúncia do garoto.
Acelerando. Montadoras suspendem férias coletivas e começam a contratar.
Peregrinação a Meca registra quatro mortes por gripe suína.
Na reportagem especial, a comida do Butão.

Escrito por Nelson de Sá às 21h16

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cai a contaminação por Aids, mas ainda preocupa

Escalada do "Jornal Nacional":

Boa notícia. Número de infectados pelo vírus da AIDS caiu no mundo inteiro.
Vinte e três anos em silêncio. Médicos descobrem que um homem que parecia em coma estava consciente.
Dobra o número de vítimas de uma chacina registrada nas Filipinas.
A novela "Caminho das Índias", de Gloria Perez, ganha o Emmy internacional. É o prêmio mais importante do mundo da televisão.
Clima esquenta em Brasília na discussão de regras para explorar o petróleo do pré-sal.
O governo prorroga a redução do IPI para carros flex.
Jornalistas, jogadores e técnicos indicam os destaques do Brasilerão 2009.
Especialistas calculam o prejuízo do transporte ruim para sua qualidade de vida e para o seu bolso também. 

E do "Jornal da Record":

A Aids no mundo. Total de contaminações diminui, mas ainda preocupa especialistas.
O câncer de pele no Brasil. Medidas simples combatem a doença que afeta meio milhão de pessoas.
Pesquisa comprova: educação, saúde e emprego reduzem a violência que atinge mais os jovens.
Menino sofre abuso dentro de escola. Professora não deu atenção a denúncia do garoto.
Acelerando. Montadoras suspendem férias coletivas e começam a contratar.
Peregrinação a Meca registra quatro mortes por gripe suína.
Na reportagem especial, a comida do Butão.

Escrito por Nelson de Sá às 21h15

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

E a Confecom avança

O site Imprensa noticia o encerramento das etapas estaduais da 1ª Conferência Nacional de Comunicação, anteontem, e o início do trabalho de "sistematizar as propostas colhidas".

O site da própria Confecom destaca, sobre os três dias do encontro de São Paulo, um "enorme número de propostas, mais de mil":

Entre os temas discutidos, a regulamentação do artigo 221 da Constituição, que trata dos princípios da produção das emissoras de rádio e TV, foi um dos pontos altos. Mas foi o processo de concessão e renovação de rádio e TV que ocupou a maior parte do debate.

Outros relatos por Estado, aqui.

Saíram no final da semana também as propostas consolidadas de dois dos principais grupos de pressão da Confecom.

Da parte das teles, a Telebrasil propõe, em suma, no site Teletime:

Plano Nacional de Banda Larga: ampla participação empresarial... Governo eletrônico: massificação do uso das TICs (tecnologias de comunicação e informação)... Tributos setoriais: redução, racionalização e efetiva aplicação... Carga tributária: serviços de telecomunicações essenciais... Agência reguladora: independente e sem partidarização.

Da parte dos ativistas, o coletivo Intervozes propõe, em suma:

Rádio e TV abertas e TV por assinatura devem implementar as finalidades educativas, culturais e informativas previstas na Constituição, artigo 221... Criação dos fundos nacional e estaduais de comunicação pública... Alterar os critérios para outorga e renovação de concessões... Plano Nacional de Banda Larga com a criação de infraestrutura pública... Definição de critérios legais para publicidade oficial, a fim de promover pluralidade e diversidade... Na TV e no rádio digitais, vedada a multiprogramação... Regulamentar a proibição a monopólios e oligopólios... Criação de um Conselho Nacional de Comunicação, aberto à participação popular.

Escrito por Nelson de Sá às 11h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Menos nobre

Na primeira metade de novembro, na Grande São Paulo, a taxa de TVs desligadas no horário nobre foi de 55%. Outubro, 57%. Setembro, 60%. Os números são semelhantes, por todo o país.

Ricardo Feltrin, na coluna Ooops, postou que "a justificativa nas emissoras é que, no calor, as pessoas preferem passear ao ar livre ou saborear um suco ou uma cervejinha".

Sílvia Corrêa, na coluna Outro Canal, sob o título "TVs desligadas são recorde", anota que "a notícia é péssima para emissoras e anunciantes".

Por outro lado, informa Daniel Castro no R7, "Caminho das Índias", que sustentou o horário nobre até setembro, "faturou nesta madrugada, em Nova York, o Emmy de melhor telenovela do mundo":

A Globo tanto insistiu que ganhou um Emmy Internacional, que premia produções de todos os países, menos EUA. Não vencia desde 1982, quando "Morte e Vida Severina" consagrou o Padrão Globo de Qualidade de Boni. Nesta década, o Emmy Internacional "cresceu", ganhou novas categorias. Uma delas foi telenovela, por pressão nos bastidores da Globo, patrocinadora da festa. Foi o segundo ano em categoria exclusiva. No ano passado, o prêmio foi para a Jordânia.

Por outro lado ainda, informa Patrícia Kogut no "Globo":

É de desânimo o clima nos bastidores de "Bela, a Feia". O elenco está irritado com a guinada da novela em direção ao dramalhão. Todos os personagens tiveram os perfis totalmente transformados.

Escrito por Nelson de Sá às 09h46

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

EUA recusaram plano do Brasil para Honduras

Para as edições, Folha em texto ou digital, Valor, Estado e Globo. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao e Globo Online. Mais PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h24

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Surgem divisões na estratégia de estímulo

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CDFT. Também no NewsStand, no PressDisplay e no Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h08

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A visita

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A10.

Escrito por Nelson de Sá às 08h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"No centro das atenções do mundo"

Escalada do "Jornal Nacional":

Uma visita no centro das atenções do mundo. Chega ao Brasil o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad. O presidente Lula defende o direito do Irã de desenvolver tecnologia nuclear com fins pacíficos. O encontro é motivo de protestos de políticos e representantes da sociedade civil.
Oferta de vagas de trabalho para especialistas leva trabalhadores de volta as escolas.
Cresce o interesse dos mais idosos nos cursos de computadores.
Nossos repórteres mostram a tecnologia usada para descobrir o que se passa na cabeça dos consumidores.
Brasileirão confirma temporada mais emocionante dos últimos anos.
Termina mais um ano espetacular da seleção masculina de vôlei. 

E do "Jornal da Record":

Morar vai ficar mais caro. É o preço do novo IPTU. Como ficam o imposto em três grandes capitais brasileiras.
Presidente do Irã é recebido no Brasil com protestos e manifestações de apoio. Lula defende direito dos iranianos de usarem energia nuclear para fins pacíficos.
Muita água no Sul e pouca água no Norte. A falta de energia nas cidades gaúchas. A morte de toneladas de peixes na Amazônia.
Imagens incríveis. Barco voador, estouro da boiada e a ponte que caiu.
A crônica de Nova York, onde o outono é a primavera dos poetas.
Na série especial, Butão é o lugar que praticamente parou no tempo.

Escrito por Nelson de Sá às 21h06

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Microsoft vs. Google, com os jornais no meio

Dez dias atrás, o blog TechCrunch noticiou que a Microsoft havia se reunido com a News de Rupert Murdoch ("Wall Street Journal", "Times" de Londres, "NY Post", "Sun"), a alemã Axel Springer ("Die Welt", "Bild") e o britânico "Financial Times".

Para "seduzir os jornais", propôs incorporar ao Bing o protocolo de acesso ao conteúdo (ACAP) que os publishers vêm desenvolvendo, para sites noticiosos com acesso restrito. Propôs financiar o ACAP.

Passados dez dias, o "FT" noticiou ontem e o "WSJ" confirmou que a News negocia "desindexar" seus sites de jornalismo do Google e manter no Bing. Para tanto, a Microsoft já estaria oferecendo dinheiro diretamente, mas as negociações estão "em seus estágios iniciais".

Escrito por Nelson de Sá às 11h56

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lula, FHC e a transferência

O UOL destaca neste final de manhã que a pesquisa Sensus "realizada depois do apagão" mostra que a aprovação do governo federal subiu de 65,4% em setembro para 70% em novembro.

A aprovação do presidente passou de 76,8% em setembro a 78,9% em novembro, enquanto a desaprovação caiu de 18,7% para 14,6%. A pesquisa também avaliou a capacidade de transferência de votos. O índice dos que não votariam em candidato apoiado pelo presidente baixou de 20,2% para 16%... 49,3% não votariam em candidato apoiado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Daí a queda acentuada de José Serra, segundo o mineiro Clésio Andrade, do lobby CNT, que contratou o levantamento.

Por outro lado, a coluna de Leo Dias no "Extra", no portal Globo.com, destaca o título "Só depois das eleições" e noticia que "a Globo já garantiu a exclusividade dos direitos do longa 'Lula, o Filho do Brasil'" para "ir ao ar no começo de 2011".

Escrito por Nelson de Sá às 11h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O apagão do Ibope 2

Daniel Castro informa no R7 que "pelo segundo domingo consecutivo o Ibope apresenta problemas" e "prejudica guerra de audiência". Começaram "pouco depois das 20h, no momento em que a concorrência entre Globo, Record, SBT e Rede TV! tem sido mais equilibrada".

Odair Del Pozzo acrescenta no Terra que o "Ibope trava quando Gugu estava a dois passos de bater Globo". Foi já perto das 22h, por "um mistério sobrenatural", quando a Record "estava subindo bem" e marcava 14 pontos, contra 16 do "Fantástico".

"Coincidentemente", observa o portal, naquele momento "Luciano Huck apareceu no Twitter falando cobras e lagartos, afirmando que o 'Programa do Gugu'  copia o 'Caldeirão'".

Por outro lado, no site Comunique-se, "o Ibope vai punir a Record por causa da divulgação dos números da estreia de 'A Fazenda 2', comparando com a Globo, prática proibida por contrato". A Record argumenta que "a concorrência também faz o mesmo".

Escrito por Nelson de Sá às 10h18

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Toma-lá-dá-cá

Do Painel de Renata Lo Prete, na nota "Fila":

Setenta TVs comunitárias se cadastraram para veicular anúncios do governo federal. A decisão de facultar a possibilidade a esse gênero de emissora foi anunciada na semana passada pela Secom, como forma de ampliar a pulverização da propaganda oficial.

Da coluna Mônica Bergamo, na nota "Permuta":

O cantor Roberto Carlos grava seu especial de fim de ano no Anhembi, em São Paulo. A Prefeitura de São Paulo fez uma permuta com a TV Globo: cede o lugar de graça e, em troca, a emissora divulga o local em que o rei está cantando.

Escrito por Nelson de Sá às 09h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Brasil quer Irã em acordo nuclear

 

Para as edições, Folha em texto ou digital, Valor, Estado e Globo. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao e Globo Online. Mais PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h12

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Explode a dívida dos EUA (e o protesto contra o Irã)

Para as edições, NYT, WSJ, CD e FT. Para os sites, NYT, WSJ, CDFT. Também no NewsStand, no PressDisplay e no Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Entenda o Irã de Ahmadinejad

 

Para as edições, Veja, CartaCapital, Época e IstoÉ.

Escrito por Nelson de Sá às 08h54

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ainda há vida

Leia a coluna "Toda Mídia" de hoje com links. Na Folha digital, à pág. A10.

Escrito por Nelson de Sá às 08h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nelson de Sá Nelson de Sá é articulista da Folha de S.Paulo.
RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.