Nelson de Sá

Toda Mídia

 

Superlotação nos postos de saúde

Escalada do "Jornal Nacional":

Novos casos de gripe suína provocam superlotação nos postos de saúde. Governo corre para equipar os hospitais de referência.
As reservas brasileiras em dólar batem novo recorde.
Terror na Indonésia. Homens-bomba matam oito pessoas em hotéis de luxo.
Guerrilheiro das Farc admite em vídeo ajuda em dinheiro para eleger o presidente do Equador.
Presidente do Senado faz um balanço do semestre. Ele se diz injustiçado e perseguido.
O vice-presidente José Alencar tem uma nova obstrução no intestino.
Papa Bento 16 fratura o punho em acidente doméstico.
No futebol, os craques brasileiros se valorizam no mercado europeu.
  

E do "Jornal da Record":

Flagrante da crueldade. Sequestro relâmpago em Belém.
Flagrante do terror. Câmera registra explosão de homem-bomba na Indonésia.
Com o avanço da gripe suína, veja os cuidados que se deve tomar.
Na véspera das férias, Sarney desabafa em plenário vazio.
Localizada na Inglaterra empresa que mandou lixo ilegalmente para o Brasil.
Vinte anos atrás ele foi reprovado porque era cego. Agora é o primeiro desembargador deficiente visual do país.
Prisioneiros do destino. Sem dinheiro, casal argentino vive com filhos em aeroporto do Rio.

A coluna e o blog voltam na segunda-feira.

Escrito por Nelson de Sá às 22h12

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cidade limpa

Segundo o site Propaganda & Marketing, "com o decreto do prefeito Gilberto Kassab (DEM) publicado ontem, a Emurb já pode publicar o edital de licitação" para as mil unidades de relógios de rua da "nova fase" a serem espalhadas por São Paulo. Diz a presidente da estatal municipal:

Se o edital contemplar publicidade, acredito que consórcios de empresas de mídia exterior vão querer participar. Caso não, empresas de tecnologia vão entrar na disputa, pelo que indica o volume de consultas que a Emurb vem recebendo.

E acrescenta o site:

Atualmente a remuneração desses ícones é gerada por venda de publicidade sob gestão da Publicrono, negócio no qual, segundo fontes, tem o apoio da francesa JC Decaux, uma das principais ao lado da espanhola Cemusa e da americana Clear Channel.

Escrito por Nelson de Sá às 11h54

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Macaco Simão e a liberdade de expressão

José Simão, a sério, sobre a decisão do juiz carioca que o proibiu de falar da atriz Juliana Paes, da Globo:

É censura. A pessoa não pode determinar quando e o que falar dela. Isso tolhe totalmente a liberdade de expressão. Na hora em que estava escrevendo, achava que estava elogiando a atriz. Não quero me retratar. A imagem que Juliana Paes passa para o Brasil é que é a "gostosa" e todo homem fica "babando". Não vejo por que "casta" ofende uma mulher moderna, liberada, atriz da Globo. Para mim, casta é pudica e eu não admiro pessoas castas. É coisa medieval.

Escrito por Nelson de Sá às 09h48

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Brasileiros e a última moda

Espalham-se no exterior enunciados como "Rei do Twitter: Brasil é o número 1" ou "líder mundial de participação no Twitter".

Segundo o Nielsen Online, 15% dos internautas brasileiros visitaram o serviço em junho, salto de 71% em relação a maio. E mais que a proporção de americanos, 10,7%, britânicos, 9,4%, e o resto do mundo.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 09h18

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Há 40 anos, a Lua. Hoje, a economia derrete

 

Para as edições, "Time" e "Economist".

Escrito por Nelson de Sá às 09h08

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

E o vírus da gripe já circula em São Paulo

 

Para as edições, Folha, Valor, Estado, Globo, SN e MH. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao, Globo Online, Tempo Online (SN) e Dia Online (MH). Também PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"China lidera o mundo para a recuperação"

 

Para as edições, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Também NewsStand, PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 08h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O vírus circula livremente, mortos já são 11

Escalada de manchetes do "Jornal Nacional":

Aumenta o número de mortes causadas pela gripe suína. Sete novos casos são confirmados. Uma das vítimas não teve nenhum contato com estrangeiros. Brasil entra na lista de países em que o vírus circula livremente. 
Novo presidente do Conselho de Ética do Senado diz que também não liga para a opinião pública.
A reta final das inscrições para o exame que pode deixar o estudante mais perto da universidade.
As novas regras para adoção.
Economias da China e dos Estados Unidos mostram sinais de recuperação.
Tristeza azul em Minas. Cruzeiro é terceiro brasileiro seguido a cair na final da Libertadores.
  

E do "Jornal da Record":

O perigo da gripe suína. Mortos no Brasil já são 11. Contaminação já acontece dentro do país, sem contato com o exterior. Hospitais não estão preparados para receber pessoas com sintoma suspeitos da gripe A.
Depois de uma briga, jovens de classe média disparam contra outro jovem e o atingido não tinha nada a ver com a história.
Policiais acusados de matar deficiente por engano continuam em serviço.
Empregos com carteira assinada voltam a crescer, mas em ritmo menor do que no ano passado.
Leilão comemora os 40 anos do vôo que levou o homem à Lua.
Chefe do programa nuclear do Irã renuncia.
Reportagem especial, olho por olho, dente por dente. O rigor da lei no país dos aiatolás.

Escrito por Nelson de Sá às 21h39

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Twitter, corporação "hackeada"

O TechCrunch teve acesso a documentos confidenciais do Twitter e passou a postar em capítulos. O mais significativo foi relatório prevendo lucro no terceiro trimestre e 1 bilhão de usuários em 2013.

Ambas projeções positivas. E foi o máximo que o TechCrunch conseguiu postar até agora, depois de "negociações com o Twitter (ou melhor, com os advogados do Twitter)". Nick Denton, do Gawker, comentou:

É hilário ver o Twitter, que virou condutor de informações não autorizadas de lugares como as reuniões internas do "NYT", agora ficar cheio de dedos [prissy] sobre privacidade corporativa.

Escrito por Nelson de Sá às 11h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Censura

Sob o enunciado "A castidade de Ju", coluna do "Globo" de hoje registra, sobre a atriz da Globo:

Juliana Paes conseguiu na Justiça proibir José Simão, o supercoleguinha gaiato, de fazer certas piadas sobre ela. Simão, diz, fez "anedotas que ultrapassam o limite da ficção de Maya", seu papel em "Caminho das Índias", e "repercutem na honra da atriz e mulher". É que Simão tem brincado com o termo casta, da Índia, e, de farra, dito que "Juliana não é casta". O juiz João Paulo Capanema mandou Simão "se abster dos termos casta e castidade com o nome da atriz", sob pena de multa de R$ 10 mil por ocorrência.

Via Blue Bus.

Quércia perde - Já a Justiça paulista negou ontem recurso do político e proprietário do "DCI", Orestes Quércia, contra o colunista Tutty Vasques, que, então na editora Globo, publicou piada sobre jogo com imagem de Quércia e a frase "às vezes é preciso roubar para ganhar".

Trump perde - O empresário e apresentador de TV Donald Trump perdeu ontem ação contra um jornalista do "New York Times" que, em livro, havia contabilizado sua fortuna abaixo do que ele afirmava publicamente.

Escrito por Nelson de Sá às 10h08

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Comédia no Senado, lá

O questionamento da indicada de Obama à Suprema Corte segue sem fim e sem notícia nos EUA. No título do site Politico com a palavra para "audiências", são "Hearingzzzzzz". Ontem, a saída foi apelar à comédia.

As audiências marcam a estreia do senador Al Franken, comediante que surgiu no "SNL". Ele questionou Sonia Sottomayor sobre aborto, mas antes arriscou humor com o "modelo" da juíza, Perry Mason, o advogado fictício de TV que "perdia toda semana". O site conservador NRO não gostou e deu como prova de que ele "não tem estofo para o Senado".

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 09h54

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

PF chega ao ministério da energia (de Sarney)

 

 

Para as edições, Folha, Valor, Estado, Globo, SN e MH. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao, Globo Online, Tempo Online (SN) e Dia Online (MH). Também PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h10

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

China cresce mais (e enfrenta suborno, conflito)

 

Para as edições, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Também NewsStand, PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 08h46

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lula e seus "pizzaiolos"

Escalada de manchetes do "Jornal Nacional":

A crise no Senado. Um aliado do presidente da Casa, José Sarney, vai comandar o Conselho de Ética.
Presidente Lula chama os senadores da oposição de "pizzaiolos".
A queda de um avião mata 168 pessoas no Irã.
Uma imagem impressionante. Acidente com Michael Jackson durante uma gravação.
Bolsa de Valores sobe quase 5% em dia de bom humor no mercado.
A secretária da Receita cai depois de ficar menos de um ano no cargo.
O ex-jogador Romário paga pensão atrasada e é solto depois de dormir na cadeia.
Decisão da Libertadores em Belo Horizonte. Cruzeiro tenta terceiro título e se despede de Ramires.
   

E do "Jornal da Record":

Os novos números da gripe suína e a agonia de quem viaja para a Argentina. País vizinho já é o maior foco da doença no continente. 
Romário paga pensão atrasada e sai da cadeia.
Homens começam a vencer o preconceito contra o exame de próstata.
Na saúde do homem e da mulher, os benefícios comprovados das sementes de linhaça.
A fortuna do Sol. Empresas querem investir US$ 500 bilhões em energia solar no deserto do Saara.
Avião decola e cai no Irã. Não há sobreviventes.
Na reportagem especial, fé e política. O Irã dos xiitas e dos aiatolás.

Escrito por Nelson de Sá às 21h21

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O espaço crescente de Franklin Martins

Em "análise conjuntural" na reunião ministerial, Franklin Martins, da Comunicação Social, avaliou que "a oposição se alimenta da imprensa e a imprensa se alimenta da oposição", segundo "O Globo", citando relatos:

Apresentando números de 80% de aprovação e de avaliação ruim/péssimo que não chega a 10%, Franklin afirmou que a oposição perdeu o discurso político e por isso concentra sua atuação no Senado, na tentativa de colar a crise da Casa no governo... Ministros avaliaram que ele consolidou seu espaço crescente no governo, como um dos principais conselheiros políticos do presidente Lula.

Escrito por Nelson de Sá às 11h22

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

PSDB X Petrobras

O UOL, logo abaixo da manchete sobre a instalação da CPI da Petrobras "com a base aliada no comando", destacou ontem uma "Análise: ações caem, mas devem se estabilizar". Ressalta que em dois meses, "desde a leitura do requerimento" e desde a entrevista às pressas com o senador Álvaro Dias no "Roda Viva", da estatal TV Cultura, a queda chega a 5%. "Mas a CPI não deve afetar mais os papéis, segundo especialistas", que dão por argumento, entre outros, que "o processo está todo praticamente nas mãos do governo".

Por outro lado, G1, da Globo, Terra, da Telefônica, e outros destacaram o lançamento do Petrobras Blog da CPI pelo PSDB em campanha.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 10h48

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Segundo trimestre e o PIB volta a crescer

 

Para as edições, Folha, Valor, Estado, Globo, SN e MH. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao, Globo Online, Tempo Online (SN) e Dia Online (MH). Também PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 10h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Republicanos contra o "ativismo" latino

 

Para as edições, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Também NewsStand, PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Adolescente de dois corações, depois Sarney

Escalada de manchetes do "Jornal Nacional":

Adolescente de dois corações. Uma menina que fez transplante volta a viver com o coração que tinha parado de bater.
Os perigos do caminho de casa. A imprudência faz dos motoristas de ônibus os recordistas em multas de trânsito
A retomada nas vendas do comércio varejista.
Uma operação para acabar com o contrabando de luxo. A polícia e a Receita fazem devassa em uma das lojas mais requintadas de São Paulo. O governo assume os cargos de comando da CPI da Petrobras, mas a apuração das denúncias fica para depois do recesso.
Oposição apresenta um novo pedido para investigar o presidente do Senado.
Romário é preso no Rio por não pagar pensão alimentícia para os dois primeiros filhos.
Argentinos chegam ao Brasil para a final da Libertadores contra o Cruzeiro.
  

E do "Jornal da Record":

O luxo e o crime. Mais uma dona de loja para milionários é investigada pela Polícia Federal.
Policiais acusados de decapitação sentam no banco de réus.
"Jornal da Record" denuncia e a Prefeitura de São Paulo suspende licitação da merenda.
Adolescente com dois corações volta a viver com o original.
Depois de dois meses em queda, vendas do comércio voltam a subir.
Senadores pedem renúncia de Sarney. CPI da Petrobras é criada com controle do governo.
Avião desgovernado. Aeronave atropela carro na Alemanha.
Irã, fé e medo. Hoje, a luta que os véus não conseguem esconder.

Escrito por Nelson de Sá às 20h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"The worst is over"

Não é só no Brasil que "o pior já passou" no mercado publicitário, como prenunciou o Meio & Mensagem, ontem.

A Associated Press noticiou que a consultoria de publicidade Magna prevê queda no ano, mas: "The worst is over". Contra os previstos 14,5% de 2009, no faturamento publicitário dos EUA, 2% em 2010.

E o site The Wall Street Transcript entrevistou Salvatore Muoio, do fundo S. Muoio & Co. e especializado no setor, com mais boas notícias. Em suma, ele avalia as empresas de mídia com "desconto de 50% sobre seu valor de mercado", sugerindo compra, e proclama que as "companhias de TV e jornais vão se recuperar e alcançar êxito".

Por outro lado, as especulações sem fim dão conta de que o tabloide "Daily News" e principalmente a revista "BusinessWeek" serão vendidos.

Escrito por Nelson de Sá às 11h49

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sem democratização

Um dos lobbies da TV aberta entrou direto no Superior Tribunal de Justiça para derrubar a proibição à multiprogramação, informa o site Tela Viva.

O agora blogueiro José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, Boni, não gosta de hipocrisia e defende manter a proibição:

Quando estava sendo discutida a TV digital, houve questionamentos se as atuais emissoras deveriam receber uma banda de seis megahertz ou apenas um canal de um mega e meio. Caso a opção fosse pelo mega e meio, haveria licitação de mais 12 ou 15 canais novos por praça, com a consequente democratização da televisão. As emissoras reagiram e lutaram para ter a banda de seis megas. O argumento era que sem isso não teríamos transmissões em HD (high definition). Para os leigos, é bom esclarecer que a banda de seis megas permite transmissão de vários canais ou apenas um em HD... O que aconteceu? Várias emissoras agora querem o direito de multiprogramação, ou seja, exibir vários canais na banda de seis megas que o governo concedeu para a migração da tecnologia analógica para a digital.

Para Boni, parte das emissoras mal consegue preencher "um único canal". Ele alerta que o lobby pode visar a sublocação de horários e canais inteiros para religião e venda direta, sendo que eles "pertencem ao povo brasileiro e não aos donos, meros concessionários":

Tenho ouvido o argumento de que Band e Globo, como já têm outros canais abertos ou no cabo, teriam facilidade para preencher esses novos canais. E a TV por assinatura vai se conformar com isso? E que audiência terão esses novos canais abertos? Poder-se-ia até dizer: Que se danem… ninguém vai ver mesmo.

Escrito por Nelson de Sá às 11h13

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O colunista Lula e seu editor

O Radar postou que, na reunião ministerial, Lula e Franklin Martins, da Comunicação Social, "culparam a imprensa por fomentar a crise que o Senado vive. Ninguém os contestou. Ou, como disse agora um ministro, 'todo mundo ali gosta quando vocês apanham'."

E a coluna Painel publica que, "orador da parte política da reunião, Franklin, além de sentar a pua na imprensa, descascou PSDB e DEM, que sobrevivem 'à base de denuncismo'."

A coluna "O Presidente Responde", de Lula, estreou em 94 jornais na terça passada e chega a 115 na edição de hoje. "53 no Sudeste, sendo 33 deles em São Paulo; 27 no Sul, 23 no Nordeste, 8 no Norte e 4 no Centro-Oeste", informa o portal UOL, um dos muitos sites que, para além dos jornais, reproduzem a coluna nesta terça.

Veja.com e G1, portal da Globo, destacam de hoje sua resposta a uma pergunta sobre os "tributos nos níveis mais elevados do planeta":

A nossa carga tributária está muito distante das mais elevadas do mundo. Há vários países, admirados pelos benefícios sociais que concedem, em que a carga é muito maior. Na outra ponta, há países, da África e da América Latina, em que é baixa, mas o Estado praticamente não existe e isso é muito ruim para o povo. No Brasil, a arrecadação de impostos está nos permitindo tocar programas que geram crescimento e empregos, como o PAC, e inclusão social, como o Bolsa Família. O resultado é a redução da desigualdade.

Escrito por Nelson de Sá às 10h37

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Twitter não e não

O "Financial Times" deu ontem na capa e o blog Blue Bus ecoou que causa "sensação" entre executivos de comunicação um relatório sobre os hábitos de mídia de um estagiário de 15 anos do Morgan Stanley. Sem "rigor estatístico", afirma coisas como "adolescentes não usam Twitter".

O mesmo "FT" adiantou ontem no site que "magnatas da mídia redescobrem seu ceticismo" diante de inovações como Twitter ou o Kindle, da Amazon. Cita Rupert Murdoch, da News Corp., e Howard Stringer, da Sony. O segundo declara não querer se associar ao "clube dos que fazem muito pouco dinheiro".

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 09h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sob pressão, Sarney anula atos secretos, mas...

Para as edições, Folha, Valor, Estado, Globo, SN e MH. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao, Globo Online, Tempo Online (SN) e Dia Online (MH). Também PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h36

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Juíza latina tem que prometer "fidelidade à lei"

Para as edições, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Também NewsStand, PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 09h24

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A terceira vítima

Escalada do "Jornal Nacional":

Ministério da Saúde confirma que menino de nove anos é terceira vítima fatal da nova gripe no Brasil.
Pais da menina que morreu ao cair de um prédio no Rio foram soltos. Como a Justiça interpreta os casos de abandono de incapaz.
Em quatro dias, tiroteios entre policiais e bandidos fazem três vítimas em São Paulo.
A crise no Senado. Presidente José Sarney anula atos secretos.
Aumenta procura por crédito no primeiro semestre.
Na Inglaterra, centenas de fãs fazem nova homenagem a Michael Jackson.
 

"Jornal da Record":

Garoto de nove anos é a terceira vítima de gripe suína.
Justiça manda soltar casal preso depois que a filha caiu do prédio.
Acidentes com motoristas bêbados matam seis no fim de semana.
Apreendido em Marajó combustível clandestino dos piratas da Amazônia.
Procura por crédito já é maior do que antes da crise. Calote também cresceu e é preciso cuidado com as dívidas.
Pressionado, Sarney anula atos secretos, mas a medida ainda precisa passar pela Mesa Diretora do Senado.
Na série especial, Irã, fé e mito. Conheça a terra dos aiatolás.
  

"Jornal da Band":

Confirmada a terceira morte por gripe suína no Brasil. Menino gaúcho de nove anos sofria de doença neurológica.
Um mês depois da denúncia, Sarney manda anular atos secretos no Senado. Oposicionistas falam em embromação.
Juiz solta pais de menina de cinco anos que morreu ao cair de prédio no Rio de Janeiro. Delegado prendeu casal por abandono de menor.
Família americana pede habeas corpus para libertar papagaio apreendido em alfândega no Rio.
Maior viveiro de aves da América do Sul está ameaçado. Criador de 88 anos não tem para quem deixar quatro mil pássaros, muitos deles em extinção.
Dois acidentes depois de festa no fim de semana matam oito jovens no Sul do país.
Cinco igrejas cristãs sofrem atentados no Iraque. Embaixador dos Estados Unidos escapa de um dos ataques.
Pai de Michael Jackson quer formar novo grupo musical com os três filhos do cantor.
Fluminense e Santos demitem técnicos. Em apenas dez rodadas, nove treinadores já perderam emprego no Brasileirão.
Massa polar ganha força na região Sul. Amanhã deve nevar na serra gaúcha.
Na segunda reunião ministerial do ano, o governo Lula discute crise no Senado, crise na economia e os últimos detalhes do modelo de exploração do pré-sal.

Escrito por Nelson de Sá às 21h17

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O pior já passou?

Com a manchete "Mercado vê cenário positivo no segundo semestre", a nova edição em papel do semanário "Meio & Mensagem" ressalta o clima de que "o pior já passou" na mídia do país.

Anunciantes como Fiat, Femsa e Magazina Luiza apontam "recuperação em curso". O setores mais atingidos pela crise global, como mineração, "não são representativos no mercado anunciante", ao contrário de comércio e serviços, que "continuam fortes". E "na mídia impressa as projeções de investimento do setor imobiliário animam segmento".

Também no M&M, Datafolha e F/Nazca anunciam os resultados da pesquisa semestral sobre a internet no Brasil, com o destaque de que "está começando a se equiparar à pirâmide populacional".

Por exemplo, dentre os brasileiros que "impactados de alguma forma pela internet antes de comprarem, 29% pertencem às classes D e E". E a internet cresce também entre os mais velhos. "Dos que têm entre 45 e 59 anos, o acesso cresceu de 25% para 31%".

Escrito por Nelson de Sá às 11h23

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

SBT vs. Record vs. Globo

A coluna de televisão do UOL posta hoje que o SBT pode provocar "mudanças radicais na direção da Record a partir desta ou da próxima semana", inclusive em "alguns de seus cargos mais importantes".

A coluna Outro Canal, da Folha, informa que um dos novos alvos do SBT, em resposta à contratação de Gugu Liberato pela concorrente, seria Douglas Tavolaro, recém nomeado vice de jornalismo da Record.

No confronto entre Silvio Santos e Edir Macedo, até o momento, o primeiro "dá uma surra de estratégia", avalia a coluna Ooops, no UOL.

Por outro lado, a coluna Zapping, do "Agora", diz que Pedro Bial, jornalista e apresentador de reality TV, "voltou a ficar na mira da Record", que estaria levantando suas "condições contratuais na Globo".

Escrito por Nelson de Sá às 10h59

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A TV Brasil é um fracasso

Três semanas atrás, no site Vermelho, o cientista político Emir Sader proclamou que a estatal TV Brasil "é um fracasso". E que o governo Lula, em comunicação, "não fez quase nada, apenas diversificou um pouco a distribuição de publicidade".

Esta semana, o site Carta Maior, que tem o blog de Sader por destaque, tenta seguir em direção contrária com a manchete "TV Brasil sinaliza nova etapa da comunicação pública", apontando caminhos como "jornalismo de integração, leitura crítica da comunicação".

Mas não tem como esconder o problema. Da coluna de Mônica Bergamo, hoje na Folha, sob o título "Cansei":

Nova debandada no conselho curador da EBC (Empresa Brasil de Comunicação), da TV pública: pediram desligamento recentemente de seus cargos, entre outros, o ex-ministro Delfim Netto, a carnavalesca Rosa Magalhães e a colecionadora Ângela Gutierrez. Delfim, por sinal, jamais foi a uma reunião do conselho. Em junho, outros conselheiros haviam se desligado da TV: MV Bill, Wanderley Guilherme dos Santos e Luiz Edson Fachin. "Ninguém é contra a TV. O problema é que as reuniões são muito chatas", diz um conselheiro que está no cargo.

Escrito por Nelson de Sá às 10h30

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Imprensa regula Estado, internet regula imprensa?

Do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Carlos Ayres Britto, em entrevista a Felipe Seligman e Fábio Zanini, sobre a reforma eleitoral aprovada pela Câmara dos Deputados:

Sobre internet, eu não falo como presidente do TSE, mas como ministro. O TSE ainda não tem posição definida. Entendo que não há como regulamentar o uso da internet. A internet tem dois méritos: mobiliza a sociedade de uma forma interativa, que em época de eleição deve ser turbinada, não intimidada; e está criando uma nova sociedade civil mundial. Qualquer regulamentação no nível dos Estados é provinciana. A internet não pode ser regulada. A imprensa regula o Estado, e a internet se contrapõe à versão da imprensa sobre as coisas. A internet é o espaço da liberdade absoluta, para além da liberdade de imprensa.

Escrito por Nelson de Sá às 09h38

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

CPI vs. CPI do B

O Congresso em Foco postou que, na "semana que antecede o recesso", a CPI da Petrobras elege presidente e relator da "base", amanhã.

E a "Veja" deu que PSDB e DEM lançam seu "gabinete técnico com ex-diretores da Petrobras da era FHC para acompanhar os trabalhos".

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 09h14

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bancos afastam crise, multinacionais investem

Para as edições, Folha, Valor, Estado, Globo, SN e MH. Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao, Globo Online, Tempo Online (SN) e Dia Online (MH). Também PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 08h54

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Plano secreto da CIA era matar chefes da Al Qaeda

Para as edições, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT, CD e TOI. Também NewsStand, PressDisplay e Newseum.

Escrito por Nelson de Sá às 08h42

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Entre José Sarney e Daniel Dantas

 

 

Para as edições e capas, VejaCartaCapitalÉpocaIstoÉ.

Escrito por Nelson de Sá às 08h31

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nelson de Sá Nelson de Sá é articulista da Folha de S.Paulo.
RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.