Nelson de Sá

Toda Mídia

 

Final feliz, criança voltou aos braços da mãe

Escalada do "Jornal Nacional":

Divulgado laudo oficial sobre a morte de Michael Jackson. A conclusão é que ele foi vítima de homicídio.
O "Jornal Nacional" noticia o sumiço de um bebê depois que a mãe fez compras em uma farmácia na companhia da sequestradora. Mulher descobre que foi a nora que roubou a criança e a recém-nascida já voltou para os braços dos pais.
Nos Estados Unidos, a vítima de um sequestro reencontra a mãe 18 anos depois de ser levada.
Vandalismo no Maranhão. Uma delegacia é destruída e todos os presos fogem.
Os presidentes sul-americanos se reúnem de novo e não chegam a um acordo sobre o uso de bases militares na Colômbia pelos americanos.
No basquete, a seleção brasileira vence a terceira seguida e está classificada para a próxima fase da Copa América.  

E do "Jornal da Record":

Final feliz. Mãe de sequestradora devolve bebê roubado. Pais recebem a filha na delegacia.
A hora é esta para quem procura trabalho. Só o IBGE tem 240 mil vagas.
Palavra de um lutador. Vice-presidente diz que tumor cresceu, mas que batalha ainda não terminou.
Agora é oficial. Polícia americana conclui que Michael Jackson foi assassinado.
O Rio aprova lei para quem tem mais de 60 anos. Se tiver carro, não paga estacionamento.
Exclusivo. Em uma etapa de Copa do Mundo, triatleta brasileira cai no exame antidoping. 
Trinta anos depois, o Brasil relembra a volta do exilados. A mulher do general que liderou o movimento pela anistia.
Frutas e verduras todos os dias e uma colher de sopa de azeite são os segredos para envelhecer com saúde.

A coluna e o blog voltam na segunda-feira.

Escrito por Nelson de Sá às 23h15

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

No "Jornal do Brasil"

O site Comunique-se destaca que o "Jornal do Brasil" do empresário Nelson Tanure, que este ano já fechou a "Gazeta Mercantil" e vendeu as revistas "Set" e "Próxima Viagem", perdeu seis editores nos últimos meses, por causa, em parte, de "atrasos salariais recorrentes".

O grupo CBM, que dirige o jornal carioca, declara que as saídas foram motivadas por "novas oportunidades".

Jornal novo - O "Meio & Mensagem" desta semana informa que o "Brasil Econômico", projeto de um grupo português para ocupar o lugar deixado pela "Gazeta Mercantil", começa a circular em outubro.

Revista nova - E a coluna Mônica Bergamo publica hoje na Folha que a revista americana "Billboard" vai lançar uma edição brasileira, que será dirigida por Antonio Camarotti.

Escrito por Nelson de Sá às 11h09

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

TV Tele

O blog Radar postou que, na divisão dos direitos de transmissão dos Jogos de 2016 entre Globo, Record e Band, "o único interessado que ficou de fora foi o portal Terra", que "havia surpreendido o mercado ao apresentar ao Comitê Olímpico Internacional uma proposta que previa até exclusividade na transmissão de TV aberta".

E a coluna Outro Canal publica que a participação do portal na concorrência "levou preocupação aos executivos da Globo". Apesar da derrota, "indica que a 'poderosa' Telefônica tem planos ambiciosos de distribuição de TV paga, principalmente via internet".

Do site Tela Viva, ontem:

O lançamento no Brasil do primeiro modelo de "broadband TV" (televisores com acesso à internet) não passou de forma desapercebida pelos radiodifusores. E, claramente, não os deixou confortáveis com a chegada de mais um elemento para disputar a atenção do consumidor e o espaço na tela. A primeira "broadband TV" do Brasil, fabricada pela Samsung, é capaz de acessar conteúdos de Terra, YouTube e outros. Ela foi o centro de um debate encabeçado por Fernando Bittencourt, diretor de tecnologia da TV Globo, no Congresso da Sociedade de Engenharia de Televisão.

Escrito por Nelson de Sá às 10h49

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Zico?

O "Wall Street Journal" publicou ontem e traduziu no portal em português as "Bolhas de água de coco" que chegam aos EUA com campanha em "reality show" da ABC e nos triciclos táxi de NY. A empresa americana, que importa do Pará, diz não ter se inspirado no jogador de futebol, para o nome.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 09h59

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Francenildo no Supremo (e ainda os derivativos)

  

  

Para as edições, Folha, Valor, Estado, Globo, SN e MH. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao, Globo Online, Tempo Online (SN) e Dia Online (MH). Também PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os bancos americanos estão doentes, de novo

 

Para as edições, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Também NewsStand, PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h36

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A volta das corporações gigantes

 

Para as edições, "Time" e "Economist".

Escrito por Nelson de Sá às 09h27

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O Supremo rejeita

Escalada de manchetes do "Jornal Nacional":

O Supremo rejeita denúncia por quebra de sigilo bancário contra o ex-ministro da Fazenda, Antônio Palocci.
O líder do governo divulga as datas em que a ex-secretária da Receita, Lina Vieira, foi ao Palácio do Planalto.
Batalha campal em São Paulo. Manifestantes entram em choque com a polícia depois da morte de um jovem.
Nos Estados Unidos, a polícia esclarece, por acaso, o mistério de 18 anos sobre o sequestro de uma criança.
A ligação é mais barata que a do celular, mas metade dos orelhões de cinco capitais está com defeito.
Projeto do Banco Central tenta acabar com o problema da falta de troco do comércio.
Luto americano. O corpo do senador Ted Kennedy é velado com honras de chefe de Estado.
Jogador revelado no Internacional vai substituir Josué na seleção.  

E do "Jornal da Record":

Ameaça de explosão de uma ponte de São Paulo. A polícia interdita a pista e trava o trânsito.
Mulher perde a casa e vai dormir em abrigo. Lá ela sofre uma nova tragédia.
Médico reage a ladrões de moto, leva vários tiros na cabeça e sobrevive.
Polícia para quê? Comandante da PM dá bronca em soldado que reprimiu bingo.
Número de vereadores pode voltar a crescer.
Você que é homem já foi ao médico este ano? Plano quer aumentar o atendimento à população masculina.
Na dieta da beleza, o que as mulheres devem comer para ter uma pele de porcelana.

Escrito por Nelson de Sá às 21h30

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Leão liberal

Um sumário da cobertura da morte de Ted Kennedy, ontem na televisão americana, pelo Talking Points Memo:

O TVNewser registrou as primeiras notícias, na madrugada.

Escrito por Nelson de Sá às 11h54

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

TV vs. TV

Johnny Saad, presidente da Abra, entidade de Band e Rede TV! que continua na organização da Conferência Nacional de Comunicação, "fez apelo" às outras redes para voltarem à Confecom, noticia Tela Viva:

Se formos divididos, vamos enfraquecer o setor. Não brigamos pelo sistema mais avançado, que permite mobilidade, multiprogramação e HD? E agora não vamos discutir o modelo de negócios? Este setor tem problemas e ficará pior se não discutirmos o modelo... Nós precisamos produzir mais e produzir no Brasil. Para isso, precisamos desentupir vários canos.

Daniel Slaviero, da Abert, que reúne Globo, Record e SBT, evitou polemizar. "Estamos vivendo num ambiente complexo. As questões colocadas pelo presidente da Abra precisam ser discutidas."

Escrito por Nelson de Sá às 11h36

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

As marcas

O site Adnews noticia que "Folha, Globo e Veja são as marcas mais lembradas", segundo levantamento Aba/Top Brands com 1.640 consumidores de seis capitais, que foram divididos em quatro grupos, "defensores, satisfeitos, vulneráveis e opositores".

Na categoria revista, a "Veja" foi a mais lembrada, com 44%. Na categoria jornal, dividida por região, a Folha foi o mais lembrado em São Paulo, 41%. No Rio, "Globo", 49%. Em mídia digital, UOL, 16%. Em TV, os percentuais não foram divulgados. Justificou o diretor da Top Brands, que fez o estudo para a Associação Brasileira de Anunciantes:

A pesquisa foi feita antes da polêmica entre as emissoras líderes. A Globo continua no topo e a Record em segundo lugar.

Escrito por Nelson de Sá às 10h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Twitter & celebridades

Maurício Stycer narrou ontem no iG "a desastrada aventura de Xuxa pelo Twitter", ela que seguiu o exemplo de "muitas celebridades" mas, após três semanas, não suportou as reações a um erro de português postado pela filha, de 11 anos. A coluna de Patrícia Kogut no "Globo" ouve a celebridade e relata hoje, via Blue Bus:

Xuxa vai "dar um tempo do Twitter". A apresentadora, que estava "viciada", se aborreceu na madrugada depois que um sujeito criticou Sasha, que escreveu "cena" com "s". A menina escreveu que faria "uma sena com uma cobra". Depois, ambas foram agredidas.

Stycer citou "tweet" de Mr. Manson, com a moral da história:

Celebridades no Twitter tornaram possível um sonho de infância: xingar a TV. E ser ouvido.

O Twitter de Xuxa Meneghel já se aproxima dos cem mil seguidores.

Escrito por Nelson de Sá às 10h05

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lances culturais

Na Folha, Catia Seabra informa que a "Cultura corta programação para passar discurso de Serra". Também foi exibido discurso de Paulo Markun, presidente da TV estatal, que enalteceu o esforço de José Serra para a estreia de dois canais digitais, Univesp e MultiCultura.

Após o evento em que anunciou também bolsas para estudantes do ensino técnico, o governador tucano declarou, "por favor, não me venham escrever de novo que isso aqui é um lance para a campanha".

E ontem também, como informou Daniel Castro na Folha, a cantora Tatiana Cobbett foi escalada para ser "o destaque" do programa "Ensaio", da Cultura. "Ela é mulher de Paulo Markun. A emissora diz que ela está lançando um novo CD."

Escrito por Nelson de Sá às 09h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A TV morre e o YouTube não dá dinheiro

De Chad Hurley, cofundador do YouTube, pela primeira vez no Brasil, segundo Blue Bus, Folha e "Valor":

Não o YouTube, mas sim a internet será responsável [pelo fim da TV]. Nos próximos anos, a maior parte do conteúdo de TV será transmitida pela internet. O serviço tradicional de "broadcasting" está morto. Claro que no futuro ainda teremos a experiência de ver TV, talvez em eventos ao vivo. Mas a ideia de uma família sentada no sofá, às 20h, esperando um programa, não vai mais existir. A TV já está presente no computador e a tendência é que se espalhe cada vez mais por celulares e demais dispositivos móveis.

Quanto ao próprio YouTube:

Há muita especulação sobre a pressão para gerar resultados com o YouTube. O que acontece é que, internamente, nós não vivemos toda essa pressão. A audiência está aí e nós temos trabalhado muito e nossas ferramentas de oferta de propaganda estão cada vez melhores. Agora estamos trabalhando na criação de uma solução de publicidade para a busca de vídeos, onde os anúncios serão mais segmentados, exibidos de acordo com o perfil do usuário.

Escrito por Nelson de Sá às 09h29

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O fim do Grande Irmão?

"Guardian" e outros noticiaram ontem que o britânico Channel 4 decidiu encerrar a produção de "Big Brother", depois de 11 edições. O "reality show" enfrenta queda de audiência, hoje em 2 milhões de telespectadores, contra 10 milhões no auge da franquia da Endemol.

Germaine Greer, "scholar" e feminista que participou do programa em 2005, escreve que "os jovens de hoje não precisam ver 'Big Brother' para aprender como serem eles mesmos". Segundo a Reuters, um dos motivos para o fim do programa seria que ele "não conseguiu conquistar o público da chamada geração Facebook".

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 08h49

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os royalties do pré-sal (e os grupos da Receita)

  

Para as edições, Folha, Valor, Estado, Globo, SN e MH. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao, Globo Online, Tempo Online (SN) e Dia Online (MH). Também PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 08h42

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O fim de uma era americana

Para as edições, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Também NewsStand, PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 08h29

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O maior do mundo em gripe suína, mas não o pior

Escalada do "Jornal Nacional":

O número de mortes por gripe suína no Brasil é o maior do mundo, 557. Outros países têm situação pior quando se considera o tamanho da população.
O governo afirma que as imagens de câmeras do Planalto são apagadas a cada 30 dias, mas o edital de compra do equipamento exigia que podiam ficar guardadas por, no mínimo, seis meses.
A crise na Receita Federal. Mais 24 funcionários pedem exoneração dos cargos.
Instalada a CPI sobre denúncias de corrupção no governo de Yeda Crusius no Rio Grande do Sul.
Nossos repórteres mostram o acordo entre governo e sindicalistas para o reajuste dos aposentados.
As novidades para facilitar a vida de pessoas com deficiência física.
Nos Estados Unidos, a morte do senador Ted Kennedy, o último dos irmãos que encantaram a América.  

E do "Jornal da Record":

Noite de pânico em São Paulo. Bando que fazia arrastão é pego em flagrante. Morador viu pelo olho mágico e chamou a polícia. Tiroteio deixou três bandidos mortos.
Reajuste dos aposentados depende agora do Congresso. Veja o que muda no seu rendimento.
Mais diretores saem da Receita Federal. Ministro Mantega nega crise.
O mistério do zôo em Goiânia. Morre mais uma girafa. Só neste ano o zoológico perdeu mais de 60 animais.
O adeus ao senador Ted Kennedy, o último irmão do ex-presidente norte-americano.
Jogador do Vasco quase morre por causa de um chiclete.
Nas reportagens especiais, SOS Moçambique. Entre miséria e dor, um sinal de esperança.
E a dieta da beleza. Os alimentos que dão brilho aos cabelos.

Escrito por Nelson de Sá às 21h04

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Twitter, a vingança do adulto

O "New York Times" ressalta hoje, em longa reportagem, que só 11% dos usuários de Twitter são adolescentes, segundo a comScore.

Sua popularização foi comandada por um grupo bem mais velho, quebrando a visão de que os jovens lideram nas inovações.

Adolescentes e jovens adultos estão satisfeitos com Facebook e outros, de acesso restrito, e focam a relação com os amigos próximos.

Já o Twitter, de acesso aberto, "é melhor para transmitir [broadcasting] ao mundo externo ou para vender [marketing] um produto", a começar da própria "pessoa que twita". E que tem "propósitos profissionais, como manter contatos e seguir notícias".

Escrito por Nelson de Sá às 11h51

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Factóide?

Submanchete no Terra, Bob Fernandes pergunta ao secretário da Receita "dos governos FHC" sobre a manobra contábil da Petrobras e o pedido de Dilma Rousseff em favor de José Sarney, denúncias feitas por Lina Vieira, ex-secretária da Receita. Responde Everardo Maciel:

Não passam de factóides, não passam de uma farsa

Argumenta que "o pano de fundo era a sobrevivência política de uma facção sindical dentro da Receita". Ontem à noite, já havia questionado o "factóide" em entrevista a Mônica Waldvogel.

Escrito por Nelson de Sá às 11h20

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lula, o colunista

O blog Radar informa que a coluna O Presidente Responde "continua em expansão apesar da falta de repercussão". Surgiu em junho com 94 jornais. Duas semanas depois, 115. Em julho, 132. Nesta semana, 145.

E Lula "dizia ter azia com a leitura dos jornais". Ontem, respondeu sobre tratamento dos dentes e o programa Minha Casa, Minha Vida.

Escrito por Nelson de Sá às 10h54

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A publicidade na crise

Na manchete do Meio & Mensagem, "Faturamento da mídia cresce 1% no primeiro semestre", segundo o Projeto Inter-Meios, passando dos R$ 9,57 bilhões do período em 2008 para R$ 9,67 bilhões em 2009.

A publicidade na internet cresceu 22,8%. Mídia exterior, 12,4%. Rádio, 6,2%. TV paga, 4,8%. TV aberta, 3,9%. Esta última responde agora por 60,2% do total das verbas publicitárias no país, 5,8 bilhões.

"Na contramão", a publicidade nos cinemas caiu 5,4%. Revistas, 8,7%. Jornais, 10%. Guias e listas, 16,7%.

Escrito por Nelson de Sá às 10h31

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mais guerra

A coluna Outro Canal publica na Folha que foi adiada a participação do jogador Ronaldo no "Programa Silvio Santos", do SBT. Segundo a assessoria, o apresentador "está rouco".

A coluna Zapping publica no "Agora" que um "filme disputará ibope com Gugu", domingo à noite. Silvio Santos "escolheu não confrontar diretamente" a Record, mas grava na sexta o "Show do Milhão" para "duelar com o final de Gugu, a partir das 22h30".

E a coluna de Televisão posta no UOL que Silvio vai enfrentar Gugu durante toda a transmissão "com programa gravado, por causa de gripe".

Escrito por Nelson de Sá às 10h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A guerra santa

De Elvira Lobato, em "Altar eletrônico":

"Se o fiel não vem, temos que ir à casa dele", resume padre Cesar Moreira, da TV Aparecida. O avanço começou no início dos anos 90, quando o bispo Edir Macedo começou a montar a Rede Record. Os católicos responderam com a Rede Vida em 95 e já têm mais duas com cobertura nacional: Canção Nova e Aparecida. Neopentecostais partiram para a compra na segunda metade dos anos 90, caso da Renascer. Nem o governo tem um mapeamento das igrejas na mídia. O motivo é que elas são proibidas de serem concessionárias. Para contornar, registram em nome de pessoas físicas. A Rede Vida é exemplo. A concessão pertence a João Monteiro Barros Filho, mas a maior parte das retransmissoras foi montada pelas dioceses, supostamente com recursos doados pelos fiéis. O tema deve merecer atenção da Confecom. Se a sociedade concluir que não há mal, que se modifique a legislação. O que não dá é o jogo de faz de conta.

Escrito por Nelson de Sá às 09h28

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Na política e na mídia

Da coluna de Vinicius Torres Freire, "Odor de Santidade":

Não faz muito tempo, Lina era a madrinha do assalto da "república sindicalista" aos postos-chave da Receita. O tucanismo na política e na mídia estrilava contra a capataz da "politização de órgão técnico". "Meses depois..." Lina largou uma casca de banana no caminho de Dilma. Então, a torcida que espinafrava a ex-secretária faz dela mártir, demitida por contrariar interesses, dentro e fora do governo.

Para o governo e o governismo, a nomeação representava, enfim, a mudança de um "esquema viciado", que predominaria na Receita desde FHC. Agora, a ex-secretária não passa de uma inepta que não soube tocar as reformas pautadas, que trocou as mãos pelos pés ao lidar com os casos da família Sarney e da Petrobras, que cai atirando contra a premiê de Lula por ser uma tresloucada ressentida.

Ao fundo, o "Valor" noticia que "o grupo demissionário ligado a Lina Vieira foi derrotado nas eleições para o sindicato dos auditores da Receita, o Unafisco, nos dias 11 e 12 deste mês". O vencedor, Pedro Delarue, diz que as exonerações começaram "depois das eleições, para que não houvesse contaminação, mas claro que quem perde eleição perde cacife para se manter no cargo". Ele é filiado ao PT, mas "não militante".

Escrito por Nelson de Sá às 09h09

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Teles novas?

Enquanto os portais Terra, da Telefônica, e iG, da Oi, seguiam passo a passo as últimas novidades de "Dilma e Lina", o portal G1, da Globo, mudou sua manchete subitamente para "Aneel aprova internet e TV por assinatura via rede de energia".

A agência de energia teria liberado "distribuidoras" como a Eletropaulo para a concorrência com as teles.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 08h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mais rebelião, pelos "grandes contribuintes"

  

Para as edições, Folha, Valor, Estado, Globo, SN e MH. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao, Globo Online, Tempo Online (SN) e Dia Online (MH). Também PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 08h43

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Vem aí a década do endividamento dos EUA

 

 

Para as edições, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Também NewsStand, PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 08h33

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Preso, bandido, estupro, presídio etc.

Escalada do "Jornal Nacional":

O "Jornal Nacional" denuncia e a Justiça liberta o trabalhador que estava preso no lugar do irmão bandido.
O "Jornal Nacional" denuncia e o médico que punha um estudante para trabalhar no lugar dele em um hospital público é afastado.
Especialista em fertilização acusado de estupros é transferido de uma delegacia para um presídio no interior paulista.
Gil Rugai, jovem que é réu pelos assassinatos do pai e da madrasta, é preso e solto novamente.
Receita para a saúde. Cientistas dizem qual deve ser o limite diário de consumo de açúcar.
A nova atuação dos traficantes de drogas. Contrabando de remédios falsificados ou proibidos no Brasil.
Democratas pede a investigação do Ministério Público sobre o suposto encontro de Lina Vieira com a ministra Dilma Rousseff.
Exposição virtual leva dinossauros para dentro de um museu no Rio de Janeiro.
Na África do Sul, nosso correspondente mostra a chegada triunfal de atleta que terá que provar que é mulher.  

E do "Jornal da Record":

A elite do banco dos réus. Supremo solta jovem acusado de matar pai e a madrasta. Médico suspeito de estupro é levado para presídio.
Caminhão de sapatos e roupas tomba na via Dutra e começa o saque.
Maior hospital de Minas suspende transplantes. Direção alega que verba do SUS não paga as despesas.
Oposição se retira do Conselho de Ética do Senado.
Lula erra e se corrige sobre o dinheiro do pré-sal.
Luta livre no gramado. Jogador dá voadora em adversário.
Empresas ameaçam não pagar seguro de Michael Jackson se for comprovado que médico matou o cantor.
Na dieta da beleza, dicas para derrotar a celulite.

Escrito por Nelson de Sá às 21h44

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Liberais, conservadores e o humor

O marqueteiro e agora colunista republicano Karl Rove já desenvolve, "sem discussões políticas" com o produtor Seth MacFarlane, sua participação no célebre "Family Guy", animação de humor.

No episódio em preparação, o cão liberal dos Griffin, Brian, se frustra por não ter como resmungar contra Obama, vira republicano e começa a ouvir o radialista Rush Limbaugh, que também participa. MacFarlane, hoje estrela maior na TV americana, explica por que chamou Rove e Limbaugh:

"Family Guy" tende a ser muito liberal porque é escrito por liberais. Então pensamos, Vamos dar ao outro lado algum tempo no ar.

Escrito por Nelson de Sá às 11h57

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Teletelas

O "New York Times" destaca a "janela obsessiva para o consciente coletivo" que se abriu com a "ascensão de blogs e redes sociais" e sua montanha crescente de opiniões pessoais.

É um "mercado em alta" que já deu início a um novo campo de negócios, de nome "análise do sentimento, traduzindo os caprichos da emoção humana para números frios".

São "start-ups" como a californiana Scout Labs e a nova-iorquina Jodange, mas até o "Financial Times" passou a oferecer serviço do gênero, chamado Newssift. Seus clientes são grandes empresas, interessadas no controle da recepção de seus produtos e serviços.

O "NYT" ouve especialistas para ressalvar que não há precisão na "tradução da escorregadia linguagem humana para valores binários". Mas os algoritmos já estão em desenvolvimento.

Escrito por Nelson de Sá às 10h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

No Capão

O "SPTV" mostrou, com a edição de costume. Também o "SP Record".

Mas foi no exterior que ecoou mais a ação da polícia em uma favela do Capão Redondo, em São Paulo. A imagem abaixo, de Nelson Antoine, foi uma das "fotos do dia" no "Wall Street Journal" e surgiu na BBC, com chamada na home page, falando dos coquetéis Molotov.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 09h37

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Receita se rebela por acesso a grandes sonegadores

  

 

Para as edições, Folha, Valor, Estado, Globo, SN e MH. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao, Globo Online, Tempo Online (SN) e Dia Online (MH). Também PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h18

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bernanke continua (e Stanley Fischer eleva os juros)

Para as edições, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Também NewsStand, PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h03

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A morte de Michael Jackson (e a morte de Getúlio)

Escalada do "Jornal Nacional":

Michael Jackson de volta às manchetes do mundo. Documento da polícia confirma que ele morreu por excesso de dosagem de remédios.
A saída de Lina Vieira provoca outros pedidos de exoneração na Receita Federal.
Novos casos de gripe em Porto Alegre voltam a provocar o fechamento de escolas. Chega a 500 o número de mortos pela doença no Brasil.
No fim do verão na Europa, a capital da Grécia é ameaçada por um incêndio devastador.
Pesquisadores descobrem o modo mais econômico de cozinhar arroz e feijão.
Tensão no Senado. Sarney se irrita com Suplicy durante um discurso em plenário.
Nervos à flor da pele. Um homem se agarra a um carro para não ser atropelado em São Paulo.
Animais na pista e um acidente na porta de entrada do Rio de Janeiro.
Veja também como fica o Mundial de Fórmula 1 com a vitória de Rubens Barrichello.
A arrancada que pôs o Avaí entre os quatro melhores do Brasileirão.
A desocupação de um terreno invadido acaba em violência e confronto com a polícia paulista.  

E do "Jornal da Record":

Segurança da família do governador do Rio é suspeito de participar de chacina.
O avião da cocaína. Piloto desafia a FAB e a Polícia Federal.
O avião sem gasolina. Após pouso de emergência, carros atingem a aeronave.
No dia da morte de Getúlio, museu restaura o pijama da última noite.
Incêndios devastam florestas da Grécia.
CIA usou até furadeira para interrogar suspeitos de terrorismo.
R$ 1 milhão na conta. De "bad boy" a bom menino, a passagem de Dado Dolabella no show “A Fazenda”.
Na reportagem especial, comida, saúde e beleza.

Escrito por Nelson de Sá às 22h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Na internet, nova classe média supera classe alta

Levantamento da consultoria e-Bit, "feito com exclusividade para o Valor", mostrou que 42% das compras on-line em julho foram feitas por consumidores da classe C, contra 40% das classes A e B. No primeiro semestre, dois milhões de brasileiros fizeram a primeira compra na web, 59% deles da classe C.

No título, "classe C já lidera compras pela internet". Reage um publicitário:

O poder da classe C na internet é subestimado. Hoje, eles pedem até pizza pelo MSN.

O blog de Adonis Alonso noticia o lançamento do Painel da Maioria, conjunto de ferramentas de coleta de informações via internet ou, ainda, "um portal de pesquisa totalmente voltado à classe C".

Para seu criador, um consultor de marketing, "a maioria dos institutos tem dificuldade em buscar e trabalhar com essa nova classe média".

Escrito por Nelson de Sá às 11h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A maior diferença na história

No blog Todo Canal, os números da "guerra", também no site Na Telinha:

"A Fazenda", que foi exibido na faixa de 21h35 às 00h46, ficou na liderança na média, marcando 21 pontos com 32 de pico, enquanto a Globo marcava no mesmo horário 17 pontos. Em certo minuto a diferença foi de 23 pontos, a Record marcava 32 contra 9 da Globo, a maior diferença na história da Record sobre a Globo.

Escrito por Nelson de Sá às 10h34

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mídia social

Na quinta, a publicitária Marisa Toma, coordenadora de mídia social da Agência Click, postou que ouvia "Mr. Cellophane". À noite, estava "tomando decisões bastante definitivas". Uma hora depois, "bai pipou!  Foi bom brincar com vocês! bjo bjo". Foi encontrada morta na sexta.

O relato foi feito por Blue Bus, Tiago Dória e sites como Info Online. Este com o registro de que "a hipótese de suicídio é levantada por alguns usuários do Twitter e outros blogueiros". Sua bio era "I am what I am. Someone has to be", eu sou o que sou, alguém tem que ser.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 09h43

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Com a nova classe média, indivíduo supera Estado

  

Para as edições, Folha, Valor, Estado, Globo, SN e MH. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao, Globo Online, Tempo Online (SN) e Dia Online (MH). Também PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h28

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Obama fecha o cerco contra tortura da CIA

 

 

Para as edições, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Também NewsStand, PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h15

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma, Lina e o dia 19 de dezembro

  

 

Para as edições e capas, Veja, CartaCapitalÉpocaIstoÉ.

Escrito por Nelson de Sá às 08h54

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nelson de Sá Nelson de Sá é articulista da Folha de S.Paulo.
RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.